CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

GLÓRIA A MEU PAI

Este poema fiz para um amigo que acaba de perder o pai.
Hoje, o mesmo, vale para mim.

Para

Oswaldo Camargo de Oliveira.

* 07/08/1931 + 17/06/2012

Meu pai deu-me um
brinquedo E me ensinou a brincar,
Disse 'Vá filho,
Toma o cordão Faça
o pião rodar.'

Meu pai deu-me um livreto
E ensinou-me decifrar,
Disse 'Vá filho,
Vá os outros ensinar.'

Meu pai falou-me da juventude
E que um dia eu iria debandar,
Soltou a rédea curta,
Disse 'Vá filho,
É sua hora de voar.'

Eu e meu pai divergimos
E com respeito
Soubemos com amor acordar,
Eu já era homem
Sabia da decisão a tomar.

Meu pai me ensinou a caminhar
E escolher uma direção,
Disse 'Vá filho,
Que já não posso te acompanhar.'

Meu pai me deu conselhos
Que a meu filho
Desde o berço vou contar,
Direi  "Vá filho
Seu avô está no alto a contemplar'.

Meu pai era o pai
Que quero ser,
Descanse em paz meu velho
Estarás comigo nas noites vazias
Acordarei contigo

Em cada amanhecer.

***

Submited by

terça-feira, junho 19, 2012 - 22:56

Poesia :

Your rating: None (7 votes)

REHGGE

imagem de REHGGE
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 7 semanas 5 dias
Membro desde: 06/08/2012
Conteúdos:
Pontos: 225

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of REHGGE

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Tristeza vendavais. 0 302 12/30/2019 - 20:22 Português
Poesia/Pensamentos que poema tirar da cartola. 0 409 12/27/2019 - 01:32 Português
Poesia/Arquivo de textos sr. Jones. 0 401 12/27/2019 - 01:21 Português
Prosas/Outros sr. Jones. 0 246 12/27/2019 - 01:19 Português
Poesia/Amor além da carne e dos sentidos. 4 1.139 12/22/2019 - 15:30 Português
Ministério da Poesia/Dedicado homenagem a Júlio Saraiva, maluco, poeta e jornalista 2 3.476 12/13/2019 - 15:56 Português
Poesia/Geral um toque de sensibilidade. 1 1.043 02/28/2018 - 19:20 Português
Ministério da Poesia/Fantasia QUEM SABE SE EU TIVESSE O DOM 0 3.089 05/01/2013 - 00:17 inglês
Poesia/Erótico (in)CONCLUSO. 0 2.582 03/31/2013 - 21:11 inglês
Poesia/Erótico (in)CONCLUSO. 0 2.297 03/31/2013 - 21:11 inglês
Poesia/Intervenção bananas, ó 0 3.335 02/12/2013 - 22:08 Português
Poesia/Geral do tempo decrescente. 0 3.105 02/12/2013 - 16:59 Português
Poesia/Erótico (in)concluso. 0 2.867 02/11/2013 - 22:38 Português
Poesia/Dedicado nem só de poemas vive o poeta, mas de todo sonho possível. 0 3.017 12/15/2012 - 22:16 Português
Poesia/Amor AREALVA 0 3.304 12/01/2012 - 23:54 Português
Ministério da Poesia/Geral mãos. 0 3.064 11/24/2012 - 16:30 Português
Poesia/Geral águas passadiças. 0 3.231 11/24/2012 - 16:18 Português
Poesia/Soneto 2 sonetos ordinários numa noite não menos ordinária no Bairro do Bixiga, SP. 0 3.335 08/11/2012 - 23:34 Português
Poesia/Intervenção da corrupção. 1 3.450 08/01/2012 - 21:31 inglês
Ministério da Poesia/Soneto à face do dia. 0 3.089 07/29/2012 - 22:07 Português
Poesia/Geral O CANTO DO UIRAPURU 0 3.240 07/27/2012 - 22:27 Português
Ministério da Poesia/Desilusão FLOR DE CACTO // flor de cactus 0 3.360 07/15/2012 - 23:42 Português
Poesia/Dedicado CANÇÃO AO MEU QUERIDO BRASIL 1 2.733 07/09/2012 - 07:02 Português
Poesia/Geral Que saudade de tudo que reside em mim 0 3.004 07/06/2012 - 22:46 Português
Poesia/Soneto POR QUE A VIDA É ASSIM 0 3.130 06/29/2012 - 22:57 Português