CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

AS FLORES FIÉIS

Quando a gente vai embora
Desta pra outra ou pro nada
Vida certa ou vida errada
Que tanto faz nessa hora
Sempre existe alguém que chora
Mesmo até pelo pior
E no velório ao redor
Os pensamentos são tantos
Entre conversas e prantos
Preces criadas, de cór

Depois o definitivo
O nunca mais ou quem sabe
A esperança sempre cabe
Para a dor é o lenitivo
É o principal motivo
Fortificante da gente
Para que se vá em frente
Pois o tempo não dá bola
Nem tampouco dá esmola
E a quem pede é indiferente

Hora de voltar ao lar
Nada mais há pra ser feito
Dorme em seu último leito
Quem não mais vai acordar
Porém a lhe acompanhar
Tal os guardas nos quartéis
Sem oficiais, coronéis
Permanecem não pessoas
Mas as flores em coroas
Que ali vão morrer fiéis.

Sérgio da Silva Teixeira
BAGÉ/RS/BRASIL.

Submited by

sexta-feira, abril 12, 2019 - 19:07

Poesia :

No votes yet

Sérgio Teixeira

imagem de Sérgio Teixeira
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 3 dias 9 horas
Membro desde: 01/24/2011
Conteúdos:
Pontos: 401

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Sérgio Teixeira

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Geral DÉCIMAS DO MAL QUE FEZ A PAZ MUNDIAL 2 206 03/27/2020 - 01:51 Português
Poesia/Geral ANALISTA DE MIM MESMO 0 81 03/17/2020 - 14:38 Português
Poesia/Soneto SONETO DO MORTO VIVO 1 250 02/29/2020 - 03:04 Português
Poesia/Soneto SONETO DA EXPERIÊNCIA 0 266 02/17/2020 - 17:52 Português
Poesia/Soneto SONETO DO ACASO 0 102 02/07/2020 - 11:45 Português
Poesia/Geral INÚTIL SABER (DÉCIMAS) 0 248 01/22/2020 - 22:41 Português
Fotos/Pessoais LIVRO RECENTE 0 116 01/05/2020 - 14:06 Português
Fotos/Pessoais LIVRO RECENTE 0 130 01/05/2020 - 13:59 Português
Poesia/Geral AGONIA DO ANO 0 119 12/30/2019 - 00:45 Português
Poesia/Geral DEVANEIO 2 484 12/22/2019 - 12:08 Português
Poesia/Geral ADEUS À PRIMAVERA 0 295 12/22/2019 - 11:36 Português
Poesia/Geral O IDÓLATRA 0 132 11/10/2019 - 17:29 Português
Poesia/Geral RIMAS COM SINAIS 0 232 10/16/2019 - 01:35 Português
Poesia/Soneto SONETO DO SER INVISÍVEL 2 412 10/02/2019 - 23:54 Português
Poesia/Geral SUPERSTIÇÃO (SEXTA-FEIRA TREZE) 1 362 09/13/2019 - 17:22 Português
Poesia/Geral SENTIMENTOS E CORES 1 397 08/19/2019 - 13:00 Português
Poesia/Geral MEU TEMPO, MEU REINO 2 398 08/18/2019 - 19:38 Português
Poesia/Geral SOLSTÍCIO DE INVERNO 2 570 06/23/2019 - 12:42 Português
Poesia/Geral CANTO, SILÊNCIO E LIBERDADE 3 618 06/03/2019 - 12:39 Português
Poesia/Soneto SONETO AO EXPEDICIONÁRIO "SEU ZÉCA" 0 431 05/05/2019 - 14:35 Português
Poesia/Geral OS SONS DO TEMPO 0 429 04/27/2019 - 16:12 Português
Poesia/Tristeza AS FLORES FIÉIS 0 399 04/12/2019 - 19:07 Português
Poesia/Geral A ILUSÃO DE SER POETA 2 506 04/04/2019 - 19:50 Português
Poesia/Geral MUITO ALÉM DO MÊS DE ABRIL 0 429 04/02/2019 - 00:10 Português
Poesia/Geral QUANDO O SILÊNCIO AUMENTA 0 337 03/27/2019 - 12:11 Português