CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

EU SENTIA FALTA DA TUA AUSÊNCIA - (ler em tom solene)


Só é tolerável a solidão
enquanto estivermos de pé.
Incômoda é, se deitados no caixão.
Já não importa orar, não importa a fé.

A vida passou assim: vapt! Nem vupt! Já era.
O que plantou, colheu. Não dá pra olhar para trás.
Você, amigo, até que durou muito. Cansou da espera?
Não sei por que todo mundo chora. Será por que você jaz?

Tanta coisa você queria fazer e não venceu a inércia.
Você era legal. Amigo de todo mundo, nunca quis intriga.
Quem vai chorar bastante, tenho certeza é tua vizinha Mércia.
Você não pagou o que devia, e como o amava, ainda é sua amiga.

Todos nós sentiremos sua falta, pelo menos até sexta-feira...
depois vem o churrasco, a cerveja, de você teremos complacência:
tua picanha vai estar no prato, mesmo que você não mais a queira.
E eu, o grande amigo, continuarei sentindo falta da tua ausência.

jthamiel
08.06.16

Submited by

quinta-feira, junho 9, 2016 - 12:40

Poesia :

No votes yet

J. Thamiel

imagem de J. Thamiel
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 4 horas 40 minutos
Membro desde: 05/02/2016
Conteúdos:
Pontos: 3056

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of J. Thamiel

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Geral POEMAS 0 2.670 12/16/2017 - 15:29 Português
Poesia/Amor LA FELICIDAD 0 497 12/15/2017 - 14:43 Português
Poesia/Geral Q U A N D O ? 0 905 12/12/2017 - 16:39 Português
Poesia/Dedicado A COMIDA DA MAMÃE 0 519 12/07/2017 - 13:57 Português
Poesia/Geral QUAL A RIMA? 0 689 12/05/2017 - 17:02 Português
Poesia/Meditação PERDIDO 0 558 12/02/2017 - 18:09 Português
Poesia/Geral VAIDADE VÃ 3 536 12/02/2017 - 17:33 Português
Poesia/Geral PARABÉNS 0 650 11/29/2017 - 11:05 Português
Poesia/Fantasia POETA UNIVERSAL 0 1.037 11/28/2017 - 15:15 Português
Poesia/Dedicado CASTRO ALVES e eu 3 1.148 11/26/2017 - 03:34 Português
Poesia/Desilusão HORAS VAZIAS 0 931 11/25/2017 - 11:34 Português
Poesia/Geral VIDA SIMPLES 1 1.149 11/23/2017 - 14:46 Português
Poesia/Geral MESA DE BAR 0 1.550 11/22/2017 - 23:01 Português
Poesia/Gótico CHEGA DE PROSA 1 1.004 11/21/2017 - 16:38 Português
Poesia/Meditação P E R D Ã O 2 2.474 11/19/2017 - 20:37 Português
Poesia/Meditação DECISÃO ACERTADA 0 1.193 11/19/2017 - 16:27 Português
Poesia/Meditação CAIXINHA DO TEMPO 0 983 11/17/2017 - 18:33 Português
Poesia/Amor LEVES E SOLTAS 0 771 11/14/2017 - 11:16 Português
Poesia/Geral RECORTES DE JORNAIS 0 782 11/12/2017 - 02:57 Português
Poesia/Geral N E F L I N S 0 875 10/29/2017 - 15:33 Português
Poesia/Geral A CHUVA 0 824 10/26/2017 - 15:53 Português
Prosas/Outros Troam Trovas Triviais 0 516 10/24/2017 - 22:44 Português
Poesia/Geral ANSIEDAD 0 776 10/22/2017 - 16:28 Espanhol
Poesia/Geral NUNCA HABRÁ SOMBRILLA 1 899 10/20/2017 - 23:23 Espanhol
Poesia/Geral TROAM TROVAS TRIVIAIS 2 821 10/19/2017 - 22:45 Português