CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

A invenção das inverdades

Não me permita afirmar o que vejo
Pois, nada é o que parece ser.
Há uma construção de inverdades
Que corroem a inocência do meu coração.
Queria acreditar no que dizem os seus olhos
Mas, eles mentem para mim a todo instante.
Quero alcançar as nuvens
E acreditar que posso voar
E eles, simplesmente, cortam minhas asas.
Há uma angústia que permeiam minha solidão
E procuro andar pelos caminhos escuros
Onde não vejo sua presença.
Dizem que é verdade que o amor acabou
E eu não consigo acreditar nessa ilusão.
Sigo, então, meu caminho
Sem acreditar que tudo não passou de um sonho.

Poema: Odair José, o Poeta Cacerense

www.odairpoetacacerense.blogspot.com

Submited by

quarta-feira, maio 16, 2018 - 02:24

Poesia :

No votes yet

Odairjsilva

imagem de Odairjsilva
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 1 dia 41 minutos
Membro desde: 04/07/2009
Conteúdos:
Pontos: 3638

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Odairjsilva

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Meditação Controle 0 327 01/12/2016 - 20:02 Português
Críticas/Filmes Solidão e desespero do homem sem Deus – Uma análise do filme Taxi Driver 0 1.287 01/08/2016 - 19:14 Português
Poesia/Amor Uma Eternidade Numa Pequena Fração de Tempo 0 360 01/08/2016 - 19:05 Português
Poesia/Amor Como os ponteiros de um relógio 0 447 01/08/2016 - 19:03 Português
Poesia/Meditação A Pedra 0 557 01/06/2016 - 20:59 Português
Poesia/Amor A melodia de uma canção eterna 0 896 01/04/2016 - 22:03 Português
Prosas/Pensamentos Quero subir o mais alto que eu puder 0 356 12/22/2015 - 15:18 Português
Prosas/Pensamentos Vale a pena ter nascido 0 316 12/22/2015 - 15:15 Português
Poesia/Amor O que vejo em seus olhos 0 788 12/22/2015 - 15:13 Português
Poesia/Meditação Que sociedade é essa? 0 381 12/21/2015 - 20:13 Português
Poesia/Amor Que minha alma consiga expressar a razão do meu amor 0 761 12/14/2015 - 19:20 Português
Poesia/Desilusão A solidão me ajuda a caminhar 0 398 11/24/2015 - 01:07 Português
Poesia/Meditação O Doce Amargo da Tragédia 0 230 11/16/2015 - 21:49 Português
Poesia/Amor Se distante de mim você sorrir 0 569 10/28/2015 - 02:28 Português
Poesia/Pensamentos A agonia de querer ser livre 0 507 10/22/2015 - 02:30 Português
Prosas/Lembranças Poema de amor não correspondido 0 540 10/17/2015 - 02:18 Português
Poesia/Meditação Corra com os cavalos 0 427 10/16/2015 - 02:18 Português
Poesia/Meditação Tudo no mundo são sombras que passam 0 390 10/06/2015 - 15:36 Português
Poesia/Tristeza Não te encontrarei antes da noite 0 439 10/01/2015 - 02:12 Português
Poesia/Paixão Ejaculei o desejo 0 701 09/24/2015 - 18:02 Português
Poesia/Desilusão Recuso a despedir-me 0 353 09/24/2015 - 17:55 Português
Poesia/Meditação Acredite no impossível 0 395 09/24/2015 - 03:46 Português
Poesia/Tristeza Labirinto 0 513 09/23/2015 - 01:55 Português
Poesia/Fantasia A serpente entre os livros 0 752 09/21/2015 - 18:59 Português
Poesia/Amor Coração confuso 0 836 09/14/2015 - 22:13 Português