CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

MESMO QUE O MUNDO ACABE TEREI O TEU BEIJO

Mesmo que feche os olhos consigo ver-te.

Mesmo que tape os ouvidos consigo ouvir-te.

Mesmo que não fales consigo entender-te.

Mesmo que não chores, saberei do teu sofrimento.

Mesmo que não sorris, sorrirei à tua alegria.

Mesmo que te afastes continuarás presente.

Mesmo que toda a luz se apague, continuarás a iluminar-me.

Mesmo que toda a música pare, a nossa dança continuará.

Mesmo que todas as flores murchem, sentirei sempre o teu perfume.

Mesmo que o mar congele, continuarás a ser a minha vida.

Mesmo que me atem as mãos, continuarei a acariciar-te.

Mesmo que a lua não apareça, serás o meu luar à noite.

Mesmo que o sol arrefeça, continuarei quente no teu corpo.

Mesmo que o tempo corra, demorarei a saborear bem devagar cada pedaço teu.

Mesmo que a água seque, continuarás a saciar-me a sede.

Mesmo que o pão não chegue, não me deixarás sem alimento.

Mesmo que o mundo acabe terei o teu beijo.

Mesmo que tudo, nada nos separará amor.

Para o meu Biscoito com muito amor! @_@

Submited by

segunda-feira, maio 3, 2010 - 02:46

Poesia :

No votes yet

Henrique

imagem de Henrique
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 5 anos 35 semanas
Membro desde: 03/07/2008
Conteúdos:
Pontos: 34817

Comentários

imagem de Seravat

Re: MESMO QUE O MUNDO ACABE TEREI O TEU BEIJO

Tão bonito Henrique!
Sentido!
Puro!
Verdadeiro!
Adorei!
Beijo

imagem de Betofelix

Re: MESMO QUE O MUNDO ACABE TEREI O TEU BEIJO

Um amor além da vida, além da morte, alé de tudo e todos.

É o que vi. Abraço. :-)

imagem de PeGAsuS89

Re: MESMO QUE O MUNDO ACABE TEREI O TEU BEIJO

Adorei, esta mesmo linnnnddddoooo *.*

imagem de Vilians3

Re: MESMO QUE O MUNDO ACABE TEREI O TEU BEIJO

lINDÍSSIMO!
Obrigada por este momento
Um abraço

imagem de nunomarques

Re: MESMO QUE O MUNDO ACABE TEREI O TEU BEIJO

Mágico Henrique, mágico como o amor.

Abraço
Nuno

imagem de clayton

Re: MESMO QUE O MUNDO ACABE TEREI O TEU BEIJO

Sou suspeito em comenta-lo, pois sabes o carinho imenso que tenho por tua pessoa e o quanto admiro teus escritos. Estou sempre a aprender contigo! Abraço amigo!

imagem de novidevalcosta

Re: MESMO QUE O MUNDO ACABE TEREI O TEU BEIJO

"Mesmo que feche os olhos consigo ver-te."

Muito bem colocado esse verso a respeito do amor. Pois ele, o AMOR, ver além dos sentidos fisícos.
Parabéns!

Um abraço energizado com muito amor

imagem de brunoteenager

Re: MESMO QUE O MUNDO ACABE TEREI O TEU BEIJO

O poeta serve-se bem dos recursos da linguagem e da estilística do português.

"Mesmo que toda a luz se apague, continuarás a iluminar-me".

O amigo oportuniza, como sempre, uma rica análise tanto na composição morfossintática como semântica do poema. Para isso, em ambas, temos a cúmplicidade da estrutura e a criação de um efeito de equilíbrio e organização do pensamento do poeta.

As oposições são grafadas com a escolha de uma estrutura oracional consessiva. Já na introdução dos versos, com a repetida locução "Mesmo que", há ênfase e abertura a consessões. A estratégia sintática de antecipar a questão, semanticamente falando, o elemento negativo sugere, também, o "deixar para trás os problemas" ( uma ação inconscientemente do poeta). Isso cria um efeito de maior positividade e concisão, pois o problema prescinde solução e deste modo antecipa-se a resolução pela consessividade da oração principal. Ora, se há consessões, então há solução, não é mesmo? – podemos pensar assim. Eis aí uma boa forma de enfrentar as contingências da vida. Tomamos de empréstimo essa estrutura para sempre descobrirmos, com as consessões, uma forma de ser feliz. É uma boa lógica.

O mau presidente foi eleito ( que problemão!)
Façamos, pois, uma consessão:

Mesmo que um mau presidente seja eleito, lutarei pelos meus direitos.

Resolvido?

Gostaram da ideia?

É isso aí!

Continuemos nossa análise:

A forma dizer ou expressar nosso pensamento prescinde estratégias, aqui muito bem utilizadas pelo poeta.

Observemos:

A expressão "Mesmo que" como "ainda que", LOCUÇÕES SUBORDINATIVAS introduzem a idéia de consessão.
O uso da gramática, inconsciente ou consciente, possibilita a organização do pensamento num esquema em que vemos em lados opostos o desejo do poeta e a condição suposta da realidade que ele pode enfrentar.
Na estruturação do poema isso fica bem nítido com a colocação das expressões em lados opostos, tanto o quer quer como o que não deseja. Entendeu?

Numa ótica mais aprofundada do discurso, a psicanálise, outra disciplina quepode nos auxiliar para uma análise semântica, auxilia a compreensão do texto, e possibilita uma leitura mais interessante do discurso que ele contém. O poeta, ao utilizar esse esquema morfossintático quer fazer triunfar, ao fim, o princípio do prazer¹ (oração subordinada)

O princípio da realidade (presente na oração principal), estará sempre frisado pela consessão "MESMO QUE", porque lhe permitirá a solução posposta.

Quanto ao princípio da realidade ele sugere alguns:

."a água seque".
."o tempo corra".
."o sol arrefeça"
."a luz se apague"

São coisas não desejadas e que revelam uma possibilidade de insatisfação de sua parte.

Quanto ao que lhe dá prazer, aí vão algumas situações imaginadas em sua subjetividade ( princípio do prazer):

"continuarei quente no teu corpo"
"continuarás a iluminar-me"
"nada nos separará, amor"
"demorarei a saborear bem devagar cada pedaço teu"

O princípio do prazer é revelado nas expressões, principalmente, em palavras como "Iluminar-me", "quente", "saborear", "amor".

Como poedemos observar, o poeta serve-se de uma estrutura muito peculiar, sabiamente produzida num esquema que favoreça suas intenções de sobrepujar as dificuldades impostas pela realidade da vida.

Parabéns, caro Henrique.

1 - Na psicanálise de Sigmund Freud, o princípio de prazer é o desejo de gratificação imediata. Tal desejo conduz o indivíduo a buscar o prazer e evitar a dor.

O princípio de prazer opõe-se ao princípio de realidade, o qual caracteriza-se pelo adiamento da gratificação.

Faz parte do amadurecimento normal do indivíduo aprender a suportar a dor e adiar a gratificação. Ao fazer isso o indivíduo passa a reger-se menos pelo princípio de prazer e mais pelo princípio de realidade.

Fonte Wikipédia

Aproveitemos, pois, o manancial de idéias que nos lança a web com seus recursos inimagináveis e, perincipalmente, àqueles que influenciam, positivamente, a nossa consciência. Podemos viver muito mais e melhor, adotando o princípio do prazer, com responsabilidade e afeto para com as pessoas.
O Henrique já nos mostrou como melhor olharmos para a vida.

Parabéns poeta!

imagem de Henrique

Re: MESMO QUE O MUNDO ACABE TEREI O TEU BEIJO

É uma honra a sua analise!!!

Para mim e todos em geral, é uma mais-valia!!!

Obrigado brunoteenager!!!

:-)

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Henrique

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Pensamentos DA POESIA 1 6.014 05/26/2020 - 23:50 Português
Videos/Outros Já viram o Pedro abrunhosa sem óculos? Pois ora aqui o têm. 1 38.189 06/11/2019 - 09:39 Português
Poesia/Tristeza TEUS OLHOS SÃO NADA 1 2.009 03/06/2018 - 21:51 Português
Poesia/Pensamentos ONDE O INFINITO SEJA O PRINCÍPIO 4 2.706 02/28/2018 - 17:42 Português
Poesia/Pensamentos APALPOS INTERMITENTES 0 2.594 02/10/2015 - 22:50 Português
Poesia/Aforismo AQUILO QUE O JUÍZO É 0 2.368 02/03/2015 - 20:08 Português
Poesia/Pensamentos ISENTO DE AMAR 0 4.384 02/02/2015 - 21:08 Português
Poesia/Amor LUME MAIS DO QUE ACESO 0 3.188 02/01/2015 - 22:51 Português
Poesia/Pensamentos PELO TEMPO 0 2.002 01/31/2015 - 21:34 Português
Poesia/Pensamentos DO AMOR 0 2.249 01/30/2015 - 21:48 Português
Poesia/Pensamentos DO SENTIMENTO 0 2.717 01/29/2015 - 22:55 Português
Poesia/Pensamentos DO PENSAMENTO 0 2.688 01/29/2015 - 19:53 Português
Poesia/Pensamentos DO SONHO 0 1.996 01/29/2015 - 01:04 Português
Poesia/Pensamentos DO SILÊNCIO 0 3.357 01/29/2015 - 00:36 Português
Poesia/Pensamentos DA CALMA 0 2.750 01/28/2015 - 21:27 Português
Poesia/Pensamentos REPASTO DE ESQUECIMENTO 0 2.257 01/27/2015 - 22:48 Português
Poesia/Pensamentos MORRER QUE POR DENTRO DA PELE VIVE 0 2.217 01/27/2015 - 16:59 Português
Poesia/Aforismo NENHUMA MULTIDÃO O SERÁ 0 2.174 01/26/2015 - 20:44 Português
Poesia/Pensamentos SILENCIOSA SOMBRA DE SOLIDÃO 0 3.300 01/25/2015 - 22:36 Português
Poesia/Pensamentos MIGALHAS DE SAUDADE 0 1.900 01/22/2015 - 22:32 Português
Poesia/Pensamentos ONDE O AMOR SEMEIA E COLHE A SOLIDÃO 0 1.760 01/21/2015 - 18:00 Português
Poesia/Pensamentos PALAVRAS À LUPA 0 2.767 01/20/2015 - 19:38 Português
Poesia/Pensamentos MADRESSILVA 0 1.750 01/19/2015 - 21:07 Português
Poesia/Pensamentos NA SOLIDÃO 0 2.021 01/17/2015 - 23:32 Português
Poesia/Pensamentos LÁPIS DE SER 0 2.075 01/16/2015 - 20:47 Português