CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Lembrança que Machuca

Coração de Areia
na Amazon

https://lnkd.in/ddBsEMT

Esta coletânea de poemas é uma somatória de diversos sentimentos, ora relacionados aos nossos sofrimentos individuais, ora relacionados aos sofrimentos coletivos que nos são impostos. Dentro do contexto coletivo, encontramos também uma crítica à sociedade, à política, ao descaso com o meio ambiente e um apelo à resolução das chagas do nosso mundo. Em um contexto mais individual, a autora fala sobre o amor como objeto, sobre a ingratidão, as ilusões, a perda de confiança, as divisões e cicatrizes que as pessoas provocam umas às outras e suas consequências imediatas e de longo prazo. Se tudo isso coubesse em um único coração, como ele seria? Indissociável como uma rocha ou frágil como areia? Assim como não podemos contar os grãos de areia, também são incontáveis os sentimentos cabidos dentro de um coração como esse.
 

Lembrança que Machuca

Agora que você partiu
É que eu descobri o amor
Que eu sinto por você
Rasga a alma essa dor.

Tão cedo você deixou essa vida,
E minha alma está sangrando
Nesse momento  sofredor,
O meu sonho acabou. 

O momento tão feliz
É  lembrança que machuca, 
O meu coração tão triste
Sente que perdeu a luta.

Não tem mais o teu carinho,
Não tem mais o teu abraço,
Não tem mais o teu sorriso,
Não sei mais o que eu faço. 

Essa vida nesse mundo
É um peso que eu arrasto
Cada dia mais pesado
Com os braços machucados. 

Agora que você partiu
É que eu descobri o amor
Que eu sinto por você
Rasga a alma essa dor.

Meu coração segue batendo
Suportando esse horror
De te ver partir pra sempre
Desse mundo decadente.

O momento tão feliz
É  lembrança que machuca, 
O meu coração tão triste
Sente que perdeu a luta.

Não tem mais o teu carinho,
Não tem mais o teu abraço,
Não tem mais o teu sorriso,
Não sei mais o que eu faço. 

Essa vida nesse mundo
É um peso que eu arrasto
Cada dia mais pesado
Com os braços machucados. 

Agora que você partiu
É que eu descobri o amor
Que eu sinto por você
Rasga a alma essa dor.

Submited by

domingo, julho 7, 2019 - 20:55

Poesia :

No votes yet

jamilamafra

imagem de jamilamafra
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 12 semanas 4 dias
Membro desde: 09/03/2009
Conteúdos:
Pontos: 6064

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of jamilamafra

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Desilusão O Medo das Crianças 0 1.030 11/18/2010 - 16:31 Português
Poesia/Tristeza Devastação Final 0 981 11/18/2010 - 16:31 Português
Poesia/Desilusão Milhões de Dólares 0 659 11/18/2010 - 16:31 Português
Poesia/Comédia Avós Maternos 0 759 11/18/2010 - 16:31 Português
Poesia/Comédia O Caminhão da Mudança ( CRAZY MOVE ) 0 933 11/18/2010 - 16:31 Português
Poesia/Amor A Morte do Amor 0 744 11/18/2010 - 16:31 Português
Poesia/Meditação Massacre das Bonecas 0 460 11/18/2010 - 16:31 Português
Poesia/Meditação Controvérsias 0 508 11/18/2010 - 16:32 Português
Poesia/Tristeza Almoço de Cachorro 0 862 11/18/2010 - 16:32 Português
Poesia/Desilusão O Amor Que Se Foi Com o Vento ( A Fúria da Natureza ) 0 1.006 11/18/2010 - 16:32 Português
Poesia/Tristeza Premonição Para O Futuro ( A Queda dos Asteróides ) 0 858 11/18/2010 - 16:32 Português
Poesia/Meditação Misérias Multinacionais ( Coca-Cola e a Nestlé ) 0 1.327 11/18/2010 - 16:32 Português
Poesia/Meditação TESTAMENTO DE MORTE 0 957 11/18/2010 - 16:32 Português
Poesia/Amor BENNETT MARRIAGE 0 1.710 11/18/2010 - 16:35 Português
Poesia/Tristeza A PIADA QUE EU COMECEI 0 642 11/18/2010 - 16:39 Português
Poesia/Amor VOUS OU LA MORT 0 1.157 11/18/2010 - 16:39 Português
Poesia/Comédia Quem ou o Que Você Mandaria Embora Pra Outro Planeta Bem Longe Daqui? 0 1.233 11/18/2010 - 16:39 Português
Poesia/Tristeza A DOR QUE NÃO TERMINA 0 1.099 11/18/2010 - 16:40 Português
Poesia/Amor BRAZIL, Amo-te Mesmo Assim 0 880 11/18/2010 - 16:40 Português
Poesia/Tristeza Tarde de Sábado 0 762 11/18/2010 - 16:41 Português
Poesia/Tristeza Hora do Adeus 0 1.437 11/18/2010 - 16:41 Português
Poesia/Desilusão O SEU FINGIMENTO 0 866 11/18/2010 - 16:41 Português
Poesia/Tristeza Hoje O Céu Chorou Comigo 0 938 11/18/2010 - 16:41 Português
Poesia/Amor Segredos Do Paraíso 0 775 11/18/2010 - 16:41 Português
Poesia/Tristeza OS VERSOS QUE ESCREVI QUANDO NINGUÉM SABIA ONDE EU ESTAVA 0 1.335 11/18/2010 - 16:41 Português