CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

A NOITE AVELOU EM ESCURIDÃO FUNDA …

A noite avelou em escuridão funda.

Agonia que se tornou tão profunda
que afogou todas as fantasias.

As entrelinhas,
desentrelinharam-se das palavras.

A poesia parou,
sepultou-se em covas insanas,

adormeceu no colo
de insónias silenciosas.

O amor perdeu-se
pelas florestas da alma.

Os sonhos,
são agora arestas indobráveis.

Da paixão,
as chamas arderam até ao último grito.

O pensamento,
povoa o vento que abriga as folhas

pelo chão,

como estagnadas lágrimas que o passado bebeu.

As memórias,
embarcaram em barcos de esquecimento,

abraçaram o infinito
e nunca mais voltaram a ser um momento …

.
.
.
.

Submited by

sábado, janeiro 26, 2013 - 00:33

Poesia :

Your rating: None (3 votes)

Henrique

imagem de Henrique
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 5 anos 1 semana
Membro desde: 03/07/2008
Conteúdos:
Pontos: 34817

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Henrique

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Pensamentos DO AMOR 0 1.801 01/30/2015 - 20:48 Português
Poesia/Pensamentos DA POESIA 0 5.289 01/30/2015 - 22:06 Português
Poesia/Pensamentos PELO TEMPO 0 1.654 01/31/2015 - 20:34 Português
Poesia/Amor LUME MAIS DO QUE ACESO 0 2.622 02/01/2015 - 21:51 Português
Poesia/Pensamentos ISENTO DE AMAR 0 3.944 02/02/2015 - 20:08 Português
Poesia/Aforismo AQUILO QUE O JUÍZO É 0 1.940 02/03/2015 - 19:08 Português
Poesia/Pensamentos APALPOS INTERMITENTES 0 2.079 02/10/2015 - 21:50 Português
Poesia/Pensamentos ONDE O INFINITO SEJA O PRINCÍPIO 4 2.157 02/28/2018 - 16:42 Português
Poesia/Tristeza TEUS OLHOS SÃO NADA 1 1.548 03/06/2018 - 20:51 Português
Videos/Outros Já viram o Pedro abrunhosa sem óculos? Pois ora aqui o têm. 1 36.810 06/11/2019 - 08:39 Português