CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Gata gótica quatro

Gata gótica quatro

 

 

 

Divinamente sobrenatural, chegou com o riso largo
e cianótico no ser.
Goticamente sedutora ela era autora do meu prazer
presumido em querer.

Entramos entre os entes queridos já idos ao bem e
no mal vindo.
Beijamos nos friccionamos mortos de vontade viva
do ar ir indo.

Toda de negro com adereços prateados e seu perfume
vulgar e gostoso.
Gostosa com sua roupa colada nebulosa e safada de um
beijo saboroso.

Beijo gélido com menta entre os dentes e gosto mórbido,
nosso beijo durava.
Amei amado aguentava sua energia sinistra enviada que
no desejo desmaiava.

Sugou minha energia misturava delírio real com uma
alucinada magia.

Degustou meu sabor eu amava seu ser de outro saltério
com fantasia.

Antes do ponto final eu me deleitava com seu cheiro
com seu ar gelado.
Antes do ponto final ela me acariciava com zelos e com
néctar arrepiado.

Fundimos em energia de outro lugarejo diferente dos
mortais aqui presentes.
Fomos indo com loucura da noite com prazer da orgia
dos vivos dementes.

Preparamo-nos para próximo ato, te conto depois da
Gata gótica quatro.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

http://poetadefranca.blogspot.com/
O NOVO POETA. (W.Marques).

Submited by

terça-feira, dezembro 13, 2011 - 20:06

Poesia :

No votes yet

onovopoeta

imagem de onovopoeta
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 27 semanas 2 dias
Membro desde: 04/19/2009
Conteúdos:
Pontos: 1469

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of onovopoeta

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Pensamentos Santo do pau oco 0 560 11/03/2018 - 21:51 Português
Poesia/Geral Gemas acabrunhadas 0 202 10/19/2018 - 14:06 Português
Poesia/Geral Receio do remate 1 1.131 10/15/2018 - 16:47 Português
Poesia/Meditação Talvez um anjo 1 649 10/15/2018 - 16:46 Português
Poesia/Meditação Oscilação 1 1.288 10/15/2018 - 16:45 Português
Poesia/Geral Dito-cujo 2 425 10/15/2018 - 16:43 Português
Poesia/Geral Abstrato 2 1.084 03/15/2018 - 09:42 Português
Poesia/Amor Sobejar de paixão 2 302 03/15/2018 - 09:41 Português
Poesia/Geral Beiços de homens 1 429 02/27/2018 - 11:37 Português
Poesia/Meditação Morte e vida 1 680 02/27/2018 - 11:36 Português
Poesia/Amor Pétalas do amor 1 408 01/22/2018 - 14:58 Português
Poesia/Meditação 10 graças 1 584 05/29/2016 - 13:03 Português
Poesia/Geral Sinfônica saúde 0 629 04/22/2016 - 15:02 Português
Poesia/Geral Santas descabidas 0 685 02/21/2016 - 20:22 Português
Poesia/Amor Vinho triste 0 838 02/21/2016 - 20:20 Português
Poesia/Amor Lucidez abstrusa 0 1.329 12/24/2015 - 12:19 Português
Poesia/Geral Oportunista 0 630 11/07/2015 - 22:42 Português
Poesia/Geral Fluidos mínimos 0 638 09/23/2015 - 11:55 Português
Poesia/Geral Mortos odoríferos 0 1.091 07/21/2015 - 11:30 Português
Poesia/Amor Princesa do gueto (A morte da princesa). 0 960 06/13/2015 - 19:21 Português
Poesia/Meditação Dias encafifados 0 804 04/29/2015 - 12:07 Português
Poesia/Amor Amor de seis rimas 0 1.075 03/27/2015 - 12:29 Português
Poesia/Geral Mortos do vaso 0 929 02/15/2015 - 13:26 Português
Poesia/Amor Memórias de girasol 0 768 01/15/2015 - 11:12 Português
Poesia/Fantasia Luzes dos lampiros 0 911 12/23/2014 - 14:55 Português