CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Faz de conta

Transforme água em vinho
A tristeza em alegria
E deixe voar os seus sonhos
Procure a sua liberdade
Descubra onde ela está.

Tudo é tão normal
Até mesmo o olhar mais profundo
Que dirige a mim
Na esperança de ver um sorriso
Onde não existe nenhum.

Faz de conta que é real
Que ainda sente emoção
Quando tudo está um caos
Na mente insana de pensar
Que o amanhã poderia ser diferente.

Não olhe mais dessa forma
Por que deixaria que descobrissem?
Os seus pés estão sobre areia movediça
Perceba a agitação da multidão
Quando olham a sua ruína.

Nem se preocupe em falar
Ninguém quer ouvir sua voz
Porque andam correndo de um lado a outro
Só desejam ver um final triste
Para que possam sorrir.

Erga suas mãos ao céu
O azul agora é tão real
Que não existe nenhuma nuvem
No deserto que está os seus pés
O sol nem consegue crepitar.

Agora pode abrir os olhos
Pode enxergar a sua volta
Não vês nada do que imaginou
Então esqueça tudo isso
Faz de conta que era apenas um sonho.

Poema: Odair José, Poeta Cacerense

www.odairpoetacacerense.blogspot.com

Submited by

quarta-feira, junho 29, 2022 - 19:58

Poesia :

No votes yet

Odairjsilva

imagem de Odairjsilva
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 4 horas 55 minutos
Membro desde: 04/07/2009
Conteúdos:
Pontos: 8344

Comentários

imagem de Odairjsilva

Visitem os

imagem de Odairjsilva

Visitem os

imagem de Odairjsilva

Visitem os

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Odairjsilva

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Amor Onde está meu coração 3 27 08/08/2022 - 13:22 Português
Poesia/Meditação A Solidão e o Cativeiro 3 54 08/05/2022 - 19:59 Português
Poesia/Intervenção Realidade inquietante 3 55 08/04/2022 - 20:55 Português
Poesia/Desilusão Que essa ilusão morra enquanto ainda é esperança 3 79 08/03/2022 - 20:40 Português
Poesia/Amor Deixei a tarde para você 3 45 08/02/2022 - 19:04 Português
Poesia/Meditação Calmaria para o coração 3 118 08/01/2022 - 12:56 Português
Poesia/Desilusão A morte é só pedra do esquecimento 3 137 07/30/2022 - 12:48 Português
Poesia/Amor Te amei sem que eu o soubesse 3 172 07/29/2022 - 13:56 Português
Poesia/Desilusão Tento voar 3 58 07/28/2022 - 15:15 Português
Poesia/Intervenção Escravos Institucionalizados 3 101 07/27/2022 - 13:34 Português
Poesia/Amor E se eu não conseguir ler 3 128 07/25/2022 - 19:17 Português
Fotos/Artes Dia Nacional do Escritor 0 41 07/25/2022 - 12:48 Português
Poesia/Amor Quando aprendi a te amar 3 112 07/23/2022 - 13:58 Português
Poesia/Intervenção Em uma rua qualquer de algum lugar 3 92 07/22/2022 - 13:19 Português
Poesia/Intervenção Para onde caminha a humanidade? 3 265 07/21/2022 - 12:49 Português
Poesia/Meditação O melhor presente 3 84 07/20/2022 - 14:31 Português
Poesia/Intervenção A miséria que vira rotina 3 141 07/19/2022 - 22:09 Português
Poesia/Intervenção A metamorfose do futuro 3 309 07/19/2022 - 13:57 Português
Poesia/Amor No peito um coração que sorria 3 104 07/18/2022 - 22:33 Português
Poesia/Pensamentos Não tenho tempo a esperar 3 140 07/18/2022 - 12:46 Português
Videos/Poesia Tirado do fundo do poço - Vídeo 0 31 07/17/2022 - 15:41 Português
Videos/Poesia Onde estão todas as crianças perdidas? 0 45 07/16/2022 - 15:40 Português
Poesia/Intervenção Onde estão todas as crianças perdidas? 3 143 07/15/2022 - 18:56 Português
Poesia/Meditação Tirado do fundo do poço 3 104 07/15/2022 - 13:39 Português
Poesia/Alegria A sublime alma do poeta 3 148 07/14/2022 - 13:44 Português