CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

ESCREVER

 

Escrever,

 

 

 

Escrevo, escrevo e mais nada tenho para fazer,

Mas podia parar um pouco para também ler,

Mas, o meu gosto neste preciso momento,

Diz-me que tenho de escrever o que vem do pensamento,

No entanto, mais logo não vou ler mas sim, sair,

Para ver o que está lá fora, para poder ver e sentir.

 

Sentir sim, gosto de sentir, estou vivo,

Por isso de pensar e escrever eu preciso,

Para ir divagando por onde eu quiser,

Sem sair do meu lugar, sempre a escrever,

Para dar asas à minha liberdade de pensar,

E também poder sentir que quero sonhar.

 

Sonhar eu gosto, mas mais quando estou acordado,

São projectos que eu faço para me sentir realizado,

Quando eu posso fazer dos meus sonhos realidade,

Enquanto vai passando o tempo da minha idade,

Que avança todos os dias e me vai marcando,

Por dentro e por fora, enquanto eu vou olhando.

 

Olhando, eu gosto sempre de o poder fazer,

Para ir vendo o que posso e também aprender,

 O que a vida vai metendo no meu conhecimento,

E, ao mesmo tempo exercitando o meu pensamento,

Que nem pára quando estou a descansar ou a dormir,

Pensando sempre mais e mais, sempre no porvir.

 

Porvir é o futuro que eu não o conheço,

E para ele avanço, vivendo enquanto não me despeço,

Por isso, eu quero viver os meus momentos de vida,

Ficando tão contente enquanto ela é sentida,

Pelo meu coração que vai sempre trabalhando,

Enquanto pelo tempo eu vou andando.

 

Andando no meu caminho para o meu destino,

Assim que nasci, logo desde muito pequenino,

Sem saber o que o futuro, me reservava para mim,

E agora, estou tão contente por ainda estar aqui,

Vivendo a minha vida com quem amo tanto,

Ficando ou saindo, para longe de vez em quando.

 

 

Fortaleza, 25 de Outubro de 2011

Submited by

quarta-feira, fevereiro 26, 2014 - 10:30

Poesia :

No votes yet

José Custódio Estêvão

imagem de José Custódio Estêvão
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 9 semanas 3 dias
Membro desde: 03/14/2012
Conteúdos:
Pontos: 7749

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of José Custódio Estêvão

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Meditação Pensamento 0 477 12/20/2019 - 16:18 Português
Poesia/Meditação Pensamento 0 336 12/20/2019 - 16:13 Português
Poesia/Amor Três coisas 2 455 12/12/2019 - 17:00 Português
Poesia/Geral AS ONDS DO MAR 5 2.661 12/09/2019 - 12:23 Português
Poesia/Fantasia O MEU NOME 0 1.094 12/14/2018 - 10:36 Português
Poesia/Meditação O TEMPO LEVA TUDO 0 1.371 09/28/2018 - 14:56 Português
Prosas/Pensamentos 34- O HOMEM 6 1.956 03/21/2018 - 15:04 Português
Poesia/Amor VERMELHO 0 1.579 09/04/2017 - 09:13 Português
Poesia/Amor UMA ORQUÍDEA PARA TI 0 2.141 07/17/2017 - 09:50 Português
Poesia/Meditação AS PEDRAS DOS RIOS 0 2.546 06/07/2017 - 08:54 Português
Prosas/Pensamentos PENSAMENTOS 34 0 2.004 05/24/2017 - 10:09 Português
Poesia/Amor AMO-TE COMO ÉS 0 1.917 05/24/2017 - 09:59 Português
Poesia/Meditação SABER SER FRELIZ 0 1.197 05/09/2017 - 15:51 Português
Poesia/Amizade TU 0 1.477 04/21/2017 - 10:52 Português
Poesia/Meditação PARA DE TE QUEIXAR 2 1.335 03/26/2017 - 19:34 Português
Poesia/Meditação PARA QUÊ MATAR? 5 2.600 03/24/2017 - 11:31 Português
Poesia/Meditação CHEGAR, VER E VENCER 0 1.980 03/13/2017 - 14:57 Português
Poesia/Amor BEIJOS TEUS 0 1.640 02/22/2017 - 10:12 Português
Poesia/Amor OLHANDO O MAR 0 1.101 02/08/2017 - 10:26 Português
Poesia/Amor SAUDADE 0 1.774 02/01/2017 - 10:29 Português
Poesia/Geral FRIO 0 1.207 01/26/2017 - 10:27 Português
Poesia/Geral FRIO 0 1.407 01/26/2017 - 10:23 Português
Poesia/Fantasia AS ONDAS DO MAR 0 1.214 01/11/2017 - 09:49 Português
Poesia/Meditação AMANHECEU OUTRA VEZ 0 1.515 01/04/2017 - 11:22 Português
Poesia/Alegria RIR 0 2.411 12/21/2016 - 09:58 Português