CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Meu inimigo

Quando estou sozinha,
Tenho uma inimigazinha.
Quem é?
Sou eu, pois é.

Meu inimigo,
Foi outrora meu amigo.
Mas que agora me quer mal,
Assim como eu estou mal.

Porque choro tanto,
Porque sofro tanto?
Porque assim o quero,
Porque assim a minha mente o quer.

Amigos vão e vem,
Amores vão e vem,
Pessoas vão e vem,
Mas os nossos actos não.

Desci tão baixo,
Que não podia chegar mais baixo.
Desisti de viver
E tentei morrer.

Agora,
Tenho marcas das horas
Em que estava mal.
E olho para elas como algo banal.

Nunca esquecerei
Que a inimiga serei
Para mim mesma,
Sempre que o permitir na mesma.
 

Submited by

quarta-feira, março 9, 2011 - 23:01

Poesia :

No votes yet

Ana_fm

imagem de Ana_fm
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 6 anos 31 semanas
Membro desde: 03/08/2011
Conteúdos:
Pontos: 1826

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Ana_fm

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Pensamentos Vontades 0 701 03/08/2011 - 01:04 Português