CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

O JULGAMENTO

No silêncio o verso me corteja
Busco a poesia no mesmo ambiente
Na busca de um tema diferente
Sem arrogância e tampouco sobeja
Até o meu fim assim quero que seja
Eu ser fiel à minha consciência
Ter sempre tolerância e paciência
E um pensamento que ninguém maneja

Com minha liberdade aqui presente
Procuro ao menos ser equilibrado
Quando vejo inocentar culpado
E condenar alguém que é inocente
Eu reconheço que já fui contente
Ao ver o pobre ser reconhecido
Porém quem erra deve ser punido
Mas vejo “igual” tratado diferente

Lamento ver meu país dividido
Por dois lados que com unhas e dentes
Ao mesmo tempo iguais e diferentes
Defendendo político bandido
Quando às vezes eu me sinto perdido
Para o ponto de partida regresso
Pergunto pela “ORDEM E PROGRESSO”
Escrito na bandeira sem partido

Sérgio da Silva Teixeira
Bagé/RS.

Submited by

sábado, janeiro 27, 2018 - 00:41

Poesia :

No votes yet

Sérgio Teixeira

imagem de Sérgio Teixeira
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 1 dia 15 horas
Membro desde: 01/24/2011
Conteúdos:
Pontos: 419

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Sérgio Teixeira

Tópico Títuloícone de ordenação Respostas Views Last Post Língua
Poesia/Geral A ILUSÃO DE SER POETA 2 558 04/04/2019 - 19:50 Português
Poesia/Geral A MÁGOA DO TEMPO 1 467 12/10/2018 - 14:41 Português
Poesia/Geral A PRIMAVERA E O TEMPO 2 696 09/24/2017 - 16:06 Português
Poesia/Desilusão A VIDA É BELA 2 555 08/11/2012 - 23:51 Português
Poesia/Geral A VIDA E O NADA 0 555 01/22/2019 - 08:20 Português
Poesia/Geral ADEUS À PRIMAVERA 0 376 12/22/2019 - 11:36 Português
Poesia/Geral AGONIA DO ANO 0 173 12/30/2019 - 00:45 Português
Poesia/Geral AGUACEIRO NO INVERNO 2 735 09/04/2018 - 18:20 Português
Poesia/Geral ANALISTA DE MIM MESMO 0 132 03/17/2020 - 14:38 Português
Poesia/Tristeza AS FLORES FIÉIS 0 473 04/12/2019 - 19:07 Português
Poesia/Geral BOMBONS E COELHOS 3 655 04/02/2018 - 17:42 Português
Poesia/Geral CANTO, SILÊNCIO E LIBERDADE 3 700 06/03/2019 - 12:39 Português
Poesia/Geral CIÚME DOS TEMPORAIS 3 668 10/11/2018 - 15:34 Português
Musica/Pop CONTRASTES DE INVERNO 0 1.653 08/28/2018 - 21:55 Português
Poesia/Geral DE QUEM VIAJA NO TEMPO 1 638 12/17/2018 - 11:45 Português
Poesia/Geral DÉCIMAS DO MAL QUE FEZ A PAZ MUNDIAL 2 267 03/27/2020 - 01:51 Português
Poesia/Geral DESAPEGO 3 592 05/15/2018 - 03:42 Português
Poesia/Geral DESPEDIDA NA FRONTEIRA (VOYAGER 1) 0 640 08/08/2011 - 22:23 Português
Poesia/Geral DEVANEIO 2 530 12/22/2019 - 12:08 Português
Poesia/Tristeza DIA DE FINADOS 2 651 11/25/2018 - 16:57 Português
Poesia/Dedicado ETERNO VAZIO 3 670 05/07/2011 - 17:21 Português
Poesia/Geral EXTERMÍNIO 2 591 03/26/2011 - 20:16 Português
Poesia/Soneto FUNERAL 2 691 01/22/2018 - 23:37 Português
Poesia/Geral INÚTIL SABER (DÉCIMAS) 0 293 01/22/2020 - 22:41 Português
Poesia/Geral LÁ ONDE MORO 0 365 04/12/2013 - 14:25 Português