CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Gata gótica cinco

Gata gótica cinco

 

Num deleite sensorial e febril acordaram
na aldeia da gata negra gótica e prateada.

Houve um desdobramento corpóreo que
Vi-me vivo e morto na aldeia tenebrosa dos
seus negros entes ali em fluidos presentes.

Voavam morcegos com flechas de cupido,
mais achados do que perdidos.
A negritude bela que avivava enquanto
eu a ela abraçado ainda aturdido.

Conhecia sua parte de onde a linda e
fria e gostosa havia surgido.

Flores arroxeadas, vermelhas e negras
no jardim da mansão dos anjos descaídos
afáveis e iludidos.

Minha gata gótica estava feliz perto dos
seus vivos e mortos no avesso do paraíso.

Conheci seus pais e seus irmãos, o vento
que soprava vinha dos olhos aciumados
do Sr. Goticão.

Minha sogra estava vestida de um vermelho
vivo e brilhante.
Assemelhava-se a uma cobra coral pronta pra
peleja arrepiante.

Continuei passeando pelo avesso do paraíso...

Continuo contando na gata gótica seis!!!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

http://poetadefranca.blogspot.com/
O NOVO POETA. (W.Marques).

Submited by

quinta-feira, dezembro 29, 2011 - 22:04

Poesia :

No votes yet

onovopoeta

imagem de onovopoeta
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 27 semanas 1 dia
Membro desde: 04/19/2009
Conteúdos:
Pontos: 1469

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of onovopoeta

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Pensamentos Santo do pau oco 0 560 11/03/2018 - 21:51 Português
Poesia/Geral Gemas acabrunhadas 0 202 10/19/2018 - 14:06 Português
Poesia/Geral Receio do remate 1 1.131 10/15/2018 - 16:47 Português
Poesia/Meditação Talvez um anjo 1 649 10/15/2018 - 16:46 Português
Poesia/Meditação Oscilação 1 1.287 10/15/2018 - 16:45 Português
Poesia/Geral Dito-cujo 2 425 10/15/2018 - 16:43 Português
Poesia/Geral Abstrato 2 1.084 03/15/2018 - 09:42 Português
Poesia/Amor Sobejar de paixão 2 302 03/15/2018 - 09:41 Português
Poesia/Geral Beiços de homens 1 429 02/27/2018 - 11:37 Português
Poesia/Meditação Morte e vida 1 679 02/27/2018 - 11:36 Português
Poesia/Amor Pétalas do amor 1 408 01/22/2018 - 14:58 Português
Poesia/Meditação 10 graças 1 584 05/29/2016 - 13:03 Português
Poesia/Geral Sinfônica saúde 0 629 04/22/2016 - 15:02 Português
Poesia/Geral Santas descabidas 0 684 02/21/2016 - 20:22 Português
Poesia/Amor Vinho triste 0 838 02/21/2016 - 20:20 Português
Poesia/Amor Lucidez abstrusa 0 1.329 12/24/2015 - 12:19 Português
Poesia/Geral Oportunista 0 630 11/07/2015 - 22:42 Português
Poesia/Geral Fluidos mínimos 0 637 09/23/2015 - 11:55 Português
Poesia/Geral Mortos odoríferos 0 1.091 07/21/2015 - 11:30 Português
Poesia/Amor Princesa do gueto (A morte da princesa). 0 960 06/13/2015 - 19:21 Português
Poesia/Meditação Dias encafifados 0 804 04/29/2015 - 12:07 Português
Poesia/Amor Amor de seis rimas 0 1.075 03/27/2015 - 12:29 Português
Poesia/Geral Mortos do vaso 0 929 02/15/2015 - 13:26 Português
Poesia/Amor Memórias de girasol 0 767 01/15/2015 - 11:12 Português
Poesia/Fantasia Luzes dos lampiros 0 911 12/23/2014 - 14:55 Português