CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

O fim não pode ser agora

Era como se caminhasse sozinho
Na estrada agora um pouco solitária
Não ouvia mais a voz que contava histórias
Nem as gargalhadas espalhafatosas
Que alegrava e ao mesmo tempo irritava.

No silêncio de sua caminhada
Podia ouvir os pássaros, os grilos
E o próprio som de seus pensamentos
Indo tão longe que demoravam para voltar
Da sua inconstante viagem.

O fim não pode ser agora
Não quando os sonhos ainda são reais
Se tudo tem que ter um fim um dia
Por que haveria um começo então
Para que lágrimas pudessem existir?

As pedras no caminho eram para lembrar-lhe
Do coração de pedra que trazia em seu peito
Insensível como sempre fora
Não permitindo que nada penetrasse o seu coração
Agora poderia andar sozinho para sempre.

Uma saudade tão inexplicável
Poderia dizer-lhe muitas coisas
Se tivesse ouvido para ouvir
A mensagem encantadora do amor
Sempre exposta na linda melodia de uma canção.

Tudo se desfez em um momento
E cada um deveria seguir o seu destino
Mas nunca havia pensado que seria tão triste assim
Não ter a companhia singela da flor
Que um dia enfeitou o seu solitário jardim.

Poema: Odair José, Poeta Cacerense

www.odairpoetacacerense.blogspot.com

Submited by

sexta-feira, dezembro 24, 2021 - 11:03

Poesia :

No votes yet

Odairjsilva

imagem de Odairjsilva
Online
Título: Membro
Última vez online: há 58 minutos 36 segundos
Membro desde: 04/07/2009
Conteúdos:
Pontos: 9032

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Odairjsilva

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Paixão Paixão indescritível no ar 3 23 11/26/2022 - 10:33 Português
Poesia/Paixão Cortinas 3 22 11/25/2022 - 13:12 Português
Poesia/Pensamentos Demiurgos escondidos 3 29 11/24/2022 - 22:50 Português
Poesia/Geral Ratos de esgoto 3 46 11/23/2022 - 23:51 Português
Poesia/Desilusão Essa noite não dormi 3 33 11/23/2022 - 18:41 Português
Poesia/Pensamentos Muito mais do que tudo isso que digo agora 3 57 11/23/2022 - 01:20 Português
Poesia/Intervenção Flagelo 3 116 11/21/2022 - 11:06 Português
Poesia/Alegria Copa do Mundo de Futebol 3 51 11/20/2022 - 11:02 Português
Poesia/Meditação Ser Negro 3 58 11/20/2022 - 10:59 Português
Poesia/Desilusão Uma temporada no Inferno 3 52 11/19/2022 - 13:12 Português
Poesia/Meditação Passos impensados 3 82 11/18/2022 - 19:04 Português
Poesia/Desilusão Atraído pela ilusão 3 94 11/17/2022 - 18:46 Português
Poesia/Desilusão Outra noite 3 76 11/16/2022 - 18:24 Português
Poesia/Amor A ilusão criada pelo olhar 3 119 11/15/2022 - 11:05 Português
Poesia/Amor Não sabia o que fazer de mim 3 134 11/14/2022 - 10:42 Português
Poesia/Aniversários 49 3 67 11/13/2022 - 10:44 Português
Poesia/Intervenção Conexão 3 88 11/12/2022 - 19:14 Português
Poesia/Intervenção Corrupção 3 176 11/11/2022 - 13:20 Português
Poesia/Desilusão Pode seguir seu destino 3 36 11/11/2022 - 12:09 Português
Poesia/Amor Amor... Não de palavras 3 46 11/09/2022 - 18:24 Português
Poesia/Desilusão Perdição 3 51 11/08/2022 - 21:04 Português
Poesia/Pensamentos O homem que amava a raça humana 3 68 11/07/2022 - 20:43 Português
Poesia/Intervenção O mundo gira alucinante 3 215 11/07/2022 - 12:31 Português
Poesia/Pensamentos A negação do ser 3 165 11/04/2022 - 18:27 Português
Poesia/Meditação Sob cujas asas te vieste abrigar 3 79 11/03/2022 - 20:34 Português