CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

AS NOITES SEM TI

Gritas como eu um amor
Grito íntimo de emoções
Soltando da alma calor
No espelho culto das razões

Teu grito vem nas marés
Tão perto do meu sentir
Alcancei em novas fés
Pujança que me faz surgir

Entoas o altar da paixão
Com teu eco infindável
Na serena aproximação
Perpetua sã incurável

Grito vento de ausência
Retempero as noites sem ti
Sem aroma de tua essência
Sem o prazer de seres aqui

Submited by

sexta-feira, março 14, 2008 - 00:51

Poesia :

No votes yet

Henrique

imagem de Henrique
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 5 anos 2 dias
Membro desde: 03/07/2008
Conteúdos:
Pontos: 34817

Comentários

imagem de angelalugo

Re: AS NOITES SEM TI

Querido poeta

Gostei desta forma tua de escrever
gosto de poemas diferenciados este
final está excelente...

"Grito vento de ausência
Retempero as noites sem ti
Sem aroma de tua essência
Sem o prazer de seres aqui"

Beijo no coração

imagem de Henrique

Re: AS NOITES SEM TI

Obrigado pela atenção!!!

:-)

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Henrique

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Videos/Outros Já viram o Pedro abrunhosa sem óculos? Pois ora aqui o têm. 1 36.773 06/11/2019 - 08:39 Português
Poesia/Tristeza TEUS OLHOS SÃO NADA 1 1.533 03/06/2018 - 20:51 Português
Poesia/Pensamentos ONDE O INFINITO SEJA O PRINCÍPIO 4 2.151 02/28/2018 - 16:42 Português
Poesia/Pensamentos APALPOS INTERMITENTES 0 2.071 02/10/2015 - 21:50 Português
Poesia/Aforismo AQUILO QUE O JUÍZO É 0 1.931 02/03/2015 - 19:08 Português
Poesia/Pensamentos ISENTO DE AMAR 0 3.931 02/02/2015 - 20:08 Português
Poesia/Amor LUME MAIS DO QUE ACESO 0 2.606 02/01/2015 - 21:51 Português
Poesia/Pensamentos PELO TEMPO 0 1.648 01/31/2015 - 20:34 Português
Poesia/Pensamentos DA POESIA 0 5.265 01/30/2015 - 22:06 Português
Poesia/Pensamentos DO AMOR 0 1.796 01/30/2015 - 20:48 Português
Poesia/Pensamentos DO SENTIMENTO 0 2.137 01/29/2015 - 21:55 Português
Poesia/Pensamentos DO PENSAMENTO 0 2.308 01/29/2015 - 18:53 Português
Poesia/Pensamentos DO SONHO 0 1.589 01/29/2015 - 00:04 Português
Poesia/Pensamentos DO SILÊNCIO 0 2.734 01/28/2015 - 23:36 Português
Poesia/Pensamentos DA CALMA 0 2.002 01/28/2015 - 20:27 Português
Poesia/Pensamentos REPASTO DE ESQUECIMENTO 0 1.827 01/27/2015 - 21:48 Português
Poesia/Pensamentos MORRER QUE POR DENTRO DA PELE VIVE 0 1.645 01/27/2015 - 15:59 Português
Poesia/Aforismo NENHUMA MULTIDÃO O SERÁ 0 1.627 01/26/2015 - 19:44 Português
Poesia/Pensamentos SILENCIOSA SOMBRA DE SOLIDÃO 0 2.821 01/25/2015 - 21:36 Português
Poesia/Pensamentos MIGALHAS DE SAUDADE 0 1.520 01/22/2015 - 21:32 Português
Poesia/Pensamentos ONDE O AMOR SEMEIA E COLHE A SOLIDÃO 0 1.406 01/21/2015 - 17:00 Português
Poesia/Pensamentos PALAVRAS À LUPA 0 2.345 01/20/2015 - 18:38 Português
Poesia/Pensamentos MADRESSILVA 0 1.391 01/19/2015 - 20:07 Português
Poesia/Pensamentos NA SOLIDÃO 0 1.707 01/17/2015 - 22:32 Português
Poesia/Pensamentos LÁPIS DE SER 0 1.588 01/16/2015 - 19:47 Português