CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Nada pode ser mais terrível

O que fazer para que possa entender
As razões de não poder esquecer
Uma fagulha intensa que ainda brilha no coração
E faz parte do pensamento cotidiano
E mesmo dos sonhos
Nas madrugadas que não posso dormir.

Nada pode ser mais terrível
Do que um coração que não saiba o que é o amor
Que não sinta suas raízes
Nem o vento tocando o rosto da esperança.

Quando o coração sente o impacto
Como se fora atingido por um raio
A vida passa a existir paralelamente
Na dimensão de um mundo superior
Que os mortais sentem muitas dificuldades.

Bucolicamente vejo o dia se esvaindo
Junto a ele a esperança
De ver os seus olhos meigos e serenos
Que sempre deram razão ao coração
De poder sonhar com o amor
Que não passou de uma triste ilusão.

Poema: Odair José, Poeta Cacerense

www.odairpoetacacerense.blogspot.com

Submited by

sábado, outubro 9, 2021 - 13:29

Poesia :

No votes yet

Odairjsilva

imagem de Odairjsilva
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 23 horas 10 minutos
Membro desde: 04/07/2009
Conteúdos:
Pontos: 7711

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Odairjsilva

Tópico Título Respostasícone de ordenação Views Last Post Língua
Poesia/Amor O vento que se transforma em sussurro 3 98 04/13/2022 - 19:38 Português
Poesia/Pensamentos O vazio do esquecimento 3 215 04/09/2022 - 14:40 Português
Poesia/Fantasia Eu queria ir com as aves 3 160 04/11/2022 - 12:33 Português
Poesia/Amor O amor quando chega em silêncio 3 121 04/12/2022 - 18:38 Português
Poesia/Dedicado Duas ou três coisas que eu sei dela 3 104 04/07/2022 - 19:45 Português
Poesia/Intervenção Trabalhador 3 164 04/08/2022 - 20:12 Português
Poesia/Intervenção Pare de agradar os ingratos 3 133 04/06/2022 - 22:57 Português
Poesia/Intervenção Não acredito no eco dos trovões 3 160 04/06/2022 - 19:59 Português
Poesia/Alegria A vida é um dom de Deus 3 108 04/05/2022 - 19:31 Português
Poesia/Amor As marcas do tempo 3 127 04/03/2022 - 19:44 Português
Poesia/Paixão Preso ao desejo 3 117 04/04/2022 - 13:03 Português
Poesia/Desilusão O tempo passou 3 170 04/01/2022 - 19:42 Português
Poesia/Pensamentos Primeiro eu tive que morrer 3 134 03/31/2022 - 21:05 Português
Poesia/Desilusão Tropeço 3 110 03/30/2022 - 18:55 Português
Poesia/Amor Fale tudo e não esconda nada 3 162 03/29/2022 - 16:08 Português
Poesia/Alegria Não sinta medo de viver 3 229 03/28/2022 - 13:53 Português
Poesia/Fantasia Compêndio narrativo de um peregrino em uma vila de antigamente 3 135 03/27/2022 - 22:12 Português
Poesia/Amor Suspiros Poéticos e Saudades 3 126 03/26/2022 - 13:37 Português
Poesia/Meditação O lobo do homem 3 162 03/26/2022 - 00:32 Português
Poesia/Intervenção Não há justificativas 3 157 03/25/2022 - 19:12 Português
Poesia/Amor Na ilusão da eternidade 3 99 03/24/2022 - 18:40 Português
Poesia/Amor Eles contam histórias 3 177 03/23/2022 - 20:21 Português
Poesia/Paixão O nome desse sentimento é paixão 3 113 03/22/2022 - 18:59 Português
Poesia/Paixão O amor na noite do tempo 3 128 03/23/2022 - 03:05 Português
Poesia/Intervenção Nada pode impedir o seu caminhar 3 129 03/21/2022 - 13:12 Português