CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Fortuitamente

Ainda te vejo...
Não obstante, longe
No alto, ascendente
Contínua em minha órbita
Fortuitamente

Ainda te vejo...
Feito quem aguarda
Consubstancialmente
Guardado no imaginário
Seu desenho tracejado

Ainda te vejo...
E quase posso tocar
Nas cores e texturas
As nuances de cada gesto
O contorno de cada olhar
Acentuados no seu rosto
Em cada sorriso a ressaltar

Ainda te vejo...
Em cada vestígio deixado
Como algo tão desejado
De quem está aquém
Do mesmo "algo" inalcançavel

Ainda te vejo...
Inoportunamente
Com certo despeito
Num lapso, num lampejo
Ciente que nada sentes
Ainda assim te desejo

Solitário é o sonho
Infeliz é o sentimento
Longíngua é sua imagem
Que assim cabisbaixo
Ainda relembro...

_________________________________________________________

Outros poemas também encontrados juntamente no meu blog

http://carlinhoscavalcanti.blogspot.com/

Obrigado à todos

;-)

Submited by

quinta-feira, janeiro 14, 2010 - 21:15

Poesia :

No votes yet

carlfilho

imagem de carlfilho
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 4 anos 16 semanas
Membro desde: 05/25/2009
Conteúdos:
Pontos: 519

Comentários

imagem de MarneDulinski

Re: Fortuitamente

LINDO POEMA, GOSTEI MUITO!

Solitário é o sonho
Infeliz é o sentimento
Longíngua é sua imagem
Que assim cabisbaixo
Ainda relembro...

GOSTEI DE TODO O POEMA, MAS DESTACO ESSES VERSOS SUPRA, PARA EXPRESSAR MEU ENTENDIMENTO...

Meus parabéns,
Marne

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of carlfilho

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Desilusão Anticorpo 0 702 09/18/2014 - 18:09 Português
Poesia/Geral Deixa 0 762 01/30/2014 - 20:10 Português
Poesia/Tristeza A Morte do Meu Sorriso 0 811 09/12/2013 - 20:13 Português
Poesia/Geral O Número 1 485 03/15/2013 - 17:48 Português
Poesia/Geral Os animais 3 911 03/15/2013 - 17:39 Português
Poesia/Geral Parceria Eterna 2 1.306 11/27/2012 - 17:54 Português
Poesia/Geral Boa Noite 4 1.180 11/27/2012 - 16:56 Português
Poesia/Tristeza Caixeiro Viajante 1 971 11/26/2012 - 20:41 Português
Poesia/Tristeza Coração Notívago 2 1.144 11/26/2012 - 20:26 Português
Poesia/Geral Pulvi es (et pulverem reverteris) 2 1.441 11/23/2012 - 22:29 Português
Poesia/Geral A Idéia Assombra 1 1.056 11/23/2012 - 15:57 Português
Poesia/Fantasia O Misantropo 3 1.389 11/23/2012 - 15:45 Português
Poesia/Geral Isto Posto 4 842 11/21/2012 - 19:23 Português
Poesia/Paixão Desarme 1 698 11/21/2012 - 18:39 Português
Poesia/Geral Estranho Decorrer 1 889 11/20/2012 - 22:08 Português
Poesia/Amor Meu Amor Imaginário 1 764 04/20/2012 - 18:22 Português
Poesia/Soneto Soneto do Rei Álacre 0 878 01/11/2012 - 16:20 Português
Poesia/Meditação Faz toda a diferença 0 796 01/10/2012 - 15:00 Português
Poesia/Meditação Gosto Daqui... 1 721 12/16/2011 - 02:13 Português
Poesia/Amizade Adenium 0 855 12/15/2011 - 13:36 Português
Poesia/Fantasia O Tédio 0 797 12/09/2011 - 13:33 Português
Poesia/Fantasia Devida Verve 0 771 12/07/2011 - 13:16 Português
Poesia/Tristeza Asfalto 1 1.058 11/28/2011 - 19:47 Português
Poesia/Tristeza Punhais 0 810 11/28/2011 - 16:57 Português
Poesia/Fantasia Idas 0 1.149 11/08/2011 - 20:55 Português