CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

O que não sabe falar e recordar

faço-te o pequeno
diabólico momento
de ser padroeiro
das semânticas que
ninguém quer conhecer,
sou o que nunca soube falar,
o das possíveis gravidezes dos
argumentos furados,
como tal expresso-me,
mas digo-o por
impressões digitais,...

nos pios dos pássaros
nas tardes de outono
estou lá,
naquela gota irritante de
chuva com que te vi
indecisa,
fui eu,
sou,
para arrepio de
dúvidas inebriantes,
até o entardecer imortal
do verão das últimas
fés da vida,...

para os que não
sabem falar,
sou o tagarela
das horas mortas,
sem que a morte
saiba mesmo onde
me encontrar,...

por agora....

Submited by

quarta-feira, setembro 9, 2009 - 18:53

Poesia :

No votes yet

psicolito

imagem de psicolito
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 12 semanas 3 dias
Membro desde: 06/07/2009
Conteúdos:
Pontos: 415

Comentários

imagem de analyra

Re: O que não sabe falar e recordar

"para os que não
sabem falar,
sou o tagarela
das horas mortas,
sem que a morte
saiba mesmo onde
me encontrar,...

por agora...."

Gosto muito do que escreves, não sou nada, muito menos alguém, só um ser que sabe ler e que se entretem com a música que sai das tuas letras.

grande abraço

imagem de psicolito

Re: O que não sabe falar e recordar/para ana lyra

Não ser nada, é o mesmo que ser tudo.
E ser tudo, é o nada que se perde, e que com certeza é o tudo quando se olha para a frente, e não se vê nada.
Só saudade....

Obrigado pelo comentário.

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of psicolito

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Fantasia Noite recortada em ti 0 371 05/13/2018 - 14:55 Português
Poesia/Intervenção Que se passa..... 2 368 12/30/2011 - 11:05 Português
Poesia/Meditação Costureirinha 0 730 10/08/2011 - 18:53 Português
Poesia/Meditação Duas cabeças 1 626 07/02/2011 - 15:38 Português
Poesia/Meditação Não 0 512 06/14/2011 - 18:34 Português
Poesia/Intervenção Democracia Verdadeira Já.... 0 535 06/04/2011 - 20:21 Português
Poesia/Dedicado A dormir se é feliz.... 0 1.046 05/22/2011 - 10:30 Português
Poesia/Geral ...sobre coisas 0 426 05/13/2011 - 19:22 Português
Poesia/Meditação Estaminé 1 889 04/19/2011 - 23:37 Português
Poesia/Meditação Indecisa a força maior de todos nós 5 840 02/16/2011 - 11:09 Português
Poesia/Dedicado Mais ou menos assim.... 0 1.011 02/11/2011 - 14:20 Português
Poesia/Meditação Povo somos ninguém 0 465 01/30/2011 - 16:39 Português
Prosas/Fábula Como morri... 8 1.032 01/21/2011 - 11:33 Português
Poesia/Meditação O amor é confuso.... 0 670 01/20/2011 - 11:14 Português
Prosas/Mistério Retalhar 0 1.056 12/18/2010 - 13:39 Português
Fotos/ - 1591 0 835 11/24/2010 - 00:39 Português
Fotos/ - 1590 0 834 11/24/2010 - 00:38 Português
Prosas/Romance Sentia-se Maria 0 904 11/19/2010 - 00:08 Português
Prosas/Pensamentos Oferece-me assim ao dia que raia... 0 747 11/19/2010 - 00:02 Português
Prosas/Pensamentos Lamaçal de ideias 0 648 11/18/2010 - 23:48 Português
Prosas/Pensamentos Estou chateado, e provo-o... 0 805 11/18/2010 - 23:48 Português
Prosas/Outros Formato das coisas podres 0 700 11/18/2010 - 23:47 Português
Prosas/Pensamentos Morte enpacotada 0 911 11/18/2010 - 23:47 Português
Prosas/Ficção Cientifica Assexuado 0 728 11/18/2010 - 23:47 Português
Poesia/Desilusão Inspirado em quem se inspirou na morte para homenagear 0 833 11/18/2010 - 16:32 Português