CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

O SEGURO E APRUDÊNCIA

O seguro e a prudência

 

 

O seguro morreu de velho,

E ele deu-me um conselho,

A mãe prudência fica bem,

E foi ao funeral da mãe.

 

Pensar antes de agir,

É mais seguro do que fugir,

Do problema que tenho,

Com o seguro me acompanho.

 

Eu gosto da mãe prudência,

Ensina a ter paciência,

Não gosta dos precipitados,

E também dos descuidados.

 

O seguro e a prudência,

São meus pais de nascença,

Com eles eu quero andar,

Para não cair ou tropeçar.

 

Mais vale dar um passo atrás,

De que eu sou capaz,

Para dar dois passos em frente,

Que é sempre mais prudente.

 

A prudência é boa companheira,

Que se guarda para a vida inteira,

E o seguro é seu irmão,

Ambos me levam pela mão.

 

O seguro e a mãe prudência,

Dão a minha sapiência,

Com eles eu erro pouco,

E nunca me transformo em louco.

 

A prudência e o seguro eu tenho,

Ajudam o meu engenho,

Da vida que eu quero viver.

Sem ter que me arrepender.

 

 

Tavira, 28 de Junho de 2012-Estêvão

 

Submited by

quarta-feira, outubro 7, 2015 - 10:59

Poesia :

No votes yet

José Custódio Estêvão

imagem de José Custódio Estêvão
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 16 semanas 2 dias
Membro desde: 03/14/2012
Conteúdos:
Pontos: 7749

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of José Custódio Estêvão

Tópico Título Respostasícone de ordenação Views Last Post Língua
Poesia/Geral OS GRILOS 4 355 06/23/2012 - 10:38 Português
Poesia/Alegria A COR DO CÉU 4 426 06/25/2012 - 13:49 Português
Poesia/Meditação SOMBRAS 4 584 07/27/2012 - 10:16 Português
Poesia/Meditação DENTRO DO SILÊNCIO 4 347 09/26/2012 - 15:08 Português
Poesia/Amor PROPOSTA 4 568 06/30/2013 - 14:07 Português
Poesia/Meditação SE EU FOSSE UM PINTOR 4 1.040 11/05/2013 - 23:44 Português
Poesia/Meditação PARA QUÊ MATAR? 5 2.356 03/24/2017 - 12:31 Português
Poesia/Geral AS ONDS DO MAR 5 2.384 12/09/2019 - 13:23 Português
Poesia/Meditação OS MEUS OLHOS E O MAR 6 388 08/30/2012 - 10:36 Português
Prosas/Pensamentos 34- O HOMEM 6 1.673 03/21/2018 - 16:04 Português