CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

A JUVENTUDE PASSA

A JUVENTUDE PASSA

 

O tempo devora tudo

Eu quero subir e não subo

Devora – me os meus passos

E ajuda a partir os meus laços

 

O meu coração desafia o tempo

É jovem e não obedece ao vento

Julga – se até o mais forte

Ele desafia própria morte

 

O tempo o vai amolecendo

A pouco e pouco as forças vão morrendo

O tempo já me obriga a pensar

Com ele não se pode brincar

 

As pernas já se vão vergando

Os tempo as vai amansando

Os maus passos já são mais lentos

E já se dobram aos eternos ventos

 

Os cabelos brancos já surgindo

Parece que me vêm perseguindo

O tempo me vai fazendo compreender

Que um dia tenho de morrer

 

Onde está a minha juventude?

Ombrear com o tempo eu pude

Contra o tempo não posso lutar

Resta – me o tempo de esperar

 

 

Os tempos da ilusões acabaram

Os tempos da verdade chegaram

Amo a vida que o tempo me deu

Ainda tenho um mundo só meu

 

 2005-Estêvão

Submited by

sexta-feira, junho 15, 2012 - 10:23

Poesia :

No votes yet

José Custódio Estêvão

imagem de José Custódio Estêvão
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 8 semanas 2 horas
Membro desde: 03/14/2012
Conteúdos:
Pontos: 7732

Comentários

imagem de Adolfo

MCMXCIII

Curioso é passar a juventude feito eu tenho passado ultimamente: pensando desta mesma maneira... Desde o princípio tendo consciência de que o tempo arrasta-se sempre muito lentamente, como que para não possamos percebê-lo espreitar-se...
Não o percebemos tal a nossa própria sombra.

imagem de José Custódio Estêvão

poema

Não devemos passar o tempo sentados na cadeira do passado, temos que aproveitá-lo sendo úteis a nós próprios, porque o tempo não volta mais.
Um abraço
Estêvão

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of José Custódio Estêvão

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Geral AS ONDS DO MAR 2 357 02/24/2019 - 17:15 Português
Poesia/Fantasia O MEU NOME 0 263 12/14/2018 - 11:36 Português
Poesia/Meditação O TEMPO LEVA TUDO 0 234 09/28/2018 - 15:56 Português
Prosas/Pensamentos 34- O HOMEM 6 694 03/21/2018 - 16:04 Português
Poesia/Amor VERMELHO 0 936 09/04/2017 - 10:13 Português
Poesia/Amor UMA ORQUÍDEA PARA TI 0 918 07/17/2017 - 10:50 Português
Poesia/Meditação AS PEDRAS DOS RIOS 0 750 06/07/2017 - 09:54 Português
Prosas/Pensamentos PENSAMENTOS 34 0 1.039 05/24/2017 - 11:09 Português
Poesia/Amor AMO-TE COMO ÉS 0 1.128 05/24/2017 - 10:59 Português
Poesia/Meditação SABER SER FRELIZ 0 532 05/09/2017 - 16:51 Português
Poesia/Amizade TU 0 638 04/21/2017 - 11:52 Português
Poesia/Meditação PARA DE TE QUEIXAR 2 726 03/26/2017 - 20:34 Português
Poesia/Meditação PARA QUÊ MATAR? 5 671 03/24/2017 - 12:31 Português
Poesia/Meditação CHEGAR, VER E VENCER 0 716 03/13/2017 - 15:57 Português
Poesia/Amor BEIJOS TEUS 0 820 02/22/2017 - 11:12 Português
Poesia/Amor OLHANDO O MAR 0 637 02/08/2017 - 11:26 Português
Poesia/Amor SAUDADE 0 738 02/01/2017 - 11:29 Português
Poesia/Geral FRIO 0 573 01/26/2017 - 11:27 Português
Poesia/Geral FRIO 0 650 01/26/2017 - 11:23 Português
Poesia/Fantasia AS ONDAS DO MAR 0 696 01/11/2017 - 10:49 Português
Poesia/Meditação AMANHECEU OUTRA VEZ 0 733 01/04/2017 - 12:22 Português
Poesia/Alegria RIR 0 1.471 12/21/2016 - 10:58 Português
Poesia/Amor O BARCO DOS NOSSOS SONHOS 1 1.277 12/15/2016 - 14:05 Português
Prosas/Pensamentos PENSAMENTOS 0 747 12/07/2016 - 12:16 Português
Poesia/Amor RECORDANDO 0 635 12/07/2016 - 12:01 Português