CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

O Amor é uma nação em risco,

Em Viena “bailaré” contigo … e os cisnes,

Sinto no amor uma sensação de risco,
Amarelo mosto, decadência e outros mornos
Sentidos, são mero desconforto, descoloridos
Como qualquer outro ante a incrédula dor.

Em Viena “bailaré” contigo, de novo
Às dez para o meio-dia em ponto e antes
Que venha a noite, a velha noite de viés,
Olhar atrevido desafiando o dia, este

Ainda embrião mas com todos os sonhos,
Simpatias e insultos que dentro, no rosto visto.
O Amor é uma nação e do risco, os estrategas
Dos sítios que o digam no “frente-a-frente”

Ao vivo, num “Reality Show” colorido,
Cor do desgaste e de outros detalhes
Irreais por excesso, por exemplo, nos cristais,
A nitidez da claridade conforta os sentidos

Dos mais cépticos, todos os outros estão
Em perigo, propícios aos estranhos esteiros
De alma, estrábicos desejos de nação, videntes
Postiços quanto palha molhada queimando

Lenta, apagada, morrão. Sinto na chuva
O chorar de uma carpideira melancólica,
O som da chuva é o êxtase, abafo,
O tapete da Pérsia, a minha consciência

De Eslavo sitiado, em “Braile” bailarei a valsa
Da meia noite nos píncaros da Catedral
Mais alta na “Cidade dos Signos-Sentados”.
(Sendo quem não tem direito de o fazer)

Jorge Santos 01/2020
http://namastibetpoems.blogspot.com

Submited by

domingo, março 1, 2020 - 20:45

Poesia :

Your rating: None (1 vote)

Joel

imagem de Joel
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 2 horas 36 minutos
Membro desde: 12/20/2009
Conteúdos:
Pontos: 40682

Comentários

imagem de Joel

“A mais vil de todas as

“A mais vil de todas as necessidades — a da confidência, a da confissão. E a necessidade da alma de ser exterior ”

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Joel

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Geral O Amor é uma nação em risco, 1 321 05/03/2020 - 00:37 Português
Ministério da Poesia/Geral Ninguém me distingue de quem sou eu ... 1 131 04/20/2020 - 23:34 Português
Ministério da Poesia/Geral A um Deus pouco divino … 1 171 04/19/2020 - 12:02 Português
Poesia/Geral “Hic sunt dracones”, A dor é tudo … 4 338 04/15/2020 - 16:25 Português
Poesia/Geral A Morte não é Bem-Vinda ... 2 289 04/15/2020 - 15:46 Português
Poesia/Geral Objectos próximos, 0 422 04/15/2020 - 12:06 Português
Poesia/Geral Daniel Faria, excerto “Do que era certo” 0 363 04/15/2020 - 11:58 Português
Ministério da Poesia/Geral O avesso do espelho... 5 153 03/01/2020 - 21:02 Português
Poesia/Geral A síndrome de Savanah 0 198 03/01/2020 - 20:26 Português
Ministério da Poesia/Geral O Estado da Dúvida 2 166 01/24/2020 - 21:05 Português
Ministério da Poesia/Geral Patchwork... 0 255 01/08/2020 - 14:05 Português
Ministério da Poesia/Geral Vivo do oficio das paixões 0 243 01/08/2020 - 13:55 Português
Ministério da Poesia/Geral Como morre um Rei de palha... 0 155 01/08/2020 - 13:50 Português
Ministério da Poesia/Geral "Sic est vulgus" 0 224 01/08/2020 - 12:47 Português
Ministério da Poesia/Geral Quantos Césares fui eu !!! 0 175 01/08/2020 - 12:40 Português
Ministério da Poesia/Geral Nada se parece comigo 0 189 01/08/2020 - 12:34 Português
Ministério da Poesia/Geral Pedra, tesoura ou papel..."Do que era certo" 0 184 01/08/2020 - 12:27 Português
Ministério da Poesia/Geral Sou "O-Feito-Do-Primeiro-Vidente" 0 143 01/08/2020 - 12:11 Português
Ministério da Poesia/Geral Morri lívido e nu ... 0 207 01/08/2020 - 12:03 Português
Ministério da Poesia/Geral Ladram cães à distância, Mato o "Por-Matar" ... 0 231 01/08/2020 - 11:45 Português
Ministério da Poesia/Geral Excerto “do que era certo” 0 218 01/08/2020 - 11:38 Português
Ministério da Poesia/Geral Rua dos Douradores 30 ... 0 227 01/08/2020 - 11:32 Português
Ministério da Poesia/Geral A Rua ao meu lado ou O Valor do riso... 0 142 01/08/2020 - 11:24 Português
Ministério da Poesia/Geral Absurdo e Sem-Fim… 0 252 01/08/2020 - 11:17 Português
Ministério da Poesia/Geral Sonho sem fim, nem fundo ... 0 180 01/08/2020 - 11:01 Português