CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

O eco dos comunistas

Muito além da escuridão do inferno
Lá onde não se pode ouvir mais nada
No infinito da última estrela a se apagar
Está o eco dos comunistas.
Ouça minha voz!
Sussurram eles evocando minha audição.
Quem sou? Quem é você?
Por que não se cala de uma vez?
Só sai merda de sua boca
Só impropérios
Só calamidades!
Tapo os ouvidos e não quero ouvir
Mas, meus olhos são estilhaçados pelos gestos
Olhos esbugalhados
Estupefatos de ver o sangue jorrar
Cargas d’águas.
Cale-se, por favor!
Você calado é um sábio.
Onde estão os comunistas?
Por que não aparecem seus calhordas?
Quero devorá-los com meus próprios dentes
Vou arrancar suas peles
Comer suas carnes
E sugar os seus sangues.
Tenho fome
Muita fome.
Saiam de seus esconderijos
Não derrubem esses muros
Eles separam os imbecis de nós
Ouço os gritos alucinantes
Arrepio-me de ouvir
Coloco uma rolha nos ouvidos
Não adianta
Vem de dentro.
Calhordas!
Quem é você? Quem é você?
Bando de comunistas inúteis!
Ah! Como soa maravilhosamente esse silêncio
Essa paz que sinto agora
No meu esconderijo perfeito
Onde só contemplo o verde das matas.

Poema: Odair José, Poeta Cacerense

www.odairpoetacacerense.blogspot.com

Submited by

sexta-feira, setembro 27, 2019 - 00:17

Poesia :

No votes yet

Odairjsilva

imagem de Odairjsilva
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 3 dias 4 horas
Membro desde: 04/07/2009
Conteúdos:
Pontos: 4382

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Odairjsilva

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Amor As três faces do amor 0 15 07/03/2020 - 19:05 Português
Poesia/Amor Imaginação 0 15 07/02/2020 - 18:09 Português
Poesia/Amor Sonhos ao luar 0 30 07/01/2020 - 14:27 Português
Poesia/Meditação A primeira vez que me mataram 0 39 06/19/2020 - 17:53 Português
Poesia/Tristeza Saudades 0 45 06/19/2020 - 17:51 Português
Poesia/Pensamentos Devaneios de um poeta 0 32 06/19/2020 - 17:44 Português
Poesia/Pensamentos O atroz encanto de ser idiota 0 84 06/17/2020 - 17:07 Português
Poesia/Amor Amar é 0 50 06/17/2020 - 17:05 Português
Poesia/Tristeza A cidade que te esconde 0 55 06/17/2020 - 17:04 Português
Poesia/Amor Deixa o sol nos levar amor 0 111 06/09/2020 - 22:36 Português
Poesia/Amor Por amor 0 51 06/09/2020 - 22:35 Português
Poesia/Meditação O Curioso Caso de Paulo Coelho 0 66 06/09/2020 - 22:34 Português
Poesia/Meditação O Misterioso Homem na Praça Barão 0 70 06/01/2020 - 20:21 Português
Poesia/Amor Som da alegria 0 114 06/01/2020 - 20:19 Português
Poesia/Amor Poemas ao teu olhar 0 58 05/29/2020 - 22:23 Português
Poesia/Amor A canção do crepúsculo 0 58 05/27/2020 - 20:06 Português
Poesia/Tristeza Lágrimas da realidade 0 63 05/25/2020 - 21:34 Português
Poesia/Amor Do fundo do coração 0 52 05/25/2020 - 20:49 Português
Poesia/Tristeza Será que ela vai perceber a dor deste meu coração? 1 150 05/23/2020 - 12:35 Português
Poesia/Paixão O sorriso que vem do coração 0 66 05/21/2020 - 20:26 Português
Poesia/Paixão O sorriso que vem do coração 0 54 05/21/2020 - 20:23 Português
Poesia/Pensamentos O silêncio da reflexão 0 73 05/19/2020 - 20:46 Português
Poesia/Pensamentos O dizer do silêncio 0 135 05/14/2020 - 00:05 Português
Poesia/Meditação O sol também se levanta 0 81 05/12/2020 - 21:01 Português
Poesia/Tristeza Se você pudesse me amar 0 80 05/11/2020 - 20:38 Português