CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

AS MINHAS ILUSÕES

                                                                                                                   As minhas ilusões          

 

 

Ai ilusões, ilusões, ajudem-me sempre a viver,

Porque a realidade, por vezes, é dura de se ver,

E assim, a minha vida vai vivendo em sintonia,

Com a minha vivência vendo a noite e a luz do dia,

E um dia encontrei o caminho que penso que é o meu,

Bati à sua porta e então ele me respondeu:

Entra, este é o teu caminho que vais andar, vem, sou eu.

 

Sem medo e confiante, entrei com a sua permissão,

E nele comecei a dar os primeiros passos, não disse que não,

O princípio que ele me mostrou, foi duro de roer,

Mas eu entrei nele com toda a minha vontade de vencer,

Atravessei vales e montanhas e, cardos que me picavam,

O sangue escorria mas as feridas sempre se curavam.

 

A realidade era dura mas a minha vontade ainda era mais forte,

Mais forte ainda do que a minha inteligência e a morte,

Nunca desisti, caminhei sempre em frente, sem medo,

Porque confiei na verdade do meu caminho sempre ledo,

E então de vez em quando as ilusões me perguntavam:

Queres a nossa companhia e assim me falavam.

 

Com as minhas ilusões e a realidade dura como a fome que vi,

Eu fui vencendo aqui e ali, com dúvidas e nunca desisti,

Por isso, as minhas ilusões fazem-me sempre tanta falta,

Para que a minha esperança não se perca, seja alta,

Como a mais alta montanha escabrosa que tive de subir,

Sem nunca a minha mente pensar em ter vontade de desistir.

 

Hoje, tenho o meu caminho já quase percorrido,

Com muito orgulho de na vida ter sempre vencido,

Com a minha tenacidade por tal saltado do meu abismo,

Com toas as minhas forças, as ilusões e o meu estoicismo,

E por isso, aqui estou, orgulhoso mas não sou herói nas humano,

Sou eu mesmo que tenho o meu e por isso me sinto ufano.

 

Agora o tempo das minhas ilusões já acabou,

Enfrento agora a realidade que sempre o tempo me mostrou,

A certeza que estou vivo e que um dia me vou deixar,

De ter as minhas ilusões quando deixar de cá andar,

Mas enquanto isso não acontecer, alegremente eu viverei,

E o passado de toda a minha história de vida recordarei.

 

 

Tavira, 24 de Dezembro de 2011-Estêvão

Submited by

quarta-feira, julho 2, 2014 - 10:46

Poesia :

No votes yet

José Custódio Estêvão

imagem de José Custódio Estêvão
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 8 semanas 2 dias
Membro desde: 03/14/2012
Conteúdos:
Pontos: 7732

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of José Custódio Estêvão

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Geral AS ONDS DO MAR 2 376 02/24/2019 - 17:15 Português
Poesia/Fantasia O MEU NOME 0 268 12/14/2018 - 11:36 Português
Poesia/Meditação O TEMPO LEVA TUDO 0 249 09/28/2018 - 15:56 Português
Prosas/Pensamentos 34- O HOMEM 6 700 03/21/2018 - 16:04 Português
Poesia/Amor VERMELHO 0 939 09/04/2017 - 10:13 Português
Poesia/Amor UMA ORQUÍDEA PARA TI 0 923 07/17/2017 - 10:50 Português
Poesia/Meditação AS PEDRAS DOS RIOS 0 750 06/07/2017 - 09:54 Português
Prosas/Pensamentos PENSAMENTOS 34 0 1.041 05/24/2017 - 11:09 Português
Poesia/Amor AMO-TE COMO ÉS 0 1.129 05/24/2017 - 10:59 Português
Poesia/Meditação SABER SER FRELIZ 0 533 05/09/2017 - 16:51 Português
Poesia/Amizade TU 0 640 04/21/2017 - 11:52 Português
Poesia/Meditação PARA DE TE QUEIXAR 2 727 03/26/2017 - 20:34 Português
Poesia/Meditação PARA QUÊ MATAR? 5 685 03/24/2017 - 12:31 Português
Poesia/Meditação CHEGAR, VER E VENCER 0 717 03/13/2017 - 15:57 Português
Poesia/Amor BEIJOS TEUS 0 822 02/22/2017 - 11:12 Português
Poesia/Amor OLHANDO O MAR 0 638 02/08/2017 - 11:26 Português
Poesia/Amor SAUDADE 0 738 02/01/2017 - 11:29 Português
Poesia/Geral FRIO 0 581 01/26/2017 - 11:27 Português
Poesia/Geral FRIO 0 652 01/26/2017 - 11:23 Português
Poesia/Fantasia AS ONDAS DO MAR 0 698 01/11/2017 - 10:49 Português
Poesia/Meditação AMANHECEU OUTRA VEZ 0 734 01/04/2017 - 12:22 Português
Poesia/Alegria RIR 0 1.474 12/21/2016 - 10:58 Português
Poesia/Amor O BARCO DOS NOSSOS SONHOS 1 1.279 12/15/2016 - 14:05 Português
Prosas/Pensamentos PENSAMENTOS 0 747 12/07/2016 - 12:16 Português
Poesia/Amor RECORDANDO 0 648 12/07/2016 - 12:01 Português