CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Não acredito no eco dos trovões

Suas palavras são vazias
Ferem o meu coração
Quando dizia que me amava
Longe de mim estava seu pensamento
E eu fiquei sozinho.

Não acredito no eco dos trovões
Quando são ameaçadores
Quase sempre não acontece nada
A chuva nem mesmo aparece
Apenas a sensação de pavor.

Você gritou aos quatro ventos
Falou o que tinha na alma
E eu quase acreditei nas promessas
Que hoje sei não valem nada
E sigo assim sem destino algum.

Essas palavras nunca foram confiáveis
Mas eu sempre acreditei
Sempre tive esperança de dias melhores
Isso é coisa de quem ama cegamente
Não consegue ver a realidade.

O eco dos trovões enganam
Nunca acontece o que prometem
São levados pelos ventos
Se perdem na imensidão
Assim como a esperança do meu coração.

Quero agora descansar
Deixarei de em você pensar
A vida deve ser como um dia de sol
Sem o barulho dos trovões
Porque não acredito mais nos ecos deles.

Poema: Odair José, Poeta Cacerense

www.odairpoetacacerense.blogspot.com

Submited by

quarta-feira, abril 6, 2022 - 19:58

Poesia :

No votes yet

Odairjsilva

imagem de Odairjsilva
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 4 horas 10 minutos
Membro desde: 04/07/2009
Conteúdos:
Pontos: 8392

Comentários

imagem de Odairjsilva

Visitem os

imagem de Odairjsilva

Visitem os

imagem de Odairjsilva

Visitem os

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Odairjsilva

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Meditação Um casamento entre o céu e o inferno 3 43 08/13/2022 - 14:59 Português
Poesia/Desilusão No canto silencioso do coração 3 35 08/12/2022 - 20:15 Português
Poesia/Intervenção A escória da humanidade 3 62 08/11/2022 - 20:18 Português
Poesia/Desilusão Perdido nas ruas 3 105 08/10/2022 - 19:49 Português
Poesia/Pensamentos Poesia, melodia e fantasia 3 67 08/09/2022 - 23:48 Português
Poesia/Desilusão Vacilo 3 48 08/09/2022 - 19:55 Português
Poesia/Amor Onde está meu coração 3 87 08/08/2022 - 13:22 Português
Poesia/Meditação A Solidão e o Cativeiro 3 83 08/05/2022 - 19:59 Português
Poesia/Intervenção Realidade inquietante 3 81 08/04/2022 - 20:55 Português
Poesia/Desilusão Que essa ilusão morra enquanto ainda é esperança 3 106 08/03/2022 - 20:40 Português
Poesia/Amor Deixei a tarde para você 3 62 08/02/2022 - 19:04 Português
Poesia/Meditação Calmaria para o coração 3 147 08/01/2022 - 12:56 Português
Poesia/Desilusão A morte é só pedra do esquecimento 3 151 07/30/2022 - 12:48 Português
Poesia/Amor Te amei sem que eu o soubesse 3 205 07/29/2022 - 13:56 Português
Poesia/Desilusão Tento voar 3 62 07/28/2022 - 15:15 Português
Poesia/Intervenção Escravos Institucionalizados 3 105 07/27/2022 - 13:34 Português
Poesia/Amor E se eu não conseguir ler 3 133 07/25/2022 - 19:17 Português
Fotos/Artes Dia Nacional do Escritor 0 47 07/25/2022 - 12:48 Português
Poesia/Amor Quando aprendi a te amar 3 120 07/23/2022 - 13:58 Português
Poesia/Intervenção Em uma rua qualquer de algum lugar 3 102 07/22/2022 - 13:19 Português
Poesia/Intervenção Para onde caminha a humanidade? 3 289 07/21/2022 - 12:49 Português
Poesia/Meditação O melhor presente 3 96 07/20/2022 - 14:31 Português
Poesia/Intervenção A miséria que vira rotina 3 159 07/19/2022 - 22:09 Português
Poesia/Intervenção A metamorfose do futuro 3 315 07/19/2022 - 13:57 Português
Poesia/Amor No peito um coração que sorria 3 115 07/18/2022 - 22:33 Português