CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Nada termina para sempre

Nuvens que deslizam pelo infinito
Que sorriem do vento
Brincando de correr pelo espaço
Enquanto jogam sombras nos campos e montanhas
Onde estão as flores perdidas no tempo.

Um sonho não pode jamais acabar
Quando se sabe para onde está indo
Os conselhos servem como âncoras
Nos momentos de incertezas da alma
Porque somos peregrinos em terras estranhas.

Não posso ficar apenas escutando os lamentos
Dos que sofrem pelas sarjetas da vida
Preciso que ouçam a voz do silêncio
Que vejam o deslizar das nuvens
E acreditem que os sonhos possam ser realizados.

O mundo pode ser um lugar hostil e assustador
Mas pode, também, ser o lar dos infelizes
Pode abrir as portas de oportunidades
Onde as flores podem ser vistas e apreciadas
Por olhos cheios de esperança.

Nada termina para sempre
Há sempre um novo recomeço se acreditarmos
Se quisermos alcançar a vitória
Devemos olhar a persistência das nuvens
Que brincam com as nuvens e admira o sol.

Creia que seu lugar é aqui
Que sua vida faz sentido para essa engrenagem
Que os sonhos em seus pensamentos
São alicerces para um futuro melhor
Quando deixares sua luz expandir de você.

Poema: Odair José, Poeta Cacerense

www.odairpoetacacerense.blogspot.com

Submited by

sábado, outubro 1, 2022 - 13:36

Poesia :

No votes yet

Odairjsilva

imagem de Odairjsilva
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 12 horas 13 minutos
Membro desde: 04/07/2009
Conteúdos:
Pontos: 9097

Comentários

imagem de Odairjsilva

Visitem os

imagem de Odairjsilva

Visitem os

imagem de Odairjsilva

Visitem os

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Odairjsilva

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Desilusão Meu coração que se foi 3 33 12/01/2022 - 10:28 Português
Poesia/Intervenção A solidão dos vivos 3 46 11/30/2022 - 10:25 Português
Poesia/Meditação Ele veio por nós 3 40 11/29/2022 - 21:33 Português
Poesia/Meditação Deus é bom! 26 122 11/29/2022 - 17:28 Português
Poesia/Desilusão Falta de você 3 25 11/27/2022 - 10:23 Português
Poesia/Paixão Paixão indescritível no ar 3 38 11/26/2022 - 10:33 Português
Poesia/Paixão Cortinas 3 39 11/25/2022 - 13:12 Português
Poesia/Pensamentos Demiurgos escondidos 3 42 11/24/2022 - 22:50 Português
Poesia/Geral Ratos de esgoto 3 57 11/23/2022 - 23:51 Português
Poesia/Desilusão Essa noite não dormi 3 42 11/23/2022 - 18:41 Português
Poesia/Pensamentos Muito mais do que tudo isso que digo agora 3 64 11/23/2022 - 01:20 Português
Poesia/Intervenção Flagelo 3 127 11/21/2022 - 11:06 Português
Poesia/Alegria Copa do Mundo de Futebol 3 57 11/20/2022 - 11:02 Português
Poesia/Meditação Ser Negro 3 97 11/20/2022 - 10:59 Português
Poesia/Desilusão Uma temporada no Inferno 3 57 11/19/2022 - 13:12 Português
Poesia/Meditação Passos impensados 3 86 11/18/2022 - 19:04 Português
Poesia/Desilusão Atraído pela ilusão 3 105 11/17/2022 - 18:46 Português
Poesia/Desilusão Outra noite 3 82 11/16/2022 - 18:24 Português
Poesia/Amor A ilusão criada pelo olhar 3 121 11/15/2022 - 11:05 Português
Poesia/Amor Não sabia o que fazer de mim 3 141 11/14/2022 - 10:42 Português
Poesia/Aniversários 49 3 71 11/13/2022 - 10:44 Português
Poesia/Intervenção Conexão 3 92 11/12/2022 - 19:14 Português
Poesia/Intervenção Corrupção 3 179 11/11/2022 - 13:20 Português
Poesia/Desilusão Pode seguir seu destino 3 54 11/11/2022 - 12:09 Português
Poesia/Amor Amor... Não de palavras 3 51 11/09/2022 - 18:24 Português