CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

O relógio do juízo final

Há uma grande explosão
Uma nuvem de fumaça cobre os céus
Agora cinzento-avermelhado,
Assustador
O barulho ensurdecedor
E pessoas gritando pavorosamente
Sem saber o que está acontecendo.
Prenúncio de um fim anunciado
O apocalipse Gafanhotos a solta
Em meio ao tormento generalizado.
Havia um aviso prévio
Um relógio que badalava as últimas horas
Silenciado pelo caminhar da humanidade
Em seus afazeres cotidianos
Ninguém se atentou para os sinais
Rotinas
Fugas intermináveis
Vidas vivendo na mediocridade
De mais um dia no mundo capitalista.
Agora tudo se foi
O relógio do juízo final
Está destruído pelo chão
Estraçalhado pelas pragas
Pisoteado
E ninguém mais está a salvo.

Poema: Odair José, Poeta Cacerense

www.odairpoetacacerense.blogspot.com

Submited by

quarta-feira, junho 16, 2021 - 20:22

Poesia :

Your rating: None (1 vote)

Odairjsilva

imagem de Odairjsilva
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 1 dia 16 horas
Membro desde: 04/07/2009
Conteúdos:
Pontos: 7727

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Odairjsilva

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Intervenção Sustentabilidade 3 25 05/20/2022 - 22:22 Português
Poesia/Amor Se te amo tanto assim 3 53 05/20/2022 - 18:32 Português
Poesia/Desilusão A maior de todas as mentiras 3 44 05/19/2022 - 18:55 Português
Poesia/Pensamentos De mãos dadas com a Morte 3 107 05/18/2022 - 18:53 Português
Poesia/Pensamentos Do pensamento 3 86 05/17/2022 - 18:36 Português
Poesia/Desilusão O teu olhar 3 52 05/16/2022 - 23:29 Português
Poesia/Intervenção Destruam essa arte 3 50 05/16/2022 - 18:38 Português
Poesia/Desilusão Silenciosa sombra de solidão 3 51 05/16/2022 - 12:38 Português
Poesia/Amor Saber entender, crescer e viver 3 81 05/13/2022 - 19:25 Português
Poesia/Meditação Cantem as canções que não escrevi 3 62 05/12/2022 - 22:56 Português
Poesia/Tristeza Alma em suplício 3 52 05/11/2022 - 23:12 Português
Poesia/Meditação Feliz com sua presença 3 79 05/11/2022 - 18:42 Português
Poesia/Desilusão Insensatez 3 69 05/10/2022 - 18:37 Português
Poesia/Pensamentos Eu navegarei 3 62 05/09/2022 - 23:13 Português
Poesia/Pensamentos Fantasmas de um tempo passado 3 122 05/09/2022 - 13:28 Português
Poesia/Dedicado Mãe, o maior amor que pode existir 3 79 05/08/2022 - 20:33 Português
Poesia/Dedicado Mãe - Eu canto a ti o amor! 3 72 05/06/2022 - 23:57 Português
Poesia/Meditação Dias melhores virão 3 129 05/06/2022 - 19:01 Português
Poesia/Meditação A impossibilidade física da morte na mente de alguém que está vivo 3 77 05/05/2022 - 19:11 Português
Poesia/Meditação O peso do mundo 3 66 05/04/2022 - 23:02 Português
Poesia/Meditação E se não estiver tudo bem? 3 80 05/04/2022 - 18:45 Português
Poesia/Amor Inimaginável 3 83 05/03/2022 - 18:34 Português
Poesia/Tristeza Querida solidão 3 84 05/02/2022 - 18:29 Português
Poesia/Intervenção Não lastimo o próximo perigo 3 127 05/02/2022 - 12:41 Português
Poesia/Pensamentos Palavras apenas não servem 3 72 04/30/2022 - 21:59 Português