CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Ninguém está mais preocupado

Há um sublime em cada canto
Um sagrado que é profanado
E o profano é consagrado aos deuses da imaginação
De sacerdotes
Pitonisas
Sábios e entendidos nas artes da ilusão
Sacrilégios
Agouros de mentes perturbadas
Observadores das estrelas
Na busca incessante de respostas
Que não sabem as perguntas.
Onde estão os sábios deste mundo?
Os videntes de uma tragédia anunciada
Se o rio vai secar
A chuva não virá
E o fogo queimará continuamente
Confunda sua mente
No desespero dessa calamidade
Que acontece na cidade
Onde todos andam agitados
Ninguém está mais preocupado
Com os que já não conseguem dormir.
Olhos arregalados
Sonhos alquebrados
Dessas pessoas esquecidas
Nas lembranças que foram apagadas pelo tempo.
Vá dormir e esqueça tudo isso
Se não existe mais uma solução
Para os problemas deste mundo
Por que se preocupar em acordar amanhã?

Poema: Odair José, Poeta Cacerense

www.odairpoetacacerense.blogspot.com

Submited by

terça-feira, agosto 24, 2021 - 00:02

Poesia :

No votes yet

Odairjsilva

imagem de Odairjsilva
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 15 horas 54 minutos
Membro desde: 04/07/2009
Conteúdos:
Pontos: 7727

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Odairjsilva

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Intervenção Sustentabilidade 3 25 05/20/2022 - 22:22 Português
Poesia/Amor Se te amo tanto assim 3 53 05/20/2022 - 18:32 Português
Poesia/Desilusão A maior de todas as mentiras 3 43 05/19/2022 - 18:55 Português
Poesia/Pensamentos De mãos dadas com a Morte 3 107 05/18/2022 - 18:53 Português
Poesia/Pensamentos Do pensamento 3 85 05/17/2022 - 18:36 Português
Poesia/Desilusão O teu olhar 3 51 05/16/2022 - 23:29 Português
Poesia/Intervenção Destruam essa arte 3 48 05/16/2022 - 18:38 Português
Poesia/Desilusão Silenciosa sombra de solidão 3 51 05/16/2022 - 12:38 Português
Poesia/Amor Saber entender, crescer e viver 3 79 05/13/2022 - 19:25 Português
Poesia/Meditação Cantem as canções que não escrevi 3 62 05/12/2022 - 22:56 Português
Poesia/Tristeza Alma em suplício 3 52 05/11/2022 - 23:12 Português
Poesia/Meditação Feliz com sua presença 3 79 05/11/2022 - 18:42 Português
Poesia/Desilusão Insensatez 3 69 05/10/2022 - 18:37 Português
Poesia/Pensamentos Eu navegarei 3 62 05/09/2022 - 23:13 Português
Poesia/Pensamentos Fantasmas de um tempo passado 3 120 05/09/2022 - 13:28 Português
Poesia/Dedicado Mãe, o maior amor que pode existir 3 79 05/08/2022 - 20:33 Português
Poesia/Dedicado Mãe - Eu canto a ti o amor! 3 72 05/06/2022 - 23:57 Português
Poesia/Meditação Dias melhores virão 3 129 05/06/2022 - 19:01 Português
Poesia/Meditação A impossibilidade física da morte na mente de alguém que está vivo 3 77 05/05/2022 - 19:11 Português
Poesia/Meditação O peso do mundo 3 66 05/04/2022 - 23:02 Português
Poesia/Meditação E se não estiver tudo bem? 3 80 05/04/2022 - 18:45 Português
Poesia/Amor Inimaginável 3 83 05/03/2022 - 18:34 Português
Poesia/Tristeza Querida solidão 3 83 05/02/2022 - 18:29 Português
Poesia/Intervenção Não lastimo o próximo perigo 3 125 05/02/2022 - 12:41 Português
Poesia/Pensamentos Palavras apenas não servem 3 70 04/30/2022 - 21:59 Português