CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

MAIS UM ANO




Mais um ano

 

 

Este ano novo que a vida ainda me deu,

Trouxe  - me a esperança que ainda não se perdeu,

Foi revalidada por mais um ano que acontece,

E a minha alma cheia de fé a Deus agradece.

 

Não sei o que vai acontecer até o novo ano findar,

O futuro eu não sei, do passado apenas sei recordar,

O que aconteceu para se escrever mais uma história,

Que fica gravado ainda na minha lúcida memória.

 

O passado, eu nunca deverei esquecer certamente,

Enterrá – lo não, mas sim trazê – lo comigo na minha mente,

Para aprender e não repetir os erros cometidos,

Com arrependimento dos valores ofendidos.

 

O mundo continua violento e seguramente violentado,

As mentes continuam a não olhar para o passado,

Vão repetindo os erros que vilmente aconteceram,

E muitas vidas que deviam viver não viveram.

 

O dinheiro continua a comandar vida de todos nós,

Ele só ele, simplesmente nos tira e nos dá voz,

Nos faz andar alegres ou tristes e até nos dá a cegueira,

E nos classifica em ricos ou sem eira nem beira.

 

Muitos e muitos anos certamente vão acontecer,

Mas todos nós vamos vivendo sem aprender,

Que o tempo passa e nós vamos ficando,

E a nós mesmos nos vamos enganando.

 

 

 

Tavira, 4 de Janeiro de 2010 - Estêvão

Submited by

domingo, fevereiro 3, 2013 - 14:06

Poesia :

No votes yet

José Custódio Estêvão

imagem de José Custódio Estêvão
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 17 semanas 2 dias
Membro desde: 03/14/2012
Conteúdos:
Pontos: 7749

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of José Custódio Estêvão

Tópico Títuloícone de ordenação Respostas Views Last Post Língua
Poesia/Amor AQUELES OLHOS CLAROS 0 422 01/07/2013 - 10:53 Português
Poesia/Tristeza AQUELES OLHOS TRISTES 0 659 03/02/2013 - 12:28 Português
Poesia/Dedicado AR É VIDA 0 309 04/06/2016 - 09:56 Português
Poesia/Geral ARMAS 1 817 04/16/2012 - 21:02 Português
Poesia/Tristeza ARREPENDIMENTO 0 274 06/19/2012 - 10:06 Português
Poesia/Meditação ÁRVORE DE PEDRA 0 274 05/26/2012 - 11:10 Português
Poesia/Meditação ÁRVORE DE PEDRA 0 219 04/26/2013 - 10:13 Português
Poesia/Meditação ÁRVORES 4 552 09/21/2012 - 15:14 Português
Poesia/Geral ÁRVORES 2 461 04/29/2012 - 16:46 Português
Poesia/Meditação ÁRVORES NUAS 0 452 06/22/2016 - 09:16 Português
Poesia/Intervenção AS ARMAS E OS BARÕES 2 519 04/28/2012 - 17:11 Português
Poesia/Meditação AS BOCAS SAIRAM À RUA 0 698 05/21/2014 - 15:51 Português
Poesia/Geral AS COISAS QUE EU FAÇO 0 268 09/30/2012 - 00:09 Português
Poesia/Alegria AS CORES 0 491 03/19/2013 - 11:22 Português
Poesia/Geral AS CORES ABRAÇARAM-SE 0 543 08/28/2012 - 13:58 Português
Poesia/Meditação AS DIFERENÇAS 0 995 09/24/2013 - 11:30 Português
Poesia/Meditação AS GALAS 0 307 03/29/2013 - 12:49 Português
Poesia/Alegria AS JANELAS DOS MEUS OLHOS 0 490 11/25/2012 - 14:14 Português
Poesia/Meditação AS MÃOS 0 354 01/06/2013 - 13:06 Português
Poesia/Meditação AS MINHAS ASAS 2 406 05/24/2013 - 10:06 Português
Poesia/Meditação AS MINHAS ILUSÕES 0 423 07/02/2014 - 10:46 Português
Poesia/Meditação AS MINHAS OBRAS 2 587 06/30/2013 - 14:21 Português
Poesia/Meditação AS MINHAS PALAVRAS 0 906 03/12/2013 - 11:24 Português
Poesia/Fantasia AS ONDAS DO MAR 0 1.045 01/11/2017 - 10:49 Português
Poesia/Geral AS ONDS DO MAR 5 2.394 12/09/2019 - 13:23 Português