CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

MORRER DE AMOR VIVENDO

 

Morrer de amor vivendo

 

 

É tão bom morrer de amor e continuar vivendo,

Morrer de amor, é viver simplesmente convivendo,

Com quem se ama dando o nosso amor e esperar,

Que se receba de volta também amor e chorar,

De contentamento e as lágrimas não caiam no chão,

Sejam bebidas para alimentar o coração.

 

Quando se morre de amor, este amor nunca morre,

Vai-se vivendo com ele, para nós sempre corre,

Pode-se dar abraços e beijos para viver ainda melhor,

E assim podemos viver morrendo de amor,

A nossa alma rejuvenesce em qualquer idade,

E nos vai indicando o caminho para a felicidade.

 

É tão bom morrer de amor e continuar vivendo,

Desde o nascer, mas o amor continua crescendo,

E toda a vida podemos amar e olhar pela janela,

Que o amor vai vivendo, servindo de sentinela,

Para guardar o amor que não sai sem querer,

E assim morrendo de amor podemos viver.

 

O amor é lindo, como as flores mais belas de um jardim,

Mas ao amor não é preciso dizer sempre que sim,

O amor também precisa de vez em quando de um não,

Quando quer ficar doente do próprio coração,

Porque é bom morrer de amor quando se vai vivendo,

Quando ele é verdadeiro e o amor se vai entendendo.

 

Não são precisas palavras, elas só por si não têm valor

É pelos exemplos que damos que mostramos amor,

E assim vamos aprendendo a saber quem nos quer bem,

Como acontece com o maior amor do mundo, o de mãe,

Com este amor aprende-se a morrer de amor vivendo,

E a vida será um constante amor sempre ardendo.

 

É tão bom morrer de amor e continuar vivendo,

Tem um sabor a mel que a vida nos vai dizendo,

Para continuar assim porque tem um sabor diferente,

Que faz vibrar o coração e a alma da gente,

Quando se deixa entrar o amor ardendo,

Porque é tão bom morrer de amor e continuar vivendo.

 

 

Tavira, 2 de Março de 2011 - Estêvão

 

 

Submited by

sexta-feira, março 23, 2012 - 11:43

Poesia :

No votes yet

José Custódio Estêvão

imagem de José Custódio Estêvão
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 9 semanas 1 dia
Membro desde: 03/14/2012
Conteúdos:
Pontos: 7749

Comentários

imagem de KeilaPatricia

Muito bom... Bjs na

Muito bom...

Bjs na alma,

Keila... .....)...(@

:)

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of José Custódio Estêvão

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Meditação Pensamento 0 233 12/20/2019 - 17:18 Português
Poesia/Meditação Pensamento 0 147 12/20/2019 - 17:13 Português
Poesia/Amor Três coisas 2 209 12/12/2019 - 18:00 Português
Poesia/Geral AS ONDS DO MAR 5 2.207 12/09/2019 - 13:23 Português
Poesia/Fantasia O MEU NOME 0 799 12/14/2018 - 11:36 Português
Poesia/Meditação O TEMPO LEVA TUDO 0 1.022 09/28/2018 - 15:56 Português
Prosas/Pensamentos 34- O HOMEM 6 1.510 03/21/2018 - 16:04 Português
Poesia/Amor VERMELHO 0 1.293 09/04/2017 - 10:13 Português
Poesia/Amor UMA ORQUÍDEA PARA TI 0 1.721 07/17/2017 - 10:50 Português
Poesia/Meditação AS PEDRAS DOS RIOS 0 2.081 06/07/2017 - 09:54 Português
Prosas/Pensamentos PENSAMENTOS 34 0 1.508 05/24/2017 - 11:09 Português
Poesia/Amor AMO-TE COMO ÉS 0 1.522 05/24/2017 - 10:59 Português
Poesia/Meditação SABER SER FRELIZ 0 877 05/09/2017 - 16:51 Português
Poesia/Amizade TU 0 997 04/21/2017 - 11:52 Português
Poesia/Meditação PARA DE TE QUEIXAR 2 1.054 03/26/2017 - 20:34 Português
Poesia/Meditação PARA QUÊ MATAR? 5 2.281 03/24/2017 - 12:31 Português
Poesia/Meditação CHEGAR, VER E VENCER 0 1.590 03/13/2017 - 15:57 Português
Poesia/Amor BEIJOS TEUS 0 1.251 02/22/2017 - 11:12 Português
Poesia/Amor OLHANDO O MAR 0 887 02/08/2017 - 11:26 Português
Poesia/Amor SAUDADE 0 1.274 02/01/2017 - 11:29 Português
Poesia/Geral FRIO 0 968 01/26/2017 - 11:27 Português
Poesia/Geral FRIO 0 1.031 01/26/2017 - 11:23 Português
Poesia/Fantasia AS ONDAS DO MAR 0 965 01/11/2017 - 10:49 Português
Poesia/Meditação AMANHECEU OUTRA VEZ 0 1.105 01/04/2017 - 12:22 Português
Poesia/Alegria RIR 0 2.022 12/21/2016 - 10:58 Português