CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Lusos Poetas

Para Teresa.

Fala-me Camões do salso argento;
e logo vejo e acrescento
uma nota de lamento.

Como se só lusa fosse a dor,
de tamanho se opor
à certa Leonor.

Pessoa me fala
do tamanho da alma.
É uma lágrima que cala
no meio da noite calma.

Lusos poetas. Latinos patetas.
Cantam de onde vim.
Das almas que me antecederam
nas paixões em que arderam.

Lusos poetas
da lusa poesia:
saudade e maresia
na espera de cada Maria.

Submited by

domingo, julho 5, 2009 - 02:18

Poesia :

No votes yet

fabiovillela

imagem de fabiovillela
Offline
Título: Moderador Poesia
Última vez online: há 5 anos 44 semanas
Membro desde: 05/07/2009
Conteúdos:
Pontos: 6158

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of fabiovillela

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Geral Bruxas 2 1.756 07/14/2009 - 14:56 Português
Poesia/Geral Por quem 1 1.586 07/12/2009 - 21:19 Português
Poesia/Tristeza Outono 2 1.450 07/09/2009 - 19:26 Português
Poesia/Dedicado Isabel 1 2.348 07/08/2009 - 13:08 Português
Poesia/Aforismo "Vivere Est" 2 1.591 07/07/2009 - 18:57 Português
Poesia/Geral Foto 1 1.674 07/04/2009 - 22:41 Português