CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

O começo do fim

De alguma forma a noite tornou-se solitária
Nem mesmo o som dos pássaros podia ouvir-se
E era possível perceber o silêncio da solidão
Tudo envolto na mais profunda névoa
Por causa de um adeus sem sentido algum.
Ela afirmou ser a vontade de descobrir novos horizontes
E ele sabia que era o começo do fim
E por mais que suplicasse aos deuses do amor
A viu desaparecer na escuridão daquela noite terrível.
Agora é assombrado pelos fantasmas
Pela ausência que sua presença se fazia sentir
Os pensamentos são traiçoeiros
Assim como os laços feito pelo caçador.
Sabe que não adianta chorar as escondidas
Ninguém ouvirá os seus lamentos
A vida passa devagar quando se está longe
Dos olhos que iluminava o seu caminho.
Hoje tudo não passa de uma triste ilusão
E seu coração sabe muito bem sobre isso
Deveria ter seguido os conselhos do oráculo
E evitado ser seduzido pelo brilho daquele olhar.
Resta a esperança de encontrar algum dia
A força para continuar a jornada
Mesmo que seja lutando contra os moinhos de vento
Nas obscuras pradarias do infinito.

Poema: Odair José, Poeta Cacerense

www.odairpoetacacerense.blogspot.com

Submited by

quarta-feira, outubro 28, 2020 - 23:35

Poesia :

No votes yet

Odairjsilva

imagem de Odairjsilva
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 19 horas 31 minutos
Membro desde: 04/07/2009
Conteúdos:
Pontos: 5721

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Odairjsilva

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Meditação Dias estranhos 0 26 06/13/2021 - 18:31 Português
Poesia/Amor É o que posso dizer 0 31 06/12/2021 - 20:20 Português
Poesia/Intervenção Sob pressão 0 55 06/11/2021 - 16:41 Português
Poesia/Paixão Quem sabe ela ouvirá 0 129 06/10/2021 - 14:17 Português
Poesia/Paixão Pra sentir seu cheiro 0 62 06/09/2021 - 19:31 Português
Poesia/Amor Fale sem medo 0 77 06/08/2021 - 21:05 Português
Poesia/Desilusão Não me faça promessas 0 65 06/07/2021 - 20:48 Português
Poesia/Meditação Jesus Cristo é a cura para o coração 0 36 06/06/2021 - 15:24 Português
Poesia/Paixão Não há barreiras que possam impedir 0 57 06/05/2021 - 12:56 Português
Poesia/Desilusão Uma certa canção de liberdade 0 48 06/04/2021 - 12:38 Português
Poesia/Paixão Ela parecia uma flor 0 65 06/03/2021 - 22:47 Português
Poesia/Tristeza Fragmentos de uma mensagem de amor I 0 67 06/02/2021 - 22:44 Português
Poesia/Amor Beleza rara 0 166 06/01/2021 - 19:39 Português
Poesia/Pensamentos De que loucuras falamos? 0 72 05/31/2021 - 19:32 Português
Poesia/Amor Tudo agora 0 78 05/30/2021 - 11:55 Português
Poesia/Amor Uma fagulha 0 93 05/27/2021 - 14:23 Português
Poesia/Amor Você é mais do que os olhos podem ver 0 122 05/26/2021 - 20:32 Português
Poesia/Amor Não pude me esconder 0 129 05/25/2021 - 19:29 Português
Poesia/Intervenção A casca da serpente 0 196 05/24/2021 - 21:33 Português
Poesia/Pensamentos Agouros 0 76 05/24/2021 - 20:16 Português
Poesia/Paixão Exorcismo 0 121 05/22/2021 - 14:09 Português
Poesia/Desilusão Saudade: Palavra que expressa um sentimento 0 117 05/21/2021 - 20:01 Português
Poesia/Amor Não leia este poema 0 104 05/20/2021 - 19:57 Português
Poesia/Desilusão Desejos de um coração inquieto 0 151 05/20/2021 - 14:41 Português
Poesia/Tristeza Nas asas do vento 0 166 05/19/2021 - 19:25 Português