CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Inferno dos Poetas (Parte I)

I – Analogias

Abismo suspenso
Por um fio do pensamento
Viajante acordando o Uni(verso)
Renascimento constante
Mutação e desagregação
Fragmentos da ilusão

Caminhante sobre a terra
Esperando por um lírio branco
E que a rosa rubra
Se assemelhe a um vulcão
Incendiando os caminhos da razão
E que a loucura imergente
Cubra a metafísica
De uma subtil afluente
E se espalhe como lava corrente

Que os sonhos se propaguem como tições
Livres de guarnições
E que as letras que os acendem
Sejam comuns ao mundo dos vivos
Que vivendo enfrentam a dor
De saber como é morrer
E ajuizar por tudo o que o mundo criou
De tempos a tempos

Esta primeira parte do poema,serve para participar no fórum ao desafio poético "Inferno dos Poetas"

Submited by

quarta-feira, março 3, 2010 - 17:37

Poesia :

No votes yet

ÔNIX

imagem de ÔNIX
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 7 anos 43 semanas
Membro desde: 03/26/2008
Conteúdos:
Pontos: 4027

Comentários

imagem de ÔNIX

Re: Inferno dos Poetas (Parte I) Para Todos

Um momento muito bom, foi este de poder participar no desafio proposto no Fórum do qual resultou esta primeira parte do poema

Obrigada a todos

imagem de IsabelPinto

Re: Inferno dos Poetas (Parte I)

Olá Dolores,

Adoro quando os escritos reflectem a existência do Homem e o seu amor pelos sonhos, sonhar é bom e caminhar também e se for em poemas como os teus de elevada qualidade e sentimento profundo pelas palavras que escreves ainda melhor:)

Bjs
I

imagem de LilaMarques

Re: Inferno dos Poetas (Parte I)

Ônix, minha qeurida,

"Que os sonhos se propaguem como tições
Livres de guarnições
E que as letras que os acendem
Sejam comuns ao mundo dos vivos"

É lindo demais...
Eu adoro a tua escrita!
Beijo grande.

imagem de Clarisse

Re: Inferno dos Poetas (Parte I)

Tal como já disse, é uma deleitosa viagem ler uma obra destas... Maravilhoso!! :-)

Beijo,
Clarisse

imagem de Librisscriptaest

Re: Inferno dos Poetas (Parte I)

E la vou eu, a galope da minha nuvem cada vez q te leio!
"Caminhante sobre a terra
Esperando por um lírio branco
E que a rosa rubra
Se propague como um vulcão
Incendiando os caminhos da razão"
Sublime!
Beijinho em ti!
Inês

imagem de robsondesouza

Re: Inferno dos Poetas (Parte I)

Ônix,

"Que os sonhos se propaguem como tições
Livres de guarnições
E que as letras que os acendem
Sejam comuns ao mundo dos vivos
Que vivendo enfrentam a dor
De saber como é morrer"

Somos mortais imortalizados pela escrita, apenas.

Belo texto (sem fugir do costume)!
Abraços, Robson!

imagem de Henrique

Re: Inferno dos Poetas (Parte I)

Abismo suspenso
Por um fio do pensamento
Viajante acordando o Uni(verso)
Renascimento constante
Mutação e desagregação
Fragmentos da ilusão...

Uma primeira parte genial e deixa-me em transe para ver a próxima!!!

:-)

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of ÔNIX

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Meditação Acordar da Manhã 2 1.362 03/22/2018 - 21:16 Português
Poesia/Amor Céu 2 1.348 03/14/2018 - 21:25 Português
Poesia/Meditação Vida lá fora 5 1.097 03/14/2018 - 21:24 Português
Poesia/Dedicado Saudações 2 1.608 03/01/2018 - 10:13 Português
Fotos/Corpos Rendas 1 2.590 03/27/2016 - 02:20 Português
Poesia/Meditação Selváticas Emoções 0 956 01/17/2012 - 22:36 Português
Poesia/Meditação Talvez 2 1.209 01/17/2012 - 20:35 Português
Poesia/Meditação Jardins Aquáticos 1 896 01/04/2012 - 22:07 Português
Poesia/Meditação Eram rosas os meus olhos 1 1.704 12/27/2011 - 22:48 Português
Poesia/Meditação Verdes lembranças 0 1.467 12/15/2011 - 14:50 Português
Poesia/Meditação Se eu fosse só eu 0 1.363 12/09/2011 - 10:19 Português
Poesia/Meditação Bruma Intemporal 1 1.375 12/07/2011 - 01:03 Português
Poesia/Meditação Eras 1 1.283 12/06/2011 - 20:49 Português
Poesia/Meditação Vão-se os Modos, Esvai-se o Tempo 0 890 12/01/2011 - 20:29 Português
Poesia/Meditação Pensamento invulgar 1 1.579 11/29/2011 - 23:21 Português
Poesia/Meditação Dor 0 3.741 11/24/2011 - 12:45 Português
Poesia/Meditação Extraviados 6 2.641 11/23/2011 - 11:12 Português
Poesia/Meditação Bom Dia 1 2.285 09/29/2011 - 21:16 Português
Poesia/Tristeza Um nada somente 1 1.354 09/14/2011 - 11:23 Português
Prosas/Outros Sol da Manhã 0 1.417 09/12/2011 - 09:24 Português
Poesia/Amor Nu 0 1.792 09/07/2011 - 10:07 Português
Poesia/Amor Tu 2 1.132 08/30/2011 - 00:57 Português
Poesia/Meditação Só Alma 1 1.159 08/26/2011 - 09:23 Português
Poesia/Meditação O Avesso de Mim 2 1.299 08/23/2011 - 21:26 Português
Poesia/Meditação Grãos D'Ouro 3 1.482 08/23/2011 - 21:22 Português