CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

O Valor, as Coisas e…

São tantas as palavras com que me dizes…
Longos monólogos de que não te apercebes

…não são os meus ouvidos que não te ouvem,
são as palavras que se perdem em conteúdo.

Não
não é a quantidade que as define
… a essas palavras, coitadas…

De tanto que querem dizer
esgotam-se em gritaria.
…Numa luta desenfreada pelo significado de si,
surgem confusas e perdidas
e não as entende,
não as ouve sequer…
Aquele que as queria ouvir.

As coisas não valem por si.
As coisas valem por aquilo que servem.
A cadeira não é cadeira
por se chamar cadeira
…Mas porque nela se há-de sentar
aquele a quem ela se destina.

O amor não é amor por si
O amor será… Para aquele a quem caberá

…E isto de amar não é só dar,
nem tão só receber.
Não é também algo que se peça
ou se mereça…
É algo que acontece sem que se queira
É algo espontâneo que se dá e recebe
mas é de graça…
…Não se paga
Não se exige
Não se quer nem se deixa de querer
Apenas acontece

E assim é tudo o que é grande
…Assim é tudo o que tem valor
Não é preciso muito
O muito não chega a ser nada
ou então… apenas mero fastio.

Dá-me pouco pois,
Não me enchas de palavras aguadas,
Acrescenta-me antes em densidade
e com a serenidade das coisas verdadeiras
inunda-me de valor.
 

Submited by

quarta-feira, março 9, 2011 - 00:03

Poesia :

No votes yet

miguelmancellos

imagem de miguelmancellos
Offline
Título: Moderador Música
Última vez online: há 2 anos 18 semanas
Membro desde: 07/29/2010
Conteúdos:
Pontos: 372

Comentários

imagem de angelofdeath

Neste mundo de falsidade é

Neste mundo de falsidade é bom haver uma voz que rume contra a maré numa bela poesia.

Abaços, Angelofdeath.

imagem de MarneDulinski

O Valor, as Coisas e…

Belíssimo Poema, gostei muito!

Meus parabéns,

MarneDulinski

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of miguelmancellos

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Geral Por Saber 2 950 06/11/2011 - 23:23 Português
Poesia/Geral Promessas vãs 1 687 05/25/2011 - 20:04 Português
Poesia/Geral O Pensamento 3 647 05/16/2011 - 20:26 Português
Poesia/Geral O Nada, O Absurdo e a Minha Ignorância 2 513 05/16/2011 - 20:20 Português
Prosas/Pensamentos A Arte e o Mundo 1 723 05/14/2011 - 23:05 Português
Poesia/Tristeza Hipocrisia Sem Nome 1 919 05/10/2011 - 02:08 Português
Prosas/Pensamentos UMA PEQUENA TRAVESSURA,,, 0 674 05/09/2011 - 22:59 Português
Poesia/Geral Sentes??? 2 807 05/08/2011 - 19:32 Português
Poesia/Geral Soturno Silêncio 3 1.277 05/08/2011 - 02:31 Português
Poesia/Geral Loucura??? 1 773 05/07/2011 - 16:29 Português
Prosas/Pensamentos O Egoísmo e a Armadilha dos Conceitos 0 722 05/07/2011 - 12:45 Português
Poesia/Geral Quando Partiste 6 1.003 04/29/2011 - 12:00 Português
Prosas/Pensamentos Se temos o poder de criar, se nos fazem felizes o céu e a eternidade... Porque não? 1 1.038 04/22/2011 - 04:11 Português
Poesia/Geral bora fazer daquilo uma TERTÚLIA 1 1.005 04/21/2011 - 02:06 Português
Prosas/Pensamentos Pensando o "ser homem" 2 817 04/18/2011 - 17:01 Português
Prosas/Pensamentos Se Não Fores Tu a Acreditar em Ti, Quem o Fará? 0 1.151 04/11/2011 - 20:43 Português
Poesia/Geral Digo..! 2 892 04/08/2011 - 11:29 Português
Poesia/Geral Há Palavras Assim 6 757 03/28/2011 - 17:50 Português
Videos/Outros O amigo verdadeiro está sempre LÁ!!! Ver em Full screan. 0 1.583 03/28/2011 - 17:32 Português
Poesia/Geral O Valor, as Coisas e… 2 792 03/11/2011 - 22:02 Português
Poesia/Geral Difícil Dizer 1 624 03/09/2011 - 01:47 Português
Poesia/Geral Distância 1 870 03/05/2011 - 00:02 Português
Poesia/Geral Até Quando? 1 730 03/03/2011 - 22:45 Português
Poesia/Geral Gorada Melancolia 0 790 02/28/2011 - 20:53 Português
Poesia/Geral Solidão 0 514 02/28/2011 - 20:21 Português