CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

"Mil Rosas"

"Mil Rosas"

Não me entendo,porque tento ser tão.
Nem tentar saber o que sou.
Estou novamente me afundando em tristezas,me afundando nos meus absurdos.
Olho para trás vendo meus erros,corretos.
Escorrego nas merdas,me vejo novamente em fuga.
Corro novamente no escuro,não carrego minhas alegrias,pois agora são raras e pausadamente poucas.
Vejo no meu futuro distante,uma culpa tão grande vir me atormentar.
Ah!Quem dera eu ser perfeito,mesmo com meus trejeito cantar ao longo dos campos.
E ver no mato,ser qualquer um e jogado.
Volto com a idéia de correr pelo mundo a fora ou até ir embora sem saber quando voltar.
Ainda não entendo,se vivendo ou morrendo.
Na glória de minha vitória,poderei descansar.
Tão belo é o horizonte,com lindas e errantes.
Deitar-me-ei no colo da natureza.
Descansarei no colchão de mato verde,ser beleza impropria.
Verei meu descanso no fim do arco iris.
Pois tão belas cores te completa.
Partirei como partiu todos,pois no silêncio da morte tão sorrateira venha me surpreender.
Vou derramar meu pranto,quando no meu desencanto for me deitar.
Vou fechar meus olhinhos,ser real morrer em glória.
Cantarei em meus versos discretos minha morte,meus dons,meus gesto,pois só sabe quem fui aquele que comigo viveu.
Na morte ou na vida sorria,mostrava no rosto alegria por dentro o pranto a gritar.
Hoje sem forças descrevo a todos mil rosas um poema sem declamar.

                                                                                                            Autor:Verton Brandino Da Silva
                                                                                                                           (29/08/2011)
                                                                                                                           Colatina ES
 

Submited by

segunda-feira, setembro 5, 2011 - 18:59

Poesia :

No votes yet

Verton Brandino da Silva

imagem de Verton Brandino da Silva
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 1 semana 3 dias
Membro desde: 04/13/2011
Conteúdos:
Pontos: 721

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Verton Brandino da Silva

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Dedicado "MOÇA CHOCOLATE!" 0 280 10/08/2019 - 22:16 Português
Poesia/Pensamentos "Aos poucos!" 0 87 07/22/2019 - 22:24 Português
Poesia/Geral “Ouro de tolo!” 0 259 07/17/2019 - 23:19 Português
Poesia/Geral "Porque não? " 0 133 07/16/2019 - 23:02 Português
Poesia/Dedicado "Meu amor!" 0 115 07/10/2019 - 16:51 Português
Poesia/Pensamentos "Sarjeta!" 1 664 07/08/2019 - 09:57 Português
Poesia/Dedicado "Mulher!" 0 133 07/04/2019 - 11:16 Português
Poesia/Dedicado "Ser,herói!" 0 109 07/04/2019 - 11:09 Português
Poesia/Meditação "Segundos!" 0 107 07/04/2019 - 11:05 Português
Poesia/Geral "Contar-te-ei!" 0 136 07/02/2019 - 11:31 Português
Poesia/Pensamentos "Luar chuvoso!" 2 696 07/02/2019 - 11:15 Português
Poesia/Geral "Ditos além do saber!" 0 117 07/01/2019 - 10:58 Português
Poesia/Geral "Frio amigo!" 0 134 07/01/2019 - 10:52 Português
Poesia/Geral "Peça!" 0 306 12/09/2018 - 03:27 Português
Poesia/Fantasia “Onde estão?” 0 433 12/03/2018 - 04:09 Português
Poesia/Gótico "Pesadelo comum!" 0 281 12/03/2018 - 02:04 Português
Poesia/Meditação "Sim!" 0 435 11/27/2018 - 21:49 Português
Poesia/Pensamentos "Verbo reeditado!" 0 455 11/25/2018 - 15:26 Português
Poesia/Pensamentos "Ilusões Particulares!" 0 298 11/25/2018 - 15:22 Português
Poesia/Pensamentos "Está lá !" 0 610 08/24/2018 - 00:11 Português
Poesia/Tristeza "Para que ter pressa?" 0 493 05/08/2018 - 04:58 Português
Poesia/Dedicado "Eu vi!" 0 572 05/06/2018 - 13:00 Português
Poesia/Geral "De que serve?" 0 376 05/06/2018 - 12:57 Português
Poesia/Comédia "Apenas uma comedia!" 0 496 04/23/2018 - 01:01 Português
Poesia/Gótico "Não chorem!" 0 413 04/22/2018 - 18:43 Português