CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

O amor aparece do nada

Aquele silêncio parecia tão profundo
E revelador
Podia ouvir as batidas do coração
Como se ele fosse sair do peito
Por que um simples olhar pudesse causar uma sensação assim?

Por mais que quisesse esconder
Sabia que estava apaixonado
Pelo olhar mais sedutor que ja vira na vida
E sentia-se preso em milhões de pensamentos surreais
Uma viagem sem volta ao reino do amor.

O que mais poderia dizer sobre isso
E se ela não o tivesse visto
Como poderia sobreviver a esses sonhos tão reais
Que sufocava sua alma tão singela?

O amor aparece do nada
Como uma tempestade devasta tudo a sua frente
Não toma ciência de nada
Simplesmente acontece no coração depois de um olhar
E para sempre vai ser a razão
De sonhos profundos de uma alma.

Esse olhar tão singelo
Um olhar misterioso que a tudo devora
É a causa de alucinações noturnas
De um coração que até pouco tempo
Caminhava tranquilamente pela existência.

Poema: Odair José, Poeta Cacerense

www.odairpoetacacerense.blogspot.com

Submited by

segunda-feira, janeiro 31, 2022 - 14:38

Poesia :

No votes yet

Odairjsilva

imagem de Odairjsilva
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 1 dia 21 horas
Membro desde: 04/07/2009
Conteúdos:
Pontos: 8336

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Odairjsilva

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Meditação A Solidão e o Cativeiro 3 49 08/05/2022 - 19:59 Português
Poesia/Intervenção Realidade inquietante 3 53 08/04/2022 - 20:55 Português
Poesia/Desilusão Que essa ilusão morra enquanto ainda é esperança 3 79 08/03/2022 - 20:40 Português
Poesia/Amor Deixei a tarde para você 3 40 08/02/2022 - 19:04 Português
Poesia/Meditação Calmaria para o coração 3 114 08/01/2022 - 12:56 Português
Poesia/Desilusão A morte é só pedra do esquecimento 3 136 07/30/2022 - 12:48 Português
Poesia/Amor Te amei sem que eu o soubesse 3 170 07/29/2022 - 13:56 Português
Poesia/Desilusão Tento voar 3 56 07/28/2022 - 15:15 Português
Poesia/Intervenção Escravos Institucionalizados 3 101 07/27/2022 - 13:34 Português
Poesia/Amor E se eu não conseguir ler 3 128 07/25/2022 - 19:17 Português
Fotos/Artes Dia Nacional do Escritor 0 41 07/25/2022 - 12:48 Português
Poesia/Amor Quando aprendi a te amar 3 111 07/23/2022 - 13:58 Português
Poesia/Intervenção Em uma rua qualquer de algum lugar 3 91 07/22/2022 - 13:19 Português
Poesia/Intervenção Para onde caminha a humanidade? 3 262 07/21/2022 - 12:49 Português
Poesia/Meditação O melhor presente 3 81 07/20/2022 - 14:31 Português
Poesia/Intervenção A miséria que vira rotina 3 140 07/19/2022 - 22:09 Português
Poesia/Intervenção A metamorfose do futuro 3 309 07/19/2022 - 13:57 Português
Poesia/Amor No peito um coração que sorria 3 103 07/18/2022 - 22:33 Português
Poesia/Pensamentos Não tenho tempo a esperar 3 140 07/18/2022 - 12:46 Português
Videos/Poesia Tirado do fundo do poço - Vídeo 0 31 07/17/2022 - 15:41 Português
Videos/Poesia Onde estão todas as crianças perdidas? 0 43 07/16/2022 - 15:40 Português
Poesia/Intervenção Onde estão todas as crianças perdidas? 3 143 07/15/2022 - 18:56 Português
Poesia/Meditação Tirado do fundo do poço 3 104 07/15/2022 - 13:39 Português
Poesia/Alegria A sublime alma do poeta 3 148 07/14/2022 - 13:44 Português
Poesia/Amor Escrevo e descrevo minh'alma 5 223 07/14/2022 - 13:43 Português