CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

LÁGRIMAS

Lágrimas

 

 

As lágrimas nascem dos olhos não têm cor,

Elas nascem sempre do sentimento de amor,

São de todo o mundo não têm nacionalidade,

Elas são do tempo, também não têm idade,

As lágrimas são iguais em qualquer parte,

Não são brancas, pretas, amarelas, não têm arte,

Quando saem do coração alegres ou de melancolia,

As lágrimas têm dono, não têm noite nem dia.

 

 

Chorar faz bem à alma e também ao coração,

Elas morrem sempre quando caem no chão,

E delas também pode nascer uma linda flor,

As lágrimas são a seiva que brotam do amor,

Esse sentimento nobre que não tem fronteiras,

São nascidas do coração, caem sempre inteiras,

A sua fonte são os olhos que são lavados por elas,

Elas são tristes ou alegres, são sempre belas.

 

 

Quem nunca chorou, certamente olhos não tem,

As lágrimas começam cedo, no ventre da mãe,

Quando é tempo de abrirmos os olhos para a vida,

E da vida nada sabemos, logo à partida,

Para uma viagem em que choramos e rimos,

As lágrimas caem no chão e no coração sentimos,

Portanto, choremos, quando a emoção pedir,

Não prendamos as lágrimas, deixemo-las cair.

 

 

Lágrimas pretas ou brancas, não fazem sentido,

Elas não têm cor, nem religião, nem partido,

Toda a gente chora quando o coração quer,

Elas não têm cor, são de homem ou de mulher,

São todas transparentes como a fonte donde nascem,

Rolam pelo rosto, olham para o chão e caem,

Perdem-se da fonte, morrem e outras nascerão,

As lágrimas verdadeiras nascem sempre do coração.

 

 

 

Tavira, 11 de Junho de 2012-Estêvão

 

Submited by

quarta-feira, setembro 16, 2015 - 16:21

Poesia :

No votes yet

José Custódio Estêvão

imagem de José Custódio Estêvão
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 3 semanas 22 minutos
Membro desde: 03/14/2012
Conteúdos:
Pontos: 7749

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of José Custódio Estêvão

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Meditação Pensamento 0 153 12/20/2019 - 16:18 Português
Poesia/Meditação Pensamento 0 109 12/20/2019 - 16:13 Português
Poesia/Amor Três coisas 2 161 12/12/2019 - 17:00 Português
Poesia/Geral AS ONDS DO MAR 5 2.090 12/09/2019 - 12:23 Português
Poesia/Fantasia O MEU NOME 0 759 12/14/2018 - 10:36 Português
Poesia/Meditação O TEMPO LEVA TUDO 0 976 09/28/2018 - 14:56 Português
Prosas/Pensamentos 34- O HOMEM 6 1.409 03/21/2018 - 15:04 Português
Poesia/Amor VERMELHO 0 1.266 09/04/2017 - 09:13 Português
Poesia/Amor UMA ORQUÍDEA PARA TI 0 1.564 07/17/2017 - 09:50 Português
Poesia/Meditação AS PEDRAS DOS RIOS 0 1.904 06/07/2017 - 08:54 Português
Prosas/Pensamentos PENSAMENTOS 34 0 1.388 05/24/2017 - 10:09 Português
Poesia/Amor AMO-TE COMO ÉS 0 1.406 05/24/2017 - 09:59 Português
Poesia/Meditação SABER SER FRELIZ 0 838 05/09/2017 - 15:51 Português
Poesia/Amizade TU 0 951 04/21/2017 - 10:52 Português
Poesia/Meditação PARA DE TE QUEIXAR 2 1.018 03/26/2017 - 19:34 Português
Poesia/Meditação PARA QUÊ MATAR? 5 2.231 03/24/2017 - 11:31 Português
Poesia/Meditação CHEGAR, VER E VENCER 0 1.478 03/13/2017 - 14:57 Português
Poesia/Amor BEIJOS TEUS 0 1.188 02/22/2017 - 10:12 Português
Poesia/Amor OLHANDO O MAR 0 851 02/08/2017 - 10:26 Português
Poesia/Amor SAUDADE 0 1.089 02/01/2017 - 10:29 Português
Poesia/Geral FRIO 0 899 01/26/2017 - 10:27 Português
Poesia/Geral FRIO 0 941 01/26/2017 - 10:23 Português
Poesia/Fantasia AS ONDAS DO MAR 0 930 01/11/2017 - 09:49 Português
Poesia/Meditação AMANHECEU OUTRA VEZ 0 1.039 01/04/2017 - 11:22 Português
Poesia/Alegria RIR 0 1.964 12/21/2016 - 09:58 Português