CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

ESQUECIDOS

Os esquecidos

 

 

 

Eu sei que faço parte do povo esquecido,

Que é a força que faz com que um país seja erguido,

E dele de servem uma minoria de figurões,

Que pelo dinheiro são chamados de tubarões.

 

Não tenho inveja desta classe que tanto se envaideceu,

São figuras públicas que nasceram nuns como eu,

Nascem e hão – de morrer, às ordens do eterno tempo,

E sentem como eu as carícias e agressões do vento.

 

Tenho orgulho em pertencer a um povo que é anónimo,

Mas é a fortaleza de um pais que é sinónimo,

De império que foi e agora é pequenino,

Mas que o fiz crescer desde que sou menino.

 

Os figurões, certamente nunca pensam assim,

Por serem mais conhecidos do que eu, enfim,

Pois eu sou conhecido por fazer parte de um todo,

Que cresci, trabalhei sempre e nunca me acomodo.

 

Sempre vivi com a vida que me deram com dignidade,

Nunca cheguei a ter direito a muita vaidade,

Sinto – a dentro de mim por fazer parte do povo esquecido,

Por ter ajudado o meus país a ser erguido.

 

Não quero dizer mais nada sobre esta minha condição,

Sei que tenho dentro de mim uma alma e um coração,

Que ama a sua terra onde nasceu e cresceu,

E que há de morrer nela com dignidade que nunca perdeu.

 

 

 

Tavira, 29 de Agosto de 2010 – Estêvão

Submited by

terça-feira, abril 2, 2013 - 10:50

Poesia :

No votes yet

José Custódio Estêvão

imagem de José Custódio Estêvão
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 16 semanas 2 dias
Membro desde: 03/14/2012
Conteúdos:
Pontos: 7749

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of José Custódio Estêvão

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Meditação Pensamento 0 335 12/20/2019 - 17:18 Português
Poesia/Meditação Pensamento 0 208 12/20/2019 - 17:13 Português
Poesia/Amor Três coisas 2 255 12/12/2019 - 18:00 Português
Poesia/Geral AS ONDS DO MAR 5 2.384 12/09/2019 - 13:23 Português
Poesia/Fantasia O MEU NOME 0 884 12/14/2018 - 11:36 Português
Poesia/Meditação O TEMPO LEVA TUDO 0 1.146 09/28/2018 - 15:56 Português
Prosas/Pensamentos 34- O HOMEM 6 1.673 03/21/2018 - 16:04 Português
Poesia/Amor VERMELHO 0 1.358 09/04/2017 - 10:13 Português
Poesia/Amor UMA ORQUÍDEA PARA TI 0 1.974 07/17/2017 - 10:50 Português
Poesia/Meditação AS PEDRAS DOS RIOS 0 2.305 06/07/2017 - 09:54 Português
Prosas/Pensamentos PENSAMENTOS 34 0 1.703 05/24/2017 - 11:09 Português
Poesia/Amor AMO-TE COMO ÉS 0 1.718 05/24/2017 - 10:59 Português
Poesia/Meditação SABER SER FRELIZ 0 960 05/09/2017 - 16:51 Português
Poesia/Amizade TU 0 1.151 04/21/2017 - 11:52 Português
Poesia/Meditação PARA DE TE QUEIXAR 2 1.132 03/26/2017 - 20:34 Português
Poesia/Meditação PARA QUÊ MATAR? 5 2.356 03/24/2017 - 12:31 Português
Poesia/Meditação CHEGAR, VER E VENCER 0 1.715 03/13/2017 - 15:57 Português
Poesia/Amor BEIJOS TEUS 0 1.381 02/22/2017 - 11:12 Português
Poesia/Amor OLHANDO O MAR 0 962 02/08/2017 - 11:26 Português
Poesia/Amor SAUDADE 0 1.530 02/01/2017 - 11:29 Português
Poesia/Geral FRIO 0 1.070 01/26/2017 - 11:27 Português
Poesia/Geral FRIO 0 1.171 01/26/2017 - 11:23 Português
Poesia/Fantasia AS ONDAS DO MAR 0 1.043 01/11/2017 - 10:49 Português
Poesia/Meditação AMANHECEU OUTRA VEZ 0 1.237 01/04/2017 - 12:22 Português
Poesia/Alegria RIR 0 2.134 12/21/2016 - 10:58 Português