CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Nunca se desvanece

Hoje o sol não deu as caras
Será que ele sentiu vergonha do mundo?
Não. Com certeza não.

Apenas foi impedido
Pelas nuvens que trouxeram as chuvas
Porque o mundo não pode sobreviver só com a luz do sol
É preciso chuvas para renovar a natureza
E hoje o sol ficou na dele.

O engraçado de tudo isso
É que amanhã, ou depois, o sol voltará a brilhar
Porque ele nunca desiste de fazer o que sabe
Brilhar e dar calor.
O astro-rei nunca se desvanece diante de obstáculos
Ele está sempre acima de qualquer coisa que deseja impedi-lo
Porque ele bem sabe o seu valor.

É por isso que admiro o sol
A bola vermelha que enfeita o azul celeste
Mostra-me importante lição
Que nada pode ofuscar
O brilho daqueles que conhecem o seu potencial
Daqueles que sabem o seu valor
E, por isso, continuo a minha jornada
Porque o meu caminho apenas eu ei de trilhar
E o destino a mim reservado é apenas para mim mesmo.

Não importa se o dia hoje está coberto de nuvens
O sol continua a fazer a sua trajetória
Sabe ele que os ventos levarão as nuvens
E ele voltará a brilhar intensamente
Da mesma forma que estarei cumprindo a minha jornada
Porque tudo passa nesta vida.

Poema: Odair José, Poeta Cacerense

www.odairpoetacacerense.blogspot.com

Submited by

sexta-feira, junho 10, 2022 - 21:41

Poesia :

No votes yet

Odairjsilva

imagem de Odairjsilva
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 3 horas 22 minutos
Membro desde: 04/07/2009
Conteúdos:
Pontos: 8344

Comentários

imagem de Odairjsilva

Visitem os

imagem de Odairjsilva

Visitem os

imagem de Odairjsilva

Visitem os

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Odairjsilva

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Amor Onde está meu coração 3 27 08/08/2022 - 13:22 Português
Poesia/Meditação A Solidão e o Cativeiro 3 54 08/05/2022 - 19:59 Português
Poesia/Intervenção Realidade inquietante 3 55 08/04/2022 - 20:55 Português
Poesia/Desilusão Que essa ilusão morra enquanto ainda é esperança 3 79 08/03/2022 - 20:40 Português
Poesia/Amor Deixei a tarde para você 3 45 08/02/2022 - 19:04 Português
Poesia/Meditação Calmaria para o coração 3 118 08/01/2022 - 12:56 Português
Poesia/Desilusão A morte é só pedra do esquecimento 3 137 07/30/2022 - 12:48 Português
Poesia/Amor Te amei sem que eu o soubesse 3 172 07/29/2022 - 13:56 Português
Poesia/Desilusão Tento voar 3 58 07/28/2022 - 15:15 Português
Poesia/Intervenção Escravos Institucionalizados 3 101 07/27/2022 - 13:34 Português
Poesia/Amor E se eu não conseguir ler 3 128 07/25/2022 - 19:17 Português
Fotos/Artes Dia Nacional do Escritor 0 41 07/25/2022 - 12:48 Português
Poesia/Amor Quando aprendi a te amar 3 112 07/23/2022 - 13:58 Português
Poesia/Intervenção Em uma rua qualquer de algum lugar 3 92 07/22/2022 - 13:19 Português
Poesia/Intervenção Para onde caminha a humanidade? 3 265 07/21/2022 - 12:49 Português
Poesia/Meditação O melhor presente 3 83 07/20/2022 - 14:31 Português
Poesia/Intervenção A miséria que vira rotina 3 141 07/19/2022 - 22:09 Português
Poesia/Intervenção A metamorfose do futuro 3 309 07/19/2022 - 13:57 Português
Poesia/Amor No peito um coração que sorria 3 104 07/18/2022 - 22:33 Português
Poesia/Pensamentos Não tenho tempo a esperar 3 140 07/18/2022 - 12:46 Português
Videos/Poesia Tirado do fundo do poço - Vídeo 0 31 07/17/2022 - 15:41 Português
Videos/Poesia Onde estão todas as crianças perdidas? 0 45 07/16/2022 - 15:40 Português
Poesia/Intervenção Onde estão todas as crianças perdidas? 3 143 07/15/2022 - 18:56 Português
Poesia/Meditação Tirado do fundo do poço 3 104 07/15/2022 - 13:39 Português
Poesia/Alegria A sublime alma do poeta 3 148 07/14/2022 - 13:44 Português