CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Inverno da Alma

Por entre folhas secas escuras pelo tempo almas vão
Na paisagem louca e acinzentada de inverno flutuam
Crepitam pensamentos d’alma chorosa e sofrida da dor
Lembranças acordam esplender de luzes brilhantes
Onde padecem as loucuras dos sentimentos vividos

Flores brancas de perfume intenso grande beleza
Cheiro de paixão e ternura ao ar da mata se joga
Gélido ar se inspira e instala é o frio do sentimento
A povoar as almas de um inverno de compaixões
Nas postas estradas da vida a mendigar sonho de amor

Sentir a morte da vida em flor de ramos secos escuros
Triste despertar de beleza se ve no sonho nascente
Descompasso do sentimento e do tempo vivido só
Pontos de luzes reluzentes brilham no céu nebuloso
Desenho traçado na piedade da paixão apagada no deserto

Sôfrego momento resplandecido na cor da vida escurecida
Portas que se trancam a sentimentos aflorados do ser
Ímpeto de paixão doida nos encantos dos amores perdidos
Na saudade mantida na força do pensar impetuoso e sofrido
Busca o perfume na louca paisagem de um inverno acinzentado
.

Submited by

sexta-feira, abril 9, 2010 - 04:02

Poesia :

No votes yet

marialds

imagem de marialds
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 2 anos 21 semanas
Membro desde: 03/31/2009
Conteúdos:
Pontos: 2887

Comentários

imagem de Henrique

Re: Inverno da Alma

Poema poderoso, escrito com os perfumes da alma!!!

:-)

imagem de NelsondePaula

Re: Inverno da Alma

Belo. E realmente triste.

imagem de angelalugo

Re: Inverno da Alma

Olá querida amiga Maria

Nossa! Que poema fantástico
fiquei aqui lendo, relendo
e vendo como pode estar a
minha alma neste instante
E saboreio cada verso que
lhe veio a alma como por
encanto...Parabéns amiga
Obrigada pela partilha
deste momento da mais
pura inspiração...

Beijinhos no coração

imagem de mariacarla

Re: Inverno da Alma

Eu poderia passar aqui um bom tempinho a comentar e escrever e passaria a divagar, divagar... e depois escreveria o comentário em forma de poesia... apenas para salientar o quanto eu gosto de ler e me espelhar nestes poemas. É que a vida passa por nós e nós por ela e nem notamos que somos nós a "flor da vida" e quando amadurecemos, a alma amadurece também e torna-se mais sensível, demasiado talvez e procuramos transmitir todos os sentimentos aos que mais amamos.

Termino não com um Inverno, mas com um beijo iluminado, porque te li. :-)

Carla

imagem de mariamateus

Re: Inverno da Alma

marialds :-)

Amo, todo aquilo que escreve!
Nem sempre comento, por falta de tempo!

Excelente poema!

adorei!!!

Sentir a morte da vida em flor de ramos secos escuro

Levo par mim!

Beijinho-luz para si!

imagem de Patrícia Taz

Re: Inverno da Alma

As folhas secas e escuras.
Tempo cinzento no longo Inverno,
crepitam luzes brilhantes, decair terno.
Lembranças loucas de almas maduras.

O nívea da paixão, jogo do mata.
Estrada de compaixão gelam mendigos.
Compassos desvividos, amores antigos,
nebuloso tempo de bodas de prata.

Sentidos sôfregos, saudade mantida.
Ímpetos doídos de odores encantados
acham-se perdidos em tempos passados.
Flor resplandescente,vida amadurecida.

Beijo sentido.

PaTaz

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of marialds

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Tristeza Separação 0 1.087 07/22/2015 - 19:11 Português
Poesia/Geral Veja 0 1.479 07/19/2014 - 02:55 Português
Prosas/Pensamentos Pensamentos 0 1.060 03/02/2014 - 01:55 Português
Prosas/Pensamentos Pensamentos 0 1.366 03/02/2014 - 01:47 Português
Prosas/Pensamentos Pensamentos 0 1.069 03/02/2014 - 01:41 Português
Prosas/Pensamentos Pensamentos 1 1.711 12/20/2013 - 20:17 Português
Prosas/Outros Frase 0 1.220 11/27/2013 - 23:50 Português
Fotos/Natureza Flores popularmente chamadas de "Damas da Noite" 0 2.078 11/27/2013 - 23:44 Português
Poesia/Geral Noite de Solidão 0 1.532 11/27/2013 - 22:23 Português
Poesia/Geral Fria Madrugada 2 1.845 11/27/2013 - 21:34 Português
Poesia/Geral Cotidiano 2 1.452 11/17/2013 - 23:57 Português
Poesia/Fantasia Ser em Sombras 0 1.099 05/11/2013 - 23:30 Português
Poesia/Geral A Flor da Pele 2 1.480 06/24/2012 - 20:48 Português
Poesia/Geral Solidão de nos Dois. 2 1.288 06/17/2012 - 19:39 Português
Poesia/Geral Passagem 0 1.088 06/17/2012 - 01:57 Português
Poesia/Geral Momentos 1 1.698 03/30/2012 - 09:04 Português
Poesia/Geral Teu Perfume 0 1.633 03/30/2012 - 04:04 Português
Poesia/Geral Espectro 0 1.350 03/30/2012 - 03:56 Português
Poesia/Geral Na Face do Menino 2 1.522 01/22/2012 - 02:59 Português
Poesia/Geral Tombados 0 1.129 01/21/2012 - 02:32 Português
Fotos/Paisagens Estrada de nuvens. 0 3.168 01/15/2012 - 21:38 Português
Poesia/Haikai Sem Titulo 0 1.499 01/15/2012 - 21:00 Português
Poesia/Haikai Sem Título 0 1.179 01/15/2012 - 20:59 Português
Poesia/Tristeza Apenas Lembranças 0 1.271 01/15/2012 - 20:56 Português
Poesia/Soneto Livro de bolso 0 2.538 09/17/2011 - 04:15 Português