CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Leve quanto a sombra

Leve quanto a sombra e o luar,
Lugar ao longo de meus braços,
Estrada que serpenteia, caminho
Leve quanto as sombras e o luar,

Caminhante que deixo de estrada
Ser e passo a ser caminho se destino for,
Lugar ao longo de braços meus,
Ilusão, desatino, viajante do nada,

Quanto na alma prossigo errado
ou incerto, repetindo sempre o mesmo
Ermo e desolado caminho, peito aberto,
Nem longe nem perto, sem lugar

Onde me sinta vivo, leve quanto o luar
E as sombras, murmuro num solitário
Deserto e sinto indicarem-me as estrelas
O tal símbolo ou culto ceptro ou coroa

Deles por direito, fé ou lei vulgar, ser’que
Sou, meus braços prolongando-se
Na estrada caminho, destino, enfim
Posso ver a alma, como se num poço

O Brilho, de tal símbolo culto ou oração,
Leve quanto as sombras e o luar a meio,
Submissos quanto meu coração
Perante a morte ou da noite o medo,

E que não acorde antes do fim do caminho,
Leve quanto as sombras de algum lugar
Vazio quanto eu e o luar a meio,
Caminhante que deixo de estrada ser’sendo

D’algum lugar outro ao longo destes braços,
Se meus, sendo sombra em lugar ermo, eu…

Jorge Santos (02/2017)
http://namastibetpoems.blogspot.com

Submited by

sábado, fevereiro 10, 2018 - 20:13

Poesia :

Your rating: None (1 vote)

Joel

imagem de Joel
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 2 horas 8 minutos
Membro desde: 12/20/2009
Conteúdos:
Pontos: 9555

Comentários

imagem de Joel

Leve quanto a sombra e o luar,

Leve quanto a sombra e o luar,

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Joel

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Geral Último Poema 2 924 05/25/2018 - 10:08 Português
Ministério da Poesia/Acrósticos mariposa 10 2.368 05/25/2018 - 10:08 Português
Poesia/Geral Sem glúten. 10 144 05/25/2018 - 10:06 Português
Ministério da Poesia/Geral O Gebo e o Sonho. 10 62 05/25/2018 - 10:03 Português
Ministério da Poesia/Geral Amor omisso. 10 75 05/25/2018 - 09:59 Português
Prosas/Romance State of a Dream (From Oracles to Shamans ) 20 52 05/25/2018 - 09:57 Português
Ministério da Poesia/Geral Pena ser levado a sério e ainda... 10 27 05/25/2018 - 09:54 Português
Ministério da Poesia/Geral Fabuloso, fictício ou fábula ... 10 51 05/25/2018 - 09:53 Português
Ministério da Poesia/Geral S'isto que tenho dito, fosse verdade ao menos ... 10 30 05/25/2018 - 09:51 Português
Ministério da Poesia/Geral Coroai-me de espinhos frios ... 10 28 05/25/2018 - 09:50 Português
Ministério da Poesia/Geral Sem casas não haveriam ruas ... 10 49 05/25/2018 - 09:48 Português
Ministério da Poesia/Geral Matéria é escuro e o ouro... 10 29 05/25/2018 - 09:46 Português
Ministério da Poesia/Geral Põe flores no meu quarto ou não, nenhuma ... 10 27 05/25/2018 - 09:44 Português
Ministério da Poesia/Geral Como rei deposto numa nação de rosas ... 10 27 05/25/2018 - 09:42 Português
Ministério da Poesia/Geral (Demente em contra-mão) 10 28 05/25/2018 - 09:41 Português
Poesia/Geral "Ida e volta" 10 32 05/25/2018 - 09:39 Português
Poesia/Geral Eu não digo… 10 34 05/25/2018 - 09:38 Português
Ministério da Poesia/Geral Quero o beijo antes que seja boca, 10 46 05/25/2018 - 09:36 Português
Ministério da Poesia/Geral Minha alma é um lego 10 61 05/25/2018 - 09:34 Português
Ministério da Poesia/Geral Sou pasto de fogo fácil 10 52 05/25/2018 - 09:32 Português
Ministério da Poesia/Geral Peixes ... 10 30 05/25/2018 - 09:31 Português
Poesia/Geral Nada tenho pra dizer ... 10 42 05/25/2018 - 09:30 Português
Ministério da Poesia/Geral Com'um grifo ... 10 32 05/25/2018 - 09:28 Português
Ministério da Poesia/Geral Cinza cinza ... 10 103 04/20/2018 - 16:37 Português
Ministério da Poesia/Geral Nada me faz encanto 10 46 04/20/2018 - 16:35 Português