CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Lembranças

A canção de hoje é uma triste recordação
De um tempo que está distante no passado
E que bate a minha porta neste alvorecer.
Triste recordação talvez não seja a realidade
De tempos que foram tão bons
Mas, que apresenta lembranças difíceis de esquecer.

Seus beijos tão suaves nas noites de amor
Suas mãos a percorrer meu corpo
Enquanto estávamos deitados sob a luz do luar.
Sua voz dengosa e calma
Sussurrando palavras de esperanças futuras
Imaginando sonhos e anseios a desejar.

Seu carinho era o ardor
Que me fazia caminhar na jornada da vida
E, movia-me na direção da felicidade.
Seu entusiasmo tão comovente
Era a chama que aquecia meu inverno
E projetava-me a eternidade.

Lembranças de um tempo lindo
De sonhos construídos
Na esperança do coração.
Onde estarão seus olhos meigos
Nesta noite de angústia
Em que não consigo combater a solidão?

Solidão que me assusta
Que me mostra o quanto sou incapaz
De longe de você viver.
O amor já não está aqui
E as lembranças torturam-me impiedosamente
Onde não consigo te esquecer.

Lembranças que me conduz ao passado tão distante
De uma linda primavera
Em que juntos andávamos entre as flores do jardim.
Lembranças que me apresenta um presente
Diferente do que imaginei
Onde você não pode estar junto de mim.

Poema: Odair José, Poeta Cacerense

www.odairpoetacacerense.blogspot.com

Submited by

terça-feira, setembro 21, 2021 - 12:54

Poesia :

No votes yet

Odairjsilva

imagem de Odairjsilva
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 18 horas 34 minutos
Membro desde: 04/07/2009
Conteúdos:
Pontos: 7775

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Odairjsilva

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Amor Em busca de um sonho 3 36 05/27/2022 - 19:08 Português
Poesia/Desilusão Estou aqui se quiser me ver 3 69 05/26/2022 - 20:42 Português
Poesia/Pensamentos Tranquilidade 3 50 05/25/2022 - 18:39 Português
Poesia/Intervenção Contemplem atentamente o caos 3 62 05/24/2022 - 23:11 Português
Poesia/Intervenção Altas horas 3 62 05/23/2022 - 18:16 Português
Poesia/Intervenção Sangue nos olhos 3 111 05/23/2022 - 13:35 Português
Poesia/Intervenção Sustentabilidade 3 38 05/20/2022 - 22:22 Português
Poesia/Amor Se te amo tanto assim 3 93 05/20/2022 - 18:32 Português
Poesia/Desilusão A maior de todas as mentiras 3 56 05/19/2022 - 18:55 Português
Poesia/Pensamentos De mãos dadas com a Morte 3 121 05/18/2022 - 18:53 Português
Poesia/Pensamentos Do pensamento 3 108 05/17/2022 - 18:36 Português
Poesia/Desilusão O teu olhar 3 69 05/16/2022 - 23:29 Português
Poesia/Intervenção Destruam essa arte 3 59 05/16/2022 - 18:38 Português
Poesia/Desilusão Silenciosa sombra de solidão 3 56 05/16/2022 - 12:38 Português
Poesia/Amor Saber entender, crescer e viver 3 87 05/13/2022 - 19:25 Português
Poesia/Meditação Cantem as canções que não escrevi 3 66 05/12/2022 - 22:56 Português
Poesia/Tristeza Alma em suplício 3 54 05/11/2022 - 23:12 Português
Poesia/Meditação Feliz com sua presença 3 81 05/11/2022 - 18:42 Português
Poesia/Desilusão Insensatez 3 72 05/10/2022 - 18:37 Português
Poesia/Pensamentos Eu navegarei 3 64 05/09/2022 - 23:13 Português
Poesia/Pensamentos Fantasmas de um tempo passado 3 135 05/09/2022 - 13:28 Português
Poesia/Dedicado Mãe, o maior amor que pode existir 3 85 05/08/2022 - 20:33 Português
Poesia/Dedicado Mãe - Eu canto a ti o amor! 3 76 05/06/2022 - 23:57 Português
Poesia/Meditação Dias melhores virão 3 158 05/06/2022 - 19:01 Português
Poesia/Meditação A impossibilidade física da morte na mente de alguém que está vivo 3 82 05/05/2022 - 19:11 Português