CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Nos jardins secretos da alma

Foi numa noite de grande escuridão
Que eu penetrei de forma profana
Nos sagrados jardins secretos da alma
Que escondia consigo os maiores mistérios
Dos amores perdidos no tempo da solidão.

Em meio ao solo tenebroso e irregular
Eu pude ver as almas daqueles que lamentavam
Os amores perdidos com o tempo
Por causa de atitudes mesquinhas
E decisões precipitadas que os fazem chorar.

Amparado pelos braços seguros de meu guia
Caminhava em meio as flores do jardim
No silêncio das paisagens podia ver
As borboletas com nomes eternos voarem
E um sol de cor amarelada clarear o dia.

Sabia eu que existia ali um jardineiro invisível
Alguém que cuidava dos corações feridos
Que regava as esperanças perdidas no tempo
Fazendo surgir outras flores no lugar
Que outrora arrancaram os brotos do amor sensível.

Eu vi junto a fonte que a vida acalenta
Raios de esperança que rompiam à distância
E levava além do horizonte distante
Em seus braços iluminados pela luz
O verdadeiro amor que a todos sustenta.

Poema: Odair José, Poeta Cacerense

www.odairpoetacacerense.blogspot.com

Submited by

quinta-feira, abril 1, 2021 - 14:25

Poesia :

No votes yet

Odairjsilva

imagem de Odairjsilva
Online
Título: Membro
Última vez online: há 1 hora 36 minutos
Membro desde: 04/07/2009
Conteúdos:
Pontos: 5581

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Odairjsilva

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Tristeza Segredos no tempo 0 53 05/13/2021 - 13:07 Português
Poesia/Canção Enquanto é dia 0 83 05/12/2021 - 21:11 Português
Poesia/Amor Por sua causa tenho lindos sonhos de amor 0 54 05/12/2021 - 00:06 Português
Poesia/Desilusão No mesmo caminho 0 51 05/11/2021 - 00:30 Português
Poesia/Amor O amor é a essência da vida 0 84 05/10/2021 - 19:39 Português
Poesia/Meditação A gripe de 1921 em Cáceres 0 52 05/09/2021 - 19:38 Português
Poesia/Desilusão Só agora percebo 0 64 05/07/2021 - 20:26 Português
Poesia/Desilusão A sombra perdida do coração 0 92 05/06/2021 - 13:15 Português
Poesia/Amor Direção 0 76 05/05/2021 - 21:24 Português
Poesia/Alegria Poesia é vida! 0 80 05/04/2021 - 16:45 Português
Poesia/Meditação Quando as terras caírem sobre mim 0 96 05/03/2021 - 23:39 Português
Poesia/Desilusão Um dia existiu 0 125 05/03/2021 - 19:04 Português
Poesia/Desilusão Sentimento perdido 0 65 05/01/2021 - 18:08 Português
Poesia/Amor E ela sorriu 0 85 04/30/2021 - 23:39 Português
Poesia/Fantasia Impassível diante do dragão 0 132 04/29/2021 - 23:15 Português
Poesia/Meditação No caminho de Emaús 0 120 04/28/2021 - 22:05 Português
Poesia/Fantasia O poeta é semelhante as nuvens 0 208 04/27/2021 - 13:07 Português
Poesia/Dedicado A importância da História 0 90 04/26/2021 - 22:39 Português
Poesia/Meditação Está consumado! 0 108 04/25/2021 - 15:12 Português
Poesia/Meditação Precisamos aprender alguma coisa 0 203 04/23/2021 - 20:03 Português
Poesia/Meditação História de minhas calamidades 0 109 04/22/2021 - 13:32 Português
Poesia/Meditação A busca pelo conhecimento 0 190 04/21/2021 - 12:43 Português
Poesia/Amor No sorriso de uma deusa 0 155 04/20/2021 - 18:09 Português
Poesia/Dedicado Lillo e Léo 0 146 04/19/2021 - 19:11 Português
Prosas/Pensamentos No Tribunal de Cristo (Parte I) 0 135 04/18/2021 - 14:08 Português