CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Inocência Roubada

No silêncio da noite roubaram-me
A inocência de minha alma.
Com promessas de amor e felicidade
Palavras induziram-me a entregar
O corpo para a prostituição.

O vazio da dispensa lá de casa
E o choro de meus irmãozinhos
Mistura-se com o vazio da minha alma
Na busca de prazer
Para acalmar a minha ilusão.

Na esperança de encontrar alimento
Entrego meu corpo.
Não sei se o que sinto é prazer
Ou repulsa Sinto-me no fundo do poço.

A vida é ingrata aqui nesta cidade
Não oferece alternativa de vida.
O pouco que meus pais ganham
Não dá pra comprar o pão
E as dividas estão até o pescoço.

Disseram-me que as crianças
Têm direito a brincadeira
Mas me negam a oportunidade de brincar.

Desfizeram minha inocência e minha felicidade
Nos braços imundos de homens
Que me obrigam a amar.

Poema: Odair José, Poeta Cacerense

www.odairpoetacacerense.blogspot.com

Submited by

sexta-feira, agosto 27, 2021 - 18:47

Poesia :

No votes yet

Odairjsilva

imagem de Odairjsilva
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 2 dias 9 horas
Membro desde: 04/07/2009
Conteúdos:
Pontos: 6350

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Odairjsilva

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Intervenção O que o medo diz para você 0 36 10/22/2021 - 16:45 Português
Poesia/Meditação Não eram bruxas, eram apenas mulheres 0 82 10/21/2021 - 22:28 Português
Poesia/Paixão Verdades secretas 0 42 10/21/2021 - 21:38 Português
Poesia/Meditação Conversão 0 48 10/21/2021 - 16:04 Português
Poesia/Pensamentos Doces flores que sorriem no caminho 0 104 10/20/2021 - 16:18 Português
Poesia/Pensamentos Há um lobo dentro de mim 0 117 10/19/2021 - 20:26 Português
Poesia/Tristeza Afinal eu não sou tão culpada assim 0 100 10/18/2021 - 19:32 Português
Poesia/Amor Na minh'alma só existe você 0 72 10/18/2021 - 19:29 Português
Poesia/Desilusão Tive sonhos de louco 0 65 10/16/2021 - 14:16 Português
Poesia/Meditação Espelho, espelho meu 0 61 10/15/2021 - 18:43 Português
Poesia/Tristeza Tenta esconder de todo jeito 0 138 10/14/2021 - 19:33 Português
Poesia/Amor Há um caminho a seguir 0 133 10/13/2021 - 19:16 Português
Poesia/Paixão Nunca foi nenhum segredo 0 84 10/12/2021 - 12:45 Português
Poesia/Amor No profundo coração 0 72 10/11/2021 - 13:20 Português
Poesia/Desilusão Nada pode ser mais terrível 0 271 10/09/2021 - 13:29 Português
Poesia/Intervenção Filactérios 0 135 10/06/2021 - 23:19 Português
Poesia/Alegria Cáceres, 243 anos de História 0 114 10/06/2021 - 13:51 Português
Poesia/Tristeza Eu sei que isso pode ser triste 0 134 10/05/2021 - 20:39 Português
Poesia/Dedicado Cáceres, eternamente 0 158 10/04/2021 - 21:13 Português
Poesia/Dedicado Cáceres, Cáceres, Cáceres 0 117 10/03/2021 - 18:33 Português
Poesia/Dedicado Cáceres dos meus amores 0 160 10/01/2021 - 19:27 Português
Poesia/Amor Você olha pela janela 0 106 09/30/2021 - 14:31 Português
Poesia/Fantasia Ando em ruas de paralelepípedos 0 143 09/29/2021 - 20:28 Português
Poesia/Tristeza Caminhos diferentes 0 119 09/28/2021 - 19:34 Português
Poesia/Intervenção O preconceito na Sociedade Brasileira 0 250 09/27/2021 - 19:34 Português