CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Morte

Vejo tua face branca esvanecida de dor
Teu espectro caminha sem destino
Vaga a busca de um lugar, mais ameno
Parece tudo acabado
Tua luta foi em vão
Vejo em tua a face do horror
A procura da saída e da volta
A desesperança ocupa teu ser
Abatido frente tal furor nunca conhecido
Mas sempre temido e esperado
Vejo face da espera uma espera sofrida
Sem esperança sem volta ao caminho antes andado
Desespero, medo de nada adianta
Tentas guardar em ti a resignação
Tem horas que te surpreendo em oração
Vejo tua face de desdém, deboche e desapego
Tem horas que te enxergo com sorriso
De superioridade, de estares partindo
E me deixando infeliz a chorar
Procuro pensar que é apenas um descanso
Vejo tua face serena e pálida
O pavor desaparece, pareces tranquilo
Partiste e me deixaste só
Sem tua face querida a vida é diferente
Só procuro o porquê e não encontro a razão
Vejo simplesmente tu face de partida
Branca esvanecida e sem vida

Submited by

quarta-feira, maio 13, 2009 - 02:19

Poesia :

No votes yet

marialds

imagem de marialds
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 2 anos 36 semanas
Membro desde: 03/31/2009
Conteúdos:
Pontos: 2886

Comentários

imagem de Henrique

Re: Morte

Um espectro nas vagas do desconhecido!!!

Bom texto!!!

:-)

imagem de Poetaminas

Re: Morte

Esta é a face da morte, serena e pálida, branca e sem vida.
É a mais triste, mas aquela que encontra agora o caminho para a eternidade. beijos

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of marialds

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Tristeza Separação 0 1.175 07/22/2015 - 20:11 Português
Poesia/Geral Veja 0 1.818 07/19/2014 - 03:55 Português
Prosas/Pensamentos Pensamentos 0 1.150 03/02/2014 - 02:55 Português
Prosas/Pensamentos Pensamentos 0 1.441 03/02/2014 - 02:47 Português
Prosas/Pensamentos Pensamentos 0 1.177 03/02/2014 - 02:41 Português
Prosas/Pensamentos Pensamentos 1 1.807 12/20/2013 - 21:17 Português
Prosas/Outros Frase 0 1.301 11/28/2013 - 00:50 Português
Fotos/Natureza Flores popularmente chamadas de "Damas da Noite" 0 2.263 11/28/2013 - 00:44 Português
Poesia/Geral Noite de Solidão 0 1.608 11/27/2013 - 23:23 Português
Poesia/Geral Fria Madrugada 2 2.012 11/27/2013 - 22:34 Português
Poesia/Geral Cotidiano 2 1.575 11/18/2013 - 00:57 Português
Poesia/Fantasia Ser em Sombras 0 1.258 05/12/2013 - 00:30 Português
Poesia/Geral A Flor da Pele 2 1.688 06/24/2012 - 21:48 Português
Poesia/Geral Solidão de nos Dois. 2 1.400 06/17/2012 - 20:39 Português
Poesia/Geral Passagem 0 1.190 06/17/2012 - 02:57 Português
Poesia/Geral Momentos 1 1.795 03/30/2012 - 10:04 Português
Poesia/Geral Teu Perfume 0 1.699 03/30/2012 - 05:04 Português
Poesia/Geral Espectro 0 1.436 03/30/2012 - 04:56 Português
Poesia/Geral Na Face do Menino 2 1.644 01/22/2012 - 03:59 Português
Poesia/Geral Tombados 0 1.232 01/21/2012 - 03:32 Português
Fotos/Paisagens Estrada de nuvens. 0 3.283 01/15/2012 - 22:38 Português
Poesia/Haikai Sem Titulo 0 1.578 01/15/2012 - 22:00 Português
Poesia/Haikai Sem Título 0 1.246 01/15/2012 - 21:59 Português
Poesia/Tristeza Apenas Lembranças 0 1.366 01/15/2012 - 21:56 Português
Poesia/Soneto Livro de bolso 0 2.625 09/17/2011 - 05:15 Português