CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Liberté

Desejo, desejo
o intelecto da felicidade.
Além de uma miragem,
escondido em um  cárcere.
Uma nova recontagem.

Sem essa rotina limitada.
Sem essa saudade autoritária.

AaaHhhh, liberdade,
Quando seus braços
irão exalar o prazer?
O orgasmo, overdose de amor.
Um êxtaseee?

Granadas de paz interior;
tiros de esperança
dizimando o opressor.

Depois de tudo isso, acordo.
É como se afundasse
o navio que estou abordo.
Naufrágio.
Trágico,
quando reflito nas aguas do desespero.
Que se focalizam
onde existe o preconceito.

Indiferença,
o pretexto sem nome.
Estou juntando fragmentos
da terceira face de um homem.
Os hectares da fome
em expansão.
-"E eu aqui me sentindo inutil,
exilado, na solidão..."

Minhas idéias permanecerão
intactas,
enquanto existir a falsidade
democrática.

Plantaram a miséria
e a consciência no menino do gueto,
na cúpula do medo.

Sobrevivi
as piores circunstâncias:
olhares, maldade, sofrimento
em abundancia.

Mas sou como a rosa
que brotou no concreto,
apesar do caule torto
tenho o fruto fértil.

Dê-me asas,
preciso voar.
Ou chame alguém para me exorcizar!
Pois, eu nunca vou parar de sonhar.

Bruno Sanctus.

Submited by

sexta-feira, novembro 15, 2013 - 16:14

Poesia :

No votes yet

Bruno Sanctus

imagem de Bruno Sanctus
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 4 anos 15 semanas
Membro desde: 04/14/2013
Conteúdos:
Pontos: 299

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Bruno Sanctus

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Pensamentos Ontogênese 1 423 05/29/2014 - 20:33 Português
Poesia/Fantasia Orpheus 0 636 03/16/2014 - 03:40 Português
Poesia/Dedicado Genitora 0 581 01/27/2014 - 02:06 Português
Prosas/Pensamentos A Máquina do Tempo 2 573 01/08/2014 - 13:58 Português
Poesia/Paixão Tarantismo 0 849 01/08/2014 - 13:51 Português
Poesia/Geral Rejuvenescido 0 783 12/09/2013 - 14:59 Português
Poesia/Geral Lembranças de Nosso Aparthaid 0 451 12/05/2013 - 14:43 Português
Poesia/Geral Liberté 0 476 11/15/2013 - 16:14 Português
Poesia/Amor Endimião e Selene 0 1.837 11/15/2013 - 15:59 Português
Poesia/Fantasia A Odisseia 0 632 11/15/2013 - 15:53 Português
Poesia/Geral Persuasão 0 610 10/30/2013 - 16:50 Português
Poesia/Fantasia {Σn+torp.[(-e)²:cen]-t√e²}= 2 1.081 10/30/2013 - 16:22 Português
Poesia/Fantasia O Eremita 0 627 10/24/2013 - 23:59 Português
Poesia/Fantasia Hiperbole 0 871 10/24/2013 - 23:45 Português
Poesia/Erótico Paixões Corruptíveis 0 1.369 10/22/2013 - 23:18 Português
Prosas/Tristeza Parque das Verdades 0 714 10/22/2013 - 23:09 Português
Poesia/Erótico Destile-me 0 646 10/22/2013 - 22:56 Português
Poesia/Geral Psicogonia 2 725 10/21/2013 - 17:21 Português
Poesia/Tristeza Decaído 0 663 10/21/2013 - 03:25 Português
Poesia/Dedicado Gaia 0 549 10/21/2013 - 03:16 Português
Poesia/Fantasia Libris Scripta 0 562 10/21/2013 - 03:07 Português
Poesia/Fantasia Desire 0 861 10/20/2013 - 04:02 Português
Prosas/Pensamentos Mentiras 0 519 10/20/2013 - 03:22 Português
Poesia/Desilusão FREAKenstein 0 489 10/20/2013 - 03:06 Português
Poesia/Fantasia Feel 0 620 10/18/2013 - 17:11 Português