CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Natal, violino e o homem

Faces pálidas
e mãos esquálidas
aplaudem o violinista
e pedem que a dor lhe assista.

O Homem e sua melodia
preenchem o saguão.
Preenchem cada vão
e angústias se escondem no desvão.

O dor muda de lugar
porque a fila anda,
mas já é frágil,
como flor na guirlanda.

A morte já não é eminente.
Alguns, acreditam-na ausente.
E quase todos,
que viver é mais urgente.

Dedicado ao Homem, que com seu violino, espalhou-nos
um pouco de Natal.

Submited by

quarta-feira, dezembro 16, 2009 - 00:58

Poesia :

No votes yet

fabiovillela

imagem de fabiovillela
Offline
Título: Moderador Poesia
Última vez online: há 5 anos 33 semanas
Membro desde: 05/07/2009
Conteúdos:
Pontos: 6158

Comentários

imagem de Conchinha

Re: Natal, violino e o homem

Feliz quem tem o dom de espalhar felicidade.
Fê-lo o violinista.
Fizeste-o tu.
Abraço

imagem de CarmenLuMiranda

Re: Natal, violino e o homem

"A morte já não é eminente.
Alguns, acreditam-na ausente.
E quase todos,
que viver é mais urgente."

Muito verdadeiro!

Abraços

imagem de cecilia

Re: Natal, violino e o homem

Pai,

Agradeça ao violinista por mim. Que ele possa espalhar a vida e alegria sempre.

Parabens por tua dedicatória.
Bjs
Sua Filha

imagem de MarneDulinski

Re: Natal, violino e o homem

LINDO, LINDO!
VIOLINO SEMPRE É LINDO COM SUA MÚSICA, EM QUALQUER SITUAÇÃO, EM QUALQUER LUGAR QUE É TOCADO, ENCANTADO FICA O MESMO!
Meus parabéns,
MarneDulinski

imagem de RobertoEstevesdaFonseca

Re: Natal, violino e o homem

Com a música, no caso tirada do violino, o homem pode viabilizar um pouco as tensões do dia-a-dia, e com isso enfeitar muito mais o Natal.

Ótimo poema.

Um abraço,
REF

imagem de Gisa

Re: Natal, violino e o homem

De uma sensibilidade linda!! Abraços

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of fabiovillela

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Tristeza A Canção de Alepo 0 3.240 10/01/2016 - 22:17 Português
Poesia/Meditação Nada 0 2.888 07/07/2016 - 16:34 Português
Poesia/Amor As Manhãs 0 2.514 07/02/2016 - 14:49 Português
Poesia/Geral A Ave de Arribação 0 2.554 06/20/2016 - 18:10 Português
Poesia/Amor BETH e a REVOLUÇÃO DE VERDADE 0 2.912 06/06/2016 - 19:30 Português
Prosas/Outros A Dialética 0 3.709 04/19/2016 - 21:44 Português
Poesia/Desilusão OS FINS 0 2.990 04/17/2016 - 12:28 Português
Poesia/Dedicado O Camareiro 0 3.974 03/16/2016 - 22:28 Português
Poesia/Amor O Fim 1 2.685 03/04/2016 - 22:54 Português
Poesia/Amor Rio, de 451 Janeiros 1 2.485 03/04/2016 - 22:19 Português
Prosas/Outros Rostos e Livros 0 2.749 02/18/2016 - 20:14 Português
Poesia/Amor A Nova Enseada 0 3.004 02/17/2016 - 15:52 Português
Poesia/Amor O Voo de Papillon 0 2.102 02/02/2016 - 18:43 Português
Poesia/Meditação O Avião 0 2.374 01/24/2016 - 16:25 Português
Poesia/Amor Amores e Realejos 0 3.484 01/23/2016 - 16:38 Português
Poesia/Dedicado Os Lusos Poetas 0 2.600 01/17/2016 - 21:16 Português
Poesia/Amor O Voo 0 2.463 01/08/2016 - 18:53 Português
Prosas/Outros Schopenhauer e o Pessimismo Filosófico 0 3.877 01/07/2016 - 20:31 Português
Poesia/Amor Revellion em Copacabana 0 2.730 12/31/2015 - 15:19 Português
Poesia/Geral Porque é Natal, sejamos Quixotes 0 2.486 12/23/2015 - 18:07 Português
Poesia/Geral A Cena 0 2.805 12/21/2015 - 13:55 Português
Prosas/Outros Jihadismo: contra os Muçulmanos e contra o Ocidente. 0 2.668 12/20/2015 - 19:17 Português
Poesia/Amor Os Vazios 0 3.809 12/18/2015 - 20:59 Português
Prosas/Outros O impeachment e a Impopularidade Carta aberta ao Senhor Deputado Ivan Valente – Psol. 0 2.061 12/15/2015 - 14:59 Português
Poesia/Amor A Hora 0 3.746 12/12/2015 - 16:54 Português