CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Maria libera me

Virginem Mariam Sanctissimam
Respice ad peccatum
Perdidit in res transeuntes immersi vanitatum mundi
Stupefaciunt et machinis mecum
Nimia me angustiæ notitia
Turbidus incertumque quaerit qui vero mentis

Maria libera me
Da mihi plena manu congerentem
Subducit vela
Volo videre paradisum caelestem;
Ampara tui perdidit in eo obruantur,

Dualitatem partium clade me
Volo ut unum sint cum Deo,
Lumen hauriunt sensum supremum
Et dorso, quam in omnem universum.

Virgem Maria Santíssima
Olha por este pecador
Perdido no efêmero mundo das vaidades
As máquinas me atordoam
A informação excessiva me deixa tonto
Confusa mente que procura a verdade

Resgata-me Maria
Dê-me tua generosa mão
Retira os véus
Quero ver o paraíso celeste
Ampara teu filho perdido na ilusão

A dualidade me derrota
Quero ser um com Deus
Absorver a luz da consciência suprema
E mergulhar na plenitude do universo.

Submited by

sexta-feira, agosto 4, 2017 - 03:13

Poesia :

No votes yet

Jorge Blues

imagem de Jorge Blues
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 5 dias 12 horas
Membro desde: 02/14/2011
Conteúdos:
Pontos: 384

Comentários

imagem de J. Thamiel

Parabéns pela postagem em

Parabéns pela postagem em latim.
Parabéns pelo poema-oração.
Isto me trouxe boas lembranças.

J. Thamiel

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Jorge Blues

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Meditação Nunc et in hora mortis nostrae 0 47 02/10/2018 - 01:55 Português
Poesia/Meditação Todo o semblante 0 39 02/02/2018 - 22:23 Português
Fotos/Natureza Cachoeira do Poço Encantado 0 35 01/08/2018 - 14:45 Português
Poesia/Tristeza I'm a roadrunner 0 73 01/01/2018 - 19:34 Português
Poesia/Geral Um dia perfeito 2 1 80 12/02/2017 - 14:17 Português
Prosas/Cartas Senhor Governador 0 66 12/01/2017 - 20:43 Português
Poesia/Geral Run, baby, run 0 255 09/26/2017 - 00:21 Português
Prosas/Pensamentos Linguagem 0 91 09/15/2017 - 20:13 Português
Poesia/Geral Sem chance 0 297 09/14/2017 - 00:54 Português
Fotos/Natureza Sunset at Paranoa Lake 1 0 156 08/29/2017 - 22:23 inglês
Poesia/Meditação Maria libera me 1 182 08/04/2017 - 10:56 Português
Poesia/Amor O céu a programou para mim 0 168 07/24/2017 - 01:45 Português
Poesia/Meditação Gotas de ar caem no vazio da tarde 2 148 07/10/2017 - 23:35 Português
Poesia/Fantasia Relembre os velhos dias 0 189 06/19/2017 - 02:16 Português
Poesia/Geral O sol se abraça à neblina 2 189 06/07/2017 - 17:37 Português
Fotos/Natureza Natural 0 249 04/16/2017 - 21:57 Português
Poesia/Meditação Air 0 272 06/23/2016 - 22:50 Português
Poesia/Meditação Epifania 0 189 03/22/2016 - 02:42 Português
Poesia/Tristeza Nuvens 0 273 03/10/2016 - 01:13 Português
Prosas/Comédia Sobre o Paraíso Perdido 2 539 12/26/2015 - 18:03 Português
Poesia/Intervenção T. S. Eliot 0 403 12/07/2015 - 01:03 Português
Pintura/Paisagem Na Cidade e No Campo 0 681 11/04/2015 - 00:52 Português
Fotos/Cidades Alone in the car park. 0 576 11/02/2015 - 23:11 inglês
Fotos/Natureza Writing with the light 0 694 06/09/2015 - 23:44 inglês
Poesia/Meditação Deixo que a luz entre 0 405 06/01/2015 - 00:29 Português