CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Eroticus I – O Banho

Coloca a sua roupa no chão frio,
Devagar e muito docemente;
Deixa ver o seu corpo esguio,
Belo, eterno, jamais sombrio,
Enquanto se despe alegremente.

Fica sobre a sua pele nua
O seu longo e louro cabelo.
Lá fora fica a eterna lua,
Iluminando a deserta rua,
Ignorando este quadro singelo.

Ficam os vidros embaciados
Devido aquela quente agua,
Onde mil sais são derramados
E onde os pés são mergulhados
E esquecida é a vil magoa.

Escorre a agua por entre a pele,
Todo aquele corpo é molhado.
Ai meu Deus! Que momento aquele
Em que tudo era impossível.
Mas que belo corpo desnudado.

Pegando num rosado sabão,
Que aquelas chuvosas lágrimas
Molhou e, com uma bela mão,
Entoando uma bela canção,
Foi lavando as partes intimas.

Esfrega os seus dois seios,
Tão belos e tão perfeitos,
Suficientemente cheios,
Sem nada que os fizesse feios,
Como nenhuns jamais foram feitos.

E sempre com a mesma cantiga,
Molhada em agua cristalina,
Que da sua pele é tão amiga,
Assim estava aquela rapariga,
Lavando a sua terna vagina.

E descendo alcançou as pernas,
Brancas, suaves, maravilhosas.
E, com carícias tão ternas,
Esfrego-as. Eram tão eternas,
Aquelas pernas tão espantosas.

E o sabão foi retirado
Com toda aquela agua corrente.
Todo aquele corpo molhado,
É cuidadosamente secado,
E a roupa vestida novamente.

Coberta aquela grande beleza,
Ficam apenas recordações,
Daquele banho duma pureza,
Que tudo tinha p’ra realeza,
P’ro nascimento de mil paixões.

A pele está coberta, vestida.
No rosto está ainda o sorriso
Daquela maravilhosa vida,
Onde só com tristeza sentida
Se perdia, assim, um paraíso.

24.10.1992

Submited by

segunda-feira, abril 11, 2011 - 16:40

Poesia :

No votes yet

gaudella

imagem de gaudella
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 7 anos 5 semanas
Membro desde: 03/26/2011
Conteúdos:
Pontos: 346

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of gaudella

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Amor Sweet angel. Sweet angel, with golden wings 0 599 01/05/2012 - 01:49 inglês
Poesia/Amor I’ve got a Rose Shaped Heart 0 605 01/05/2012 - 01:40 inglês
Poesia/Amor C’roa d’ouro na tua cabeça, 0 538 01/05/2012 - 01:32 Português
Poesia/Soneto Já fui uma bala, uma ‘spada 0 598 06/04/2011 - 00:42 Português
Poesia/Soneto Eu tenho um calhau como coração 0 607 06/04/2011 - 00:40 Português
Poesia/Erótico Eroticus II – Iniciação 2 1.036 05/15/2011 - 22:16 Português
Prosas/Fábula The Tiger And The Monkey 0 1.624 05/13/2011 - 16:26 inglês
Poesia/Geral Adeus Campeão (A Ayrton Senna) 1 637 05/01/2011 - 12:37 Português
Poesia/Soneto Sabes que podes contar comigo 1 851 04/28/2011 - 20:58 Português
Poesia/Soneto Sábado à Noite 1 796 04/21/2011 - 15:24 Português
Poesia/Geral Goldwasser (incomplete) 0 1.134 04/14/2011 - 13:21 inglês
Poesia/Erótico Eroticus I – O Banho 0 787 04/11/2011 - 16:40 Português
Poesia/Erótico Eroticus III – Sonhos de Cabedal 0 885 04/11/2011 - 16:36 Português
Poesia/Geral Aos senhores da guerra 1 739 04/09/2011 - 22:29 Português
Poesia/Geral Vida Incógnita 0 510 04/09/2011 - 14:23 Português
Poesia/Amor Ad Aeternum… Of dark and Bright… 1 1.268 04/08/2011 - 23:06 inglês
Poesia/Geral A Espada da Liberdade 1 853 04/06/2011 - 14:52 Português
Poesia/Geral Twelve grapes 0 1.117 04/05/2011 - 02:43 inglês
Poesia/Fantasia The Sword, The Eagle and The Dragon 1 1.108 04/03/2011 - 04:14 inglês
Poesia/Soneto Deixem que vos conte a ‘stória 2 948 03/31/2011 - 17:18 Português
Poesia/Soneto Já não tenho palavras p’ra te dizer 2 652 03/31/2011 - 03:13 Português
Poesia/Soneto Co’o rosto dum anjo celeste 1 688 03/29/2011 - 20:55 Português
Poesia/Amor Sempre. Sempre estarei aqui, por ti. 1 731 03/29/2011 - 20:43 Português
Poesia/Geral Contrabandista 1 827 03/29/2011 - 20:40 Português
Poesia/Soneto Ópio dos poetas 1 1.020 03/29/2011 - 20:32 Português