CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Exílio da alma

Canto o exílio de minh’alma doída
Por entre pássaros e jardins floridos
De perfumadas, belas e ardentes flores
Estrada de caminhos salpicados de luz

Parto na odisseia do canto do pássaro
Perdido na magia da imensidão do eu
Sem sentido busco no exílio a calma paz
Sonhada e amada no destino do amanhã

Vou à procura da vida em flores coloridas
Sem lembranças outrora acesas n’alma
No exílio do amor perdido chamas ardem
Sinto que te deixou sem ter te perdido

Canto a força do amor guardado na flor
Antes querida hoje abatida por teu adeus
São paixões exiladas no coração sangrado
Embaladas nos braços melancólicos da dor

Nos cantos de minh’alma louvo teu amor
Meu coração em festa aguarda teu retorno
Espera longa, choro o exílio de uma paixão
Acalanto da saudade do sofredor coração
.

Submited by

quinta-feira, abril 15, 2010 - 03:12

Poesia :

No votes yet

marialds

imagem de marialds
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 1 ano 24 semanas
Membro desde: 03/31/2009
Conteúdos:
Pontos: 2887

Comentários

imagem de Henrique

Re: Exílio da alma

Parto na odisseia do canto do pássaro
Perdido na magia da imensidão do eu
Sem sentido busco no exílio a calma paz
Sonhada e amada no destino do amanhã...

Um poema deveras belo e com sentido...

Muito bom!!!!

:-)

imagem de mariacarla

Re: Exílio da alma

O meu coração consegue absorver muita luz, sempre que leio a tua poesia!

"Se semeias o amor em ti, só amor serão os frutos."(Sto.Agostinho)

Beijinho

Carla

imagem de IsabelPinto

Re: Exílio da alma

Na vida o exilio a que votamos a nossa alma é merecedor de respeito porque necessitamos de buscar no silêncio de nós as forças para cantar novamente o amor!
Foi um prazer ler o teu poema:)
Bjs
I

imagem de danyfilipa

Re: Exílio da alma

Adorei particularmente esta estrofe..

"Canto a força do amor guardado na flor
Antes querida hoje abatida por teu adeus
São paixões exiladas no coração sangrado
Embaladas nos braços melancólicos da dor" - um amor imensamente sentido e pela perda muito doido...

quantos amores nao ha assim por ai??!...tantos e tantos

beijo :-)

imagem de ÔNIX

Re: Exílio da alma

Vou à procura da vida em flores coloridas
Sem lembranças outrora acesas n’alma
No exílio do amor perdido chamas ardem
Sinto que te deixou sem ter te perdido

Maria,
Mais um poema fantástico, onde se denota uma força muito grande através dos recônditos esconderijos da alma. O exílio permanente a que nos sujeitamos, trará nova luz aomundo

Muito bom poema

beijos

Matilde D'ônix

imagem de Mefistus

Re: Exílio da alma

Lindo!

Infelizmente a vida tem destas coisas, és uma das pessoas que adoro ler, mas o dia a dia passa e raramente te leio. Não por desinteresse , mas porque outras coisas surgem. Desculpa

Em relação ao poema, lindissima a estrofe:

Vou à procura da vida em flores coloridas
Sem lembranças outrora acesas n’alma
No exílio do amor perdido chamas ardem
Sinto que te deixou sem ter te perdido

Muito bom

imagem de marialds

Re: Exílio da alma

Caro Mefistus, sempre leio tuas poesias antes de desligar o computador, pois teus trabalhos são muito agradáveis, raramente comento, pois tudo que tinha que ser falado sobre teu trabalha já foi dito.
Obrigada pelo teu comentário.

imagem de AlliniedeCastro

Re: Exílio da alma

Lindo poema amiga poetisa ... me peguei no meu passado de dores bem semelhantes!! Viajei em meio a flores e dores de amores e temores.
Beijos poéticos!!!

imagem de angelalugo

Re: Exílio da alma

Ó amiga Maria

Que lindo e apaixonante amor
guardado no encanto da flor
flor que desabrocha no coração
esperando o regresso deste
desabrochar de amor....

Parabéns amiga está belíssimo

Beijinhos no coração

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of marialds

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Tristeza Separação 0 661 07/22/2015 - 19:11 Português
Poesia/Geral Veja 0 1.026 07/19/2014 - 02:55 Português
Prosas/Pensamentos Pensamentos 0 804 03/02/2014 - 01:55 Português
Prosas/Pensamentos Pensamentos 0 1.082 03/02/2014 - 01:47 Português
Prosas/Pensamentos Pensamentos 0 659 03/02/2014 - 01:41 Português
Prosas/Pensamentos Pensamentos 1 1.348 12/20/2013 - 20:17 Português
Prosas/Outros Frase 0 867 11/27/2013 - 23:50 Português
Fotos/Natureza Flores popularmente chamadas de "Damas da Noite" 0 1.473 11/27/2013 - 23:44 Português
Poesia/Geral Noite de Solidão 0 1.208 11/27/2013 - 22:23 Português
Poesia/Geral Fria Madrugada 2 1.333 11/27/2013 - 21:34 Português
Poesia/Geral Cotidiano 2 927 11/17/2013 - 23:57 Português
Poesia/Fantasia Ser em Sombras 0 814 05/11/2013 - 23:30 Português
Poesia/Geral A Flor da Pele 2 1.060 06/24/2012 - 20:48 Português
Poesia/Geral Solidão de nos Dois. 2 1.018 06/17/2012 - 19:39 Português
Poesia/Geral Passagem 0 780 06/17/2012 - 01:57 Português
Poesia/Geral Momentos 1 1.303 03/30/2012 - 09:04 Português
Poesia/Geral Teu Perfume 0 1.268 03/30/2012 - 04:04 Português
Poesia/Geral Espectro 0 1.028 03/30/2012 - 03:56 Português
Poesia/Geral Na Face do Menino 2 1.084 01/22/2012 - 02:59 Português
Poesia/Geral Tombados 0 861 01/21/2012 - 02:32 Português
Fotos/Paisagens Estrada de nuvens. 0 2.557 01/15/2012 - 21:38 Português
Poesia/Haikai Sem Titulo 0 1.087 01/15/2012 - 21:00 Português
Poesia/Haikai Sem Título 0 988 01/15/2012 - 20:59 Português
Poesia/Tristeza Apenas Lembranças 0 969 01/15/2012 - 20:56 Português
Poesia/Soneto Livro de bolso 0 2.151 09/17/2011 - 04:15 Português