CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

fidelidade

Na esquina da estrada de cada um, transcorre encontros e mais encontros, paixões transcendentes, amores que não deu muito certo,fúrias constantes, felicidade que ao longo do tempo tornaram-se um pouco guando irritante e depois com o curso do tempo, em muitas e muitas vezes vai ficar apenas a saudade de momentos que foi ficando cada vez mais atraente e envolvente na memória de cada um. Sonhos fáceis de se realizar que ainda não foi concretizado, e vai tornado cada vez mais complicado e impossível de se realizar, e a busca pelos desejos ocultos vão tornado o único objeto e alvo a ser atingido a todo o momento. E ai o prazer de querer se realizar pulsa ardente mente no peito, querendo apenas se aventurar em plena realização dos outros, e paira cada vez mais dentro de cada um há inveja pulsa nas veias injetando somente rancor, por não ter próximo da gente o que o outro conseguiu, e ai a beleza física e aparente vai tornado o objeto de desejo e prazer de todos nos, correndo cada vez mais para chegar no verão com um corpo escultural e saciar os desejos de um ano inteiro.
Fazer e desfazer ficou claro e real em nossa mente, ocultando cada vez mais a realidade de cada um, falar e falar sem pensar nas conseqüências espalhar por ai todo o seu desafeto por si mesmo, julgando o outro esta tornado-se normal, querendo unicamente saciar os seus desejos ocultos, esquecendo ou melhor fazendo do seu nada uma bela grandeza de nada ser. Injetando com isto nos outros, o que você, não quer para você, porem querendo que ele também fique igual a você, sentindo o que você sente. E assim achando que esta por cima de qualquer situação, fazendo de suas vontades o impulso para os seus passos e não estando nem ai para os seus próprios passos, falamos e fazemos de nossos erros desculpas para prosseguirmos, apenas querendo que nossos desejos sejam realizados, nem que para eles- se concretizar, temos que usar a nossa família, nossos pais, nossas mães, nossos amigos, nossos irmãos fazemos qualquer coisa para saciar nossas inverdades e nossas mentiras. Trancafiamos com isto, o nosso lado meigo e belo na arte de sufocar nosso corpo em vestis e mais vestis novas, perfumes diferentes a cada instante, fazendo de nosso trabalho apenas trampolim somente para revestir nossas infidelidades, pois em todos os lugares que vamos temos de ser mais independentes a cada momento, em vez de buscarmos crescermos em conjunto com os erros e acertos de cada um, procuramos cada vez mais sufocar o que mais gostamos e queremos, largando de lado nossa liberdade de ser e de expressar e partimos para a prisão de correr somente, para ternos segredos ocultos que na verdade não conseguimos esconder eles nem de nos mesmos.
Pode ate estar passando por estas e outras despercebidos, por nos mesmos e o melhor achando que estamos no curso certo de nossos caminhos, vestimos a melhor Bega e vamos para frente dos grandes e pequenos acontecimentos somente querendo que o outro mude, pois já chegamos no caminho certo e não precisamos fazer mais nada. Porem nossos sentimentos não nos engana e já estamos começando entender um pouquinho, que fidelidade e um conjunto e não somente ser fiel aos nossos sentimentos. Pois para chegarmos a algum ponto temos que ser fiel a cada ponto e ate mesmo uma vírgula tem sentido, e não somente com expressão, mais expressar de verdade o nosso nodo de Ser e de aprender cada atitude seja ela certa ou errada. Pois falar dos outros e mais descomplicado e sensato do que buscar mostrar, para nos mesmos a nossa real fidelidade, que em muitas vezes seta mais para infidelidade.
E com isto, a infidelidade bate a nossa porta a cada instante, mostrando para nos mesmos que somos tão mal enganadores que nem mais a infidelidade dos casais nos assusta mais, tornou-se tão normal que tudo pode, e o pior já estão querendo que se torne honesto, e que o curso natural seja naturalmente rotineiro separa hoje e casa amanha e assim por diante quantas e quantas vezes quiser tudo bem e normal. Só que com isto, o que vamos passar para os nossos, ou será que agindo assim temos o direito de quer cobrar dos nossos? Não que tenhamos de ser uma fonte que só jorre e brota o certo, porem que em vez de preocuparmos mais com as atitudes erradas dos outros, que pelo menos façamos um pouquinho, do que os poucos que busca com prazer continuar a carregar a bandeira da fidelidade de um para com o outro, bem estampada a tremular nos ares de seus caminhos.

Nute do quara 23-11-2009

Submited by

terça-feira, dezembro 15, 2009 - 20:47

Poesia :

No votes yet

marlucericardo

imagem de marlucericardo
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 8 anos 27 semanas
Membro desde: 12/09/2009
Conteúdos:
Pontos: 45

Comentários

imagem de RobertoEstevesdaFonseca

Re: fidelidade

Parabéns pelo belo texto.

Um abraço,
REF

imagem de MarneDulinski

Re: fidelidade

LINDO TEXTO, MEUS PARABÉNS!
MarneDulinski

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of marlucericardo

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Alegria O GRITO DA ALMA 2 213 12/19/2009 - 15:26 Português
Poesia/Meditação uma mensagem 2 109 12/19/2009 - 15:24 Português
Poesia/Geral paixoes 2 146 12/16/2009 - 04:07 Português
Poesia/Amor fidelidade 2 160 12/16/2009 - 04:01 Português
Poesia/Alegria CORTINAS TRANSPARENTES 2 157 12/16/2009 - 04:00 Português
Poesia/Alegria CORTINAS TRANSPARENTES 2 223 12/16/2009 - 03:58 Português
Poesia/Geral PERFEITA SINFONIA 3 162 12/09/2009 - 13:43 Português
Poesia/Aforismo NÃO PENSE PEQUENO PENSE GRANDE 2 189 12/09/2009 - 12:35 Português
Poesia/Aforismo BELEZA PLENA 3 263 12/09/2009 - 12:24 Português